Pneumonia

Visão Geral

O que é Pneumonia?

Pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões (órgão duplo localizado um de cada lado da caixa torácica). Pode acometer a região dos alvéolos pulmonares onde desembocam as ramificações terminais dos brônquios e, às vezes, os interstícios (espaço entre um alvéolo e outro).

Getty Images
Ilustração de infecção nos pulmões

Basicamente, pneumonias são provocadas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante (bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas) no espaço alveolar, onde ocorre a troca gasosa. Esse local deve estar sempre muito limpo, livre de substâncias que possam impedir o contato do ar com o sangue.

Diferentes do vírus da gripe, que é uma doença altamente infectante, os agentes infecciosos da pneumonia não costumam ser transmitidos facilmente.

Tipos

Existem diversos tipos de pneumonia. Entre eles estão:

  • Pneumonia provocada por vírus
  • Pneumonia provocada por fungos
  • Pneumonia provocada por bactérias
  • Pneumonia química.

Fatores de risco

  • Fumo: provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos
  • Álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório
  • Ar-condicionado: deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias
  • Resfriados mal cuidados
  • Mudanças bruscas de temperatura.

Sintomas

Sintomas de Pneumonia

Entre os sintomas de pneumonia estão:

  • Febre alta
  • Tosse
  • Dor no tórax
  • Alterações da pressão arterial
  • Confusão mental
  • Mal-estar generalizado
  • Falta de ar
  • Secreção de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada
  • Toxemia (danos provocados pelas toxinas carregadas pelo sangue)
  • Prostração (fraqueza).

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Pneumonia

O diagnóstico de pneumonia é feito com exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax.

Getty Images
Radiografia de tórax permite detectar pneumonia

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Pneumonia

O tratamento da pneumonia requer o uso de antibióticos, e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. A internação hospitalar para pneumonia pode fazer-se necessária quando a pessoa é idosa, tem febre alta ou apresenta alterações clínicas decorrentes da própria pneumonia, tais como: comprometimento da função dos rins e da pressão arterial, dificuldade respiratória caracterizada pela baixa oxigenação do sangue porque o alvéolo está cheio de secreção e não funciona para a troca de gases.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Recomendações

  • Não fume e não beba exageradamente
  • Observe as instruções do fabricante para a manutenção do ar-condicionado em condições adequadas
  • Não se exponha a mudanças bruscas de temperatura
  • Procure atendimento médico para diagnóstico precoce de pneumonia, para diminuir a probabilidade de complicações.

Prevenção

Prevenção

Lave as mãos com frequência, principalmente após:

  • Assoar o nariz
  • Ir ao banheiro
  • Trocar fraldas.

Também lave suas mãos antes de comer ou preparar alimentos. Não fume. O fumo prejudica a capacidade dos pulmões de evitar a infecção.

As vacinas podem ajudar a prevenir a pneumonia em crianças, idosos ou pessoas com diabetes, asma, enfisema, HIV, câncer ou outras condições com efeitos a longo prazo:

  • Uma droga chamada Synagis (palivizumab) é ministrada a algumas crianças com menos de 24 meses para prevenir a pneumonia causada por vírus sincicial respiratório
  • A vacina contra gripe previne pneumonia e outros problemas causados pelo vírus influenza. Ela deve ser aplicada anualmente para proteger contra novos ataques de vírus
  • A vacina HIB previne a pneumonia em crianças de Haemophilus influenzae tipo B
  • A vacina pneumocócica (Pneumovax, Prevnar) reduz suas chances de contrair pneumonia de Streptococcus pneumoniae.

Se você tiver câncer ou HIV, fale com seu médico sobre as maneiras de prevenir a pneumonia e outras infecções.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não

Mais Sobre