publicidade

O que é Depressão pós-parto?

Sinônimos: DPP

A depressão pós-parto é uma depressão moderada ou grave que acomete uma mulher após ela ter dado à luz um bebê. Ela pode ocorrer logo após o parto ou até um ano depois. Na maioria das vezes, ocorre dentro de 3 meses após o parto.

Depressão pós-parto: tristeza preocupa mãe após a gravidez

Causas

As mulheres geralmente apresentam alterações no humor durante a gravidez, especialmente depois da gravidez. Elas são causadas por alterações nos níveis hormonais. Muitos fatores não hormonais também podem afetar o humor durante esse período:

  • Alterações no corpo causadas pela gravidez e pelo parto
  • Mudanças no trabalho e nas relações sociais
  • Ter menos tempo e liberdade
  • Privação de sono
  • Preocupações com a habilidade como mãe

A sensação de ansiedade, irritação, tendência a chorar e inquietação é algo comum na primeira ou na segunda semana depois do parto. Esses sentimentos são muitas vezes chamados de pós-parto ou "depressão pós-parto". Esses sintomas quase sempre desaparecem logo sem a necessidade de tratamento.

A depressão pós-parto pode ocorrer quando a tristeza após o parto não desaparece ou quando os sinais da depressão aparecem um mês após o parto.

Você pode apresentar mais chances de sofrer de depressão pós-parto, se:

  • Tiver menos de 20 anos
  • Fizer uso abusivo de álcool, consumir substâncias ilegais ou fumar (esses fatores representam sérios riscos para a saúde do bebê)
  • Não tiver planejado ou desejado a gravidez
  • Já tiver apresentado quadro de depressão, transtorno bipolar (por exemplo, maníaco depressivo) antes da gravidez, incluindo depressão em uma gravidez anterior
  • Tiver passado por algo difícil durante a gravidez, incluindo uma doença, a morte ou doença de um ente querido, tiver passado por um parto difícil, de emergência ou prematuro, ou o bebê apresentar alguma doença ou anomalia
  • Tiver um familiar próximo que já teve depressão ou distúrbios de ansiedade
  • Tiver uma relação difícil com o parceiro ou não for casada
  • Estiver passando por problemas financeiros (baixa renda, problemas de moradia)
  • Receber pouco apoio da família, dos amigos e do parceiro

Exames

Não há um exame específico para diagnosticar a depressão pós-parto. Seu médico pode solicitar que você responda um questionário (como a Escala de depressão pós-parto de Edimburgo), durante a consulta, para verificar sinais ou riscos de depressão.

Em alguns casos, a depressão pós-parto pode estar relacionada a outros problemas de saúde. O hipotireoidismo, por exemplo, provoca sintomas como fadiga, irritabilidade e depressão. Mulheres com depressão pós-parto devem realizar exames de sangue para verificar as causas médicas da depressão.

Sintomas de Depressão pós-parto

Os sintomas da depressão pós-parto são os mesmos da depressão que ocorre em outros momentos da vida. Além da tristeza e da depressão, você poderá apresentar alguns dos seguintes sintomas:

  • Agitação e irritabilidade
  • Falta de apetite
  • Sensação de inutilidade ou perda
  • Sensação de reclusão ou desconexão social
  • Falta de prazer em todas ou quase todas as atividades
  • Falta de concentração
  • Falta de energia
  • Problemas para executar tarefas em casa ou no trabalho
  • Sentimentos negativos em relação ao bebê
  • Ansiedade considerável
  • Pensamentos sobre morte e suicídio
  • Problemas para dormir

Uma mãe com depressão pós-parto também pode:

  • Ser incapaz de se cuidar ou cuidar do bebê
  • Ficar com medo de ficar sozinha com bebê
  • Ter sentimentos negativos em relação ao bebê ou até pensar em machucá-lo (embora esses sentimentos sejam assustadores, essas ações raramente são executadas. Fale sobre isso com o seu médico imediatamente.)
  • Preocupar-se demais com o bebê ou ter pouco interesse no bebê

Buscando ajuda médica

Ligue para seu médico se perceber qualquer um dos seguintes sintomas:

  • Sua tristeza não passa duas semanas após o parto
  • Os sintomas de depressão ficam mais intensos
  • Sintomas de depressão aparecem a qualquer momento depois do parto, até meses mais tarde
  • Você tem dificuldade de executar tarefas domésticas ou profissionais
  • Você não consegue cuidar de você ou do bebê
  • Você pensa em se ferir ou ferir o bebê
  • Você desenvolve pensamentos que não são baseados na realidade ou começa a ouvir ou ver coisas que outras pessoas não veem

Não sinta medo de buscar ajuda imediatamente caso se sinta impotente e acredite que possa causar danos ao bebê.

PUBLICIDADE

Tratamento de Depressão pós-parto

Uma mãe com sintomas de depressão pós-parto deve procurar ajuda imediatamente.

Estas são outras dicas úteis:

  • peça ajuda ao seu parceiro, à família e aos amigos para atender às necessidades do bebê.
  • Não esconda seus sentimentos. Converse sobre eles com seu parceiro, seus familiares e seus amigos.
  • Não faça grandes mudanças na sua vida durante a gravidez ou logo após o nascimento do bebê.
  • Não tente fazer tudo ou ser perfeita.
  • Reserve um tempo para sair, visitar os amigos ou ficar sozinha com o parceiro.
  • Repouse o máximo possível. Durma quando o bebê estiver dormindo.
  • Converse com outras mães ou procure um grupo de apoio.

O tratamento para a depressão pós-parto muitas vezes inclui medicamentos, terapia ou uma combinação dos dois.

  • Se você for diagnosticada com depressão, poderá precisar de acompanhamento nos próximos seis meses.
  • Existem vários tipos de medicamentos antidepressivos que podem ser dados a mães que estejam amamentando, incluindo paroxetina, sertralina e nortriptilina.
  • Consulte seu médico ou um enfermeiro para obter a indicação de um terapeuta. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) e a terapia interpessoal (TIP) são tipos de terapia eficientes para tratar a depressão pós-parto.

Se você tem pensado em causar danos a si própria ou ao bebê, busque ajuda médica imediatamente.

PUBLICIDADE

Expectativas

Medicamentos e psicoterapia profissional costumam ser bem-sucedidos na redução ou eliminação dos sintomas da depressão pós-parto.

Complicações possíveis

Se não for tratada, a depressão pós-parto poderá durar meses ou anos, podendo representar um risco para você e para o bebê.

As possíveis complicações em longo prazo são as mesmas que em uma depressão maior.

Prevenção

Receber apoio da família, dos amigos e dos colegas pode ajudar a reduzir a seriedade da depressão pós-parto, mas não evita o problema.

Questionários de triagem podem ajudar a obter a detecção da depressão ou dos riscos de que esta ocorra.

Mulheres que já tiveram depressão pós-parto terão menos chance de apresentar o quadro novamente se começarem a tomar antidepressivos logo após o parto.

Fontes e referências:

  • Massachusetts General Hospital Center for Women's Mental Health: Postpartum Psychiatric Disorders. Acessado em 10 de agosto de 2010.

  • Pearlstein T, Howard M, Salisbury A, Zlotnick C. Postpartum depression. Am J Obstet Gynecol. 2009;200:357-364.

  • ACOG Committee on Practice Bulletins--Obstetrics. ACOG Practice Bulletin: Clinical management guidelines for obstetrician-gynecologists number 92. Use of psychiatric medications during pregnancy and lactation. Obstet Gynecol. 2008;111:1001-1020.

  • Depression during and after pregnancy. Atualizado em 6 de março de 2009. Acessado em 10 de agosto de 2010.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
depressão pós-parto

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X