Tendinite do manguito rotador

Visão Geral

O que é Tendinite do manguito rotador?

O manguito rotador consiste em um grupo de músculos e tendões que se prendem aos ossos da articulação do ombro, permitindo a movimentação do ombro e mantendo-o estável.

  • Tendinite do manguito rotador referese à irritação desses tendões e a inflamação da bursa (uma camada normalmente macia) que reveste esses tendões.
  • A ruptura de um manguito rotador ocorre quando um dos tendões é lesionado por uso excessivo ou ferimento.

Sinônimos

Ombro de nadador, ombro de tenista

Causas

A articulação do ombro é uma junta articulada em que a parte superior do osso do braço (úmero) forma uma junta com a escápula. O manguito rotador mantém a cabeça do úmero dentro da escápula e controla o movimento da articulação do ombro.

Os tendões do manguito rotador passam por baixo da área óssea em direção à união com a parte superior do osso do braço. Quando esses tendões ficam inflamados, eles podem se tornar mais desgastados nessa área durante os movimentos do ombro. Às vezes, um osteófito pode estreitar o espaço ainda mais.

Esse problema é chamado de tendinite do manguito rotador ou síndrome do impacto e pode ocorrer ao:

  • Manter o braço na mesma posição por um longo período, como ao trabalhar no computador ou arrumar o cabelo
  • Dormir sobre o mesmo braço todas as noites
  • Praticar esportes que exigem que o braço seja movido sobre a cabeça repetidamente, como no tênis, beisebol (especialmente no lançamento), natação e no levantamento de peso sobre a cabeça.
  • Trabalhar com o braço levantado por muitas horas ou dias (como pintores e carpinteiros)
  • Coordenar ou controlar insatisfatoriamente o ombro e os músculos da escápula

A má postura por muitos anos e o desgaste normal dos tendões que ocorre com a idade também podem levar à tendinite do manguito rotador.

Lacerações do manguito rotador podem ocorrer de duas maneiras:

  • Uma laceração súbita ou aguda ao cair sobre o braço esticado ou após um movimento súbito não controlado ao tentar levantar algo pesado.
  • Uma laceração crônica do tendão do manguito rotador ocorre lentamente com o tempo. É mais provável em pessoas com tendinite crônica ou síndrome do impacto. Em algum momento, o tendão ficará desgastado e se romperá.

Há dois tipos de laceração do manguito rotador:

  • A laceração parcial ocorre quando uma laceração não rompe completamente os ligamentos do osso.
  • A laceração total ou profunda refere-se a uma ruptura completa. Ela pode ser pequena, como a cabeça de um prego, ou afetar todo o tendão do músculo. Rupturas completas provocam o deslocamento do tendão do ponto de união e não saram muito bem.

Exames

Um exame físico pode revelar sensibilidade no ombro. Pode haver dor quando o ombro é levantado acima da cabeça. Normalmente, há uma fraqueza do ombro quando colocado em determinadas posições.

Raios X do ombro podem mostrar um osteófito. Eles podem ser realizados no consultório médico.

Se o médico suspeitar que você está com uma laceração do manguito rotador, você poderá fazer um ou mais dos seguintes testes:

  • Um exame de ultrassom usa ondas sonoras para criar uma imagem da articulação do ombro. Em geral, ele pode mostrar uma laceração no manguito rotador.
  • A ressonância magnética do ombro pode mostrar inchaço ou uma laceração no manguito rotador.

Às vezes, um teste de imagiologia especial, chamado artrografia, é necessário para diagnosticar uma laceração do manguito rotador. O médico injetará um contraste na articulação do seu ombro. Em seguida, uma radiografia, tomografia ou ressonância magnética é usada para obter uma imagem. O contraste geralmente é usado quando o médico suspeita de uma laceração pequena do manguito rotador.

Sintomas

Sintomas de Tendinite do manguito rotador

Tendinite ou síndrome do impacto

No início, a dor ocorre em atividades em que o braço permanece acima da cabeça ou elevado para o lado. Essas atividades incluem escovar o cabelo, alcançar objetos em prateleiras ou praticar um esporte que use movimentos do braço acima da cabeça.

  • A dor é mais provável na parte da frente do ombro e pode irradiar para o lado do braço. Entretanto, essa dor sempre para antes de chegar nos cotovelos. Se a dor se desloca além do braço para o cotovelo e a mão, isso pode indicar um nervo comprimido.
  • Também pode haver dor ao abaixar os ombros de uma posição levantada.

Inicialmente, essa dor pode ser branda e ocorrer apenas com certos movimentos do braço. Com o tempo, a dor pode estar presente com o braço em repouso ou à noite, principalmente ao deitar sobre o ombro afetado.

Você pode apresentar fraqueza e perda de movimento ao erguer o braço acima da cabeça. Seu ombro pode ficar rígido ao levantar peso ou movimentar-se. Pode se tornar mais difícil levar o braço às costas.

Lacerações do manguito rotador

A dor de uma laceração súbita após uma queda ou lesão geralmente é intensa. Normalmente, há fraqueza do ombro e do braço, assim como uma sensação de estalo durante a movimentação.

Os sintomas de uma laceração crônica do manguito rotador incluem aumento gradual da dor, fraqueza e rigidez ou perda de movimento. O momento exato em que uma laceração do manguito rotador inicia em alguém com tendinite crônica pode ou não ser percebida.

A maioria das pessoas com lacerações de tendão do manguito rotador sentem dor à noite. As dores que pioram durante a noite podem acordá-lo. Durante o dia, a dor é mais tolerável e ocorre com certos movimentos.

Com o tempo, os sintomas ficam muito piores e não são aliviados por medicamentos, descanso ou exercício.

Buscando ajuda médica

Marque uma consulta com seu médico se tiver dor persistente no ombro. Faça o mesmo caso os sintomas não melhorem com o tratamento.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Tendinite do manguito rotador

Tendinite ou síndrome do impacto

O tratamento envolve repousar o ombro e evitar atividades que provoquem dor. Pode consistir em:

  • Aplicar bolsas de gelo no ombro por 20 minutos, 3 a 4 vezes por dia
  • Tomar drogas como ibuprofeno e naproxeno para ajudar a reduzir o inchaço e a dor
  • Evitar ou reduzir atividades que possam causar ou piorar os sintomas

Para obter mais informações sobre como controlar os sintomas em casa e ao voltar à prática de esportes ou outras atividades, consulte Manguito rotador - cuidados caseiros.

Você deve iniciar a fisioterapia para aprender exercícios de alongamento e para fortalecer os músculos do manguito rotador.

Se a dor persistir ou se a fisioterapia não for possível por causa de dor severa, uma injeção de esteroides poderá ajudar a reduzir a dor e o inchaço dos tendões afetados o suficiente para permitir uma fisioterapia eficaz.

Com descanso e exercícios, os sintomas geralmente melhoram ou desaparecem. Entretanto, isso pode levar semanas ou meses para acontecer.

A artroscopia pode ser usada para remover tecidos inflamados e parte do osso que se localiza acima do manguito rotador. Remover o osso pode aliviar a pressão nos tendões.

Lacerações do manguito rotador

Uma pessoa com laceração parcial do manguito rotador que normalmente não sobrecarrega o ombro pode tentar descansar e se exercitar.

Se o manguito rotador tiver uma ruptura completa ou se os sintomas persistirem apesar de uma terapia conservadora, poderá ser necessária uma cirurgia para reparar o tendão. Na maior parte dos casos, a cirurgia artroscópica pode ser usada. Alguns rompimentos amplos requerem cirurgia aberta para reparar o tendão lesionado.

Prevenção

Prevenção

Evite movimentos repetitivos acima do nível da cabeça. Fortaleça o ombro em grupos de músculos opostos.

Consulte também: Manguito rotador - cuidados caseiros

Convivendo (prognóstico)

Expectativas

Muitas pessoas se recuperam completamente após combinar medicamentos, fisioterapia e injeções de esteroides após um episódio de tendinite do manguito rotador. Algumas precisam alterar ou reduzir o tempo dedicado a certos esportes para se verem livres da dor.

As pessoas com rupturas do manguito rotador tendem a ter bons prognósticos, embora o resultado dependa enormemente do tamanho da ruptura e de quanto tempo ela esteve presente, bem como da idade e do nível de funcionalidade anterior à lesão.

Fontes e referências

  • Burbank KM, Stevenson JH, Czarnecki GR, Dorfman J. Chronic shoulder pain: part II. Treatment. Am Fam Physician. 2008;77(4):493-497.
  • Burbank KM, Stevenson JH, Czarnecki GR, Dorfman J. Chronic shoulder pain: part I. Evaluation and diagnosis. Am Fam Physician. 2008;77(4):453-460.
  • Greiwe RM, Ahmad CS. Management of the throwing shoulder: cuff, labrum and internal impingement. Orthop Clin North Am. 2010 Jul;41(3):309-23.
  • Matsen III FA, Fehringer EV, Lippitt SB, Wirth MA, Rockwood Jr. CA. Rotator cuff. In: Rockwood CA Jr, Matsen FA III, Wirth MA, Lippitt SB, eds. The Shoulder. 4th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2009:chap 17.
  • Seida JC, LeBlanc C, Schouten JR, Mousavi SS, Hartling L, Vandermeer B, Tjosvold L, Sheps DM. Systematic review: nonoperative and operative treatments for rotator cuff tears. Ann Intern Med. 2010 Aug 17;153(4):246-55.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não