Glomerulonefrite: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Glomerulonefrite?

Sinônimos: nefrite crônica, doença glomerular

A glomerulonefrite é uma inflamação do glomérulo, uma unidade funcional do rim formada por capilares, no qual ocorre a filtragem do sangue e, também, a formação da urina. Os glomérulos são responsáveis por remover o excesso de fluidos, eletrólitos e demais resíduos da corrente sanguínea e passá-los para a urina.

PUBLICIDADE

Tipos

Se a glomerulonefrite ocorrer isoladamente, ela é chamada de glomerulonefrite primária. Por outro lado, se a doença por causada por outra condição de saúde, como lúpus ou diabetes, ela é chamada de glomerulonefrite secundária.

Causas

Muitas condições podem causar glomerulonefrite. Às vezes, a causa é desconhecida. As condições que podem levar à inflamação dos glomérulos são:

Infecções

  • Glomerulonefrite pósestreptocócica, que geralmente ocorre uma a duas semanas após a recuperação de uma infecção bacteriana na garganta ou, mais raramente, após uma infecção de pele, como impetigo. Para combater esses tipos de infecções, o corpo produz anticorpos extras que podem, eventualmente, instalarse nos glomérulos, levando ao quadro inflamatório. Crianças são mais propensas a desenvolver esta forma da doença
  • Endocardite bacteriana. As bactérias pode se espalhar pela corrente sanguínea e se alojar no coração, causando uma infecção de uma ou mais válvulas do órgão. Pessoas com problemas cardíacos são mais propensas a desenvolver endocardite bacteriana. A relação entre o problema e glomerulonefrite existe, mas os médicos ainda não sabem dizer exatamente como
  • Infecções virais, como os das hepatites B e C, como o de HIV, podem eventualmente desencadear glomerulonefrite.

Doenças autoimunes

  • Lúpus. Essa doença pode afetar muitas partes do corpo, incluindo a pele, articulações, rins, células do sangue, coração e pulmões
  • Síndrome de Goodpasture, uma doença pulmonar imunológica rara, muito similar à pneumonia, mas que provoca sangramento nos pulmões, bem como glomerulonefrite
  • Nefropatia. Caracterizada por episódios recorrentes de sangue na urina, esta doença é resultado do depósito de imunoglobulina A (IgA) nos glomérulos.

Vasculite

  • Poliartrite, que afeta artérias de pequeno e médio porte em várias regiões do corpo, como coração, rins e os intestinos grosso e delgado
  • Granulomatose de Wegener, que, assim como a primeira, afeta os pulmões, vias aéreas superiores e também os rins.

Condições que podem causar cicatrizes nos glomérulos

  • Hipertensão, que pode prejudicar os rins e comprometer seu funcionamento
  • Doença renal diabética ou nefropatia diabética
  • Glomeruloesclerose segmentar e focal, caracterizadas por cicatrização difusa de alguns dos glomérulos.

A glomerulonefrite pode, eventualmente, evoluir para a forma crônica da doença – principalmente após uma crise de glomerulonefrite aguda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Sintomas

Sintomas de Glomerulonefrite

Os principais sintomas de glomerulonefrite dependem muito das causas da doença e se ela é aguda ou crônica. Confira:

  • Urina com cor anormal, podem ter uma coloração rosada ou mais escura, por causa da presença de sangue
  • Urina espumosa devido ao excesso de proteína (proteinúria)
  • Hipertensão
  • Retenção de líquidos (edema), com inchaço no rosto, mãos, pés e no abdômen
  • Fadiga resultante de insuficiência renal ou de anemia
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta com um médico se você apresentar sintomas que lhe causem preocupação e que você suspeite que possam estar relacionados a algum problema nos rins – principalmente se você já tiver diagnosticado com alguma outra condição de saúde que aumente os riscos de uma doença renal.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar glomerulonefrite são:

  • Clínico geral
  • Nefrologista
  • Urologista
  • Hematologista
  • Proctologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quais são os seus sintomas?
  • Quando seus sintomas surgiram?
  • Qual a intensidade dos sintomas?
  • Qual a frequência dos sintomas?
  • Você foi diagnosticado recentemente com alguma condição de saúde? Qual?
  • Você tem problemas nos rins?
  • Você está fazendo uso de algum tipo de medicamento? Qual?
  • Você está passando por algum tratamento? Qual?
  • Você tem histórico familiar de doença renal?
  • Você tem alguma doença autoimune?

Diagnóstico de Glomerulonefrite

Os sinais e sintomas específicos podem sugerir um quadro de glomerulonefrite, mas a condição muitas vezes só vem à tona quando um exame de urina mostra resultado anormal. Os testes para avaliar a função renal e fazer um diagnóstico mais preciso de glomerulonefrite incluem:

  • Exame de urina
  • Exames de sangue
  • Exames de imagem, como radiografias, ultrassonografias ou, ainda, uma tomografia computadorizada
  • Biopsia renal, que envolve a utilização de uma agulha especial para extrair pequenos pedaços de tecido de rim para uma análise minuciosa em laboratório. Este tipo de procedimento é quase sempre necessário para confirmar um diagnóstico de glomerulonefrite.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Glomerulonefrite

O tratamento para glomerulonefrite tem como principal objetivo proteger os rins e evitar que haja mais danos. O tipo de tratamento mais indicado para cada caso depende muito se ela é aguda ou crônica, a causa subjacente, o tipo e a gravidade dos sintomas.

Alguns casos de glomerulonefrite aguda, especialmente aqueles que ocorrem após uma infecção bacteriana, tendem a melhorar espontaneamente e muitas vezes não requerem tratamento específico.

Medicamentos para Glomerulonefrite

Os medicamentos mais usados para o tratamento de glomerulonefrite são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Se você tem uma doença renal, incluindo glomerulonefrite, o médico pode recomendar algumas mudanças de estilo de vida, a fim de auxiliar no tratamento e acelerar a recuperação. Confira:

  • Restrinja o consumo de sal para evitar ou minimizar a retenção de líquidos, o inchaço e a hipertensão
  • Evite o consumo de proteínas e potássio, a fim de retardar o acúmulo de resíduos no seu sangue
  • Mantenha sempre um peso saudável
  • Controle o nível de açúcar no sangue, principalmente se você tiver diabetes
  • Se você fuma, pare de fumar.

Complicações possíveis

A glomerulonefrite pode danificar os rins a ponto de eles perderem totalmente a capacidade de filtragem do sangue. Como resultado, os fluidos, eletrólitos e resíduos que deveriam ir embora com a urina se acumulam por toda a corrente sanguínea.

As complicações possíveis decorrentes de glomerulonefrite podem incluir:

Expectativas

O tratamento para glomerulonefrite pode ser bem sucedido ou não. Tudo dependerá do tipo de doença, da causa subjacente e da forma como médico e paciente administrarão os cuidados que devem ser tomados com a doença.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

Prevenção

Não há nenhuma forma conhecida capaz de prevenir a maioria das formas de glomerulonefrite. No entanto, algumas medidas podem ajudar, veja:

  • Procure tratamento imediato para tratar uma infecção bacteriana que esteja lhe causando dor de garganta ou impetigo
  • Faça sexo sempre usando preservativos a fim de evitar o contágio por vírus como HIV e das hepatites
  • Controle a pressão arterial e diminua as chances de desenvolver hipertensão e, consequentemente, doença renal
  • Controle a quantidade de açúcar do sangue para ajudar a prevenir a nefropatia diabética.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Mayo Clinic
  • The National Kidney Foundation
  • Manual Merck