Caxumba

Visão Geral

O que é Caxumba?

Caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas – um dos três pares de glândulas que produzes saliva. As parótidas estão situadas entre suas orelhas e à frente delas. A caxumba é muito mais comum em crianças, e pode afetar uma das glândulas ou as duas.

A caxumba era mais comum no Brasil antes da vacina ser inventada. Após as vacinas serem incorporadas ao calendário dos postos de saúde, o número de casos reduziu drasticamente.

As complicações da caxumba são raras, e geralmente acontecem quando a pessoa contrai a doença na vida adulta. Não há tratamento específico para caxumba, por isso é importante prevenir seu aparecimento com a vacinação.

Causas

A caxumba é causada por um vírus, que se espalha de pessoa para pessoa por meio de saliva infectada. Se você não tomou a vacina, pode contrair caxumba ao conversar muito próximo da pessoa infectada, beijá-la ou então compartilhar utensílios como talheres, copos e pratos.

Caxumba provoca inchaço doloroso das glândulas salivares

Uma vez infectada com caxumba, a pessoa pode contaminar outros no período entre seis dias antes do início dos sintomas até cerca de 9 dias após início dos sintomas. O período de incubação (tempo até o início dos sintomas) pode ser de 14 a 25 dias, sendo mais comum ocorrer entre 16 a 18 dias.

O ser humano é o único hospedeiro natural da caxumba. Isso quer dizer que só é possível contrair pelo contato com outra pessoa infectada, não sendo possível contraí-la de animais ou plantas.

Sintomas

Sintomas de Caxumba

Algumas pessoas podem ter caxumba sem apresentar qualquer sintoma, ou então sinais muito brandos da doença. Quando os sintomas se desenvolvem, eles usualmente aparecem após duas ou três semanas do contato com o vírus. O primeiro e mais importante sintoma é o inchaço das glândulas salivares. Outros sintomas incluem:

  • Inchaço e dor nas glândulas salivares (paroditite), podendo ser em ambos os lados ou em apenas um deles
  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Fadiga e fraqueza
  • Perda de apetite
  • Dor ao mastigar e engolir.

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Caxumba

Caso haja suspeita de caxumba, o medico coleta uma amostra de sangue para investigar a presença da doença. Isso porque seu sistema imunológico produz anticorpos para combater a infecção, e estes circulam pelo seu sangue. Então, se você tem caxumba, o exame de sangue irá mostrar que os anticorpos estão sendo produzidos para combater o vírus.

Após receber o diagnóstico de caxumba, você pode querer fazer algumas perguntas e tirar suas dúvidas. Seguem algumas sugestões:

  • Que tipo de tratamento que você recomendaria?
  • Em quanto tempo os sintomas devem melhorar?
  • Existem remédios caseiros cuidados que poderiam ajudar a aliviar os sintomas?
  • Por quanto tempo a criança pode transmitir a doença?
  • O que fazer para reduzir o risco de infectar outras pessoas?.

Não hesite em fazer quaisquer outras perguntas sobre caxumba ao médico.

Na consulta médica

Consulte um médico caso seu filho apresente sinais de caxumba. Fazer uma lista com algumas informações pode ajudar no diagnóstico:

  • Histórico de sintomas, incluindo quando eles começaram e qual sua gravidade
  • Se a criança foi exposta recentemente a alguém infectado
  • Outros problemas de saúde que a criança tenha
  • Medicamentos ou suplementos que ela esteja tomando.

O medico também fará uma série de questões, e estar preparado para respondê-las pode ajudar a agilizar a consulta e otimizar o tempo:

  • Quais são os sintomas? Quando eles começaram?
  • Eles ficaram melhores ou piores com o tempo?
  • Há sinais de dor abdominal ou nos testículos?
  • Outras pessoas à sua volta estão apresentando os mesmos sintomas ou sentira a mesma coisa semanas atrás?
  • A criança está vacinada?
  • Ela foi tratada recentemente para alguma doença? Quais medicações recebeu?
  • Ela possui alguma condição médica crônica?
  • A criança precisa tomar algum medicamento ou suplemento contínuo? Qual?
  • Ela frequenta a escolar ou creche?
  • Você está grávida ou amamentando?.

Enquanto você espera um diagnostico, pode fazer compressas e usar medicamentos para aliviar a dor, como ibuprofeno e paracetamol. Entretanto, não dê aspirina para a criança, uma vez que esse medicamento associado a infecções virais pode aumentar o risco de Síndrome de Reye em crianças e adolescentes.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Caxumba

Assim como a maioria das infecções virais, a caxumba é tratada naturalmente pelo organismo. Felizmente, a maioria dos adultos e crianças se recupera da caxumba sem grandes complicações em duas semanas.

De forma geral, você não é considerado mais contagioso uma semana após o diagnóstico e pode retornar as atividades cotidianas.

Após a doença ser curada, a pessoa é considerada imune à caxumba.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

As complicações da caxumba são potencialmente sérias, mas raras. A maioria das complicações da caxumba envolvem inflamação e inchaço em alguma parte do corpo, tais como:

  • Testículos
  • Pâncreas, causando náusea a vômitos
  • Ovários e seios
  • Cérebro, podendo se tornar grave
  • Meningite, que pode ocorrer se o vírus da caxumba se espalha através de sua corrente sanguínea para infectar o seu sistema nervoso central.

Outras complicações incluem:

  • Perda de audição em um ou ambos os ouvidos, em casos raros
  • Complicações fetais, caso uma mulher grávida contraia a doença no primeiro trimestre de gestação.

Chame o seu médico se a criança se desenvolve:

  • Febre de 39 C ou maior
  • Problemas para comer ou beber
  • Confusão ou desorientação
  • Dor abdominal
  • Dor e inchaço dos testículos.

Convivendo/ Prognóstico

Se você ou seu filho tem caxumba, o tempo e o repouso são os melhores tratamentos. Você pode tomar algumas medidas para aliviar a dor e desconforto e evitar que a doença se espalhe:

  • Fique na cama até que a febre vá embora
  • Mantenha você ou seu filho em isolamento para evitar que a doença seja transmitida a outras pessoas
  • Em caso de dor, algum medicamento analgésico, como paracetamol
  • Faça uma compressa quente ou fria para aliviar a dor
  • Evite alimentos que exigem muita mastigação. Em vez disso, tente sopas ou alimentos macios, como purê de batata
  • Evite alimentos ácidos, como frutas cítricas ou sucos, que estimulam a produção de saliva
  • Beba muitos líquidos.

Prevenção

Prevenção

No geral, você é considerado imune a caxumba se já teve a infecção alguma vez na vida ou se tomou a vacina.

As vacinas que protegem de caxumba são a tetraviral e a tríplice-viral. Elas também imunizam contra rubéola e sarampo, no caso da tríplice viral, e também contra catapora, no caso da tetraviral.

Fontes e referências

  • -Ministério da Saúde; Clínica Mayo
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não