Espermograma: avaliando da fertilidade do homem

Aprenda o que significam os resultados desse exame, feito pelos homens que querem ter filhos

O que é o espermograma

É um exame laboratorial que analisa a qualidade do sêmen do paciente, segundo alguns critérios definidos pela Organização Mundial da Saúde, a partir de uma amostra coletada pelo homem por meio de masturbação. Ele analisa desde o aspecto do ejaculado em si, até a quantidade e as condições dos espermatozoides na amostra, podendo assim verificar como está a fertilidade do homem, além de muitas vezes apontar para outros fatores da saúde reprodutiva masculina, como as condições da próstata, por exemplo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Outros nomes

Análise do sêmen, contagem espermática, citologia seminal, estudo da morfologia espermática

Quando o exame é pedido

Esse é o principal exame para avaliar a fertilidade masculina, e é realizado quando existe alguma condição física, imunológica ou genética que possa alterar as condições espermáticas e interferir na fertilidade do homem. Normalmente ele é pedido após um exame clínico, por isso mesmo ele não tem uma periodicidade para ser feito. A qualidade do sêmen precisa ser avaliada em situações como: casais que estão tentando engravidar e homens no pós-cirúrgico de vasectomia, mas existem outros critérios médicos.

Como é feito o espermograma

A coleta é feita através da masturbação, para tanto os laboratórios fornecem estímulos visuais: como filmes e revistas. Na hora da coleta, é muito importante que o paciente ejacule dentro do frasco e não faça uso de lubrificantes, pois essas condições interferem no resultado do exame.

Esse material é enviado ao laboratório, onde é feita uma avaliação descritiva do sêmen, enfatizando principalmente a motilidade (ou seja, a capacidade de se mover) e a morfologia (características físicas) do espermatozoide. Primeiro eles avaliam as condições físicas do sêmen, como o volume, viscosidade, liquefação, coloração e pH (medida que termina a acidez de um material). Então, a análise se torna microscópica, verificando a concentração de espermatozoides, qual a motilidade total e progressiva, a vitalidade desses gametas e se está tudo certo com sua estrutura. Também são medidas as quantidades de leucócitos no esperma (células de defesa do nosso corpo) e de compostos como ácido nítrico e frutose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Normalmente os médicos pedem duas coletas, com intervalo de 15 dias, para que se possa comparar ambos os resultados. Caso as análises deem resultados muito diferentes, um terceiro exame é pedido para tirar a teima.

Pré-requisitos

O essencial é que o paciente tenha abstinência sexual de 2 a 7 dias. No caso, não apenas o sexo, como também a masturbação e qualquer outra ação que cause ejaculação. Não é necessário jejum alimentar nem nenhum outro tipo de cuidado.

Recomendações pós-exame

Após a coleta não há nenhum cuidado específico que o paciente precise seguir. Ele pode voltar à sua rotina normalmente.

Contraindicações

Não há contraindicações para o exame de espermograma, ele pode ser feito por qualquer homem em idade reprodutiva.

Possíveis complicações

Por se tratar de um exame de coleta e análise laboratorial, o espermograma não envolve complicações ou riscos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O que significa o resultado do espermograma?

Os resultados do espermograma mostram como está a fertilidade do paciente, ou seja, se seus espermatozoides estão em condições de chegar com vida ao óvulo nas trompas da mulher, após o ato sexual. Ele também pode trazer a suspeita de que existem outros problemas em órgãos reprodutores masculinos, principalmente na próstata.

São analisados fatores macroscópicos, como o volume, viscosidade, liquefação (quanto tempo o material demora para ficar líquido), coloração e pH do sêmen, e também quesitos microscópicos, que incluem a concentração de espermatozoides, motilidade (capacidade de locomoção) espermática total e progressiva, vitalidade espermática e morfologia dos gametas.

O resultado de um espermograma, porém, não é definitivo. Normalmente são pedidos dois exames com 15 dias de intervalo. Se os resultados forem semelhantes, há um diagnóstico. Se houver alguma diferença, o médico pode pedir uma terceira coleta, para não deixar nenhuma dúvida.

Valores normais

Parâmetros seminaisValores de referência
VolumeIgual ou maior que 1,5 ml
pHEntre 7,2 e 8,0
CorBranco opalescente
LiquifaçãoIgual ou maior que 30 minutos e completa
ViscosidadeNormal
Concentração espermáticaIgual ou maior que 15 milhões de espermatozoides por mililitro de sêmen
Número total de espermatozoidesIgual ou maior que 39 milhões de espermatozoides por ejaculação
Motilidade32% ou mais de espermatozoide móveis progressivos e 40% ou mais de espermatozoides móveis totais
Morfologia4% ou mais com formas normais
Vitalidade58% ou mais formas vivas

Fonte: World Health Organization: WHO Laboratory manual for the examination and processing of human semen, 2010.

O que significam resultados anormais

O diagnóstico varia conforme a alteração do quesito observado.

Volume Se o valor for menor do que 1,5 ml significa o quadro de hipospermia, ou seja, o homem não tem grande quantidade de esperma por ejaculação, e isso pode dificultar sua fertilidade. Isso pode ocorrer porque há alguma obstrução no canal seminal, infecção ou insuficiência vesicular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quando o volume é muito alto, ou seja, ultrapassa 5 ml, lança-se a suspeita de que há algum infecção nas glândulas anexas ou tumores na próstata ou vesículas. Mas se esse valor vem acompanhado de baixa vitalidade dos espermatozoides e redução no ácido nítrico e frutose, pode ser apenas um reflexo de abstinência sexual por mais de 7 dias. Esse excesso é chamado de hiperespermia.

Muitas vezes pode haver também a ausência de ejaculado, a chamada aspermia, que pode ocorrer por alguma obstrução no caminho do sêmen ou devido a ejaculação retrógrada.

pH Essa medida indica a acidez do sêmen. Uma substância é ácida quando o valor é menor do que 7, e quanto menor o número mais ácida ela é. O pH considerado normal do esperma é maior do que 7,2 e menor do que 7,8. Menos do que isso pode indicar alguma obstrução dos canais seminais. E mais do que isso indica algum problema na próstata.

Cor A coloração normal é parecida com uma clara de ovo. Se ela estiver amarelada, pode significar algum infecção, e se estiver avermelhada demonstra algum problema na próstata, até mesmo um câncer.

Liquefação A liquefação, estado em que o sêmen fica líquido, ocorre normalmente em 60 minutos. Menos de 30 minutos pode indicar alguma disfunção na próstata.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Viscosidade Ela é considerada normal quando, ao ser gotejada, forma filamentos de mais de 2 centímetros. Se o sêmen for mais consistente do que isso, pode ser sinal de uma inflamação na próstata ou disfunção nas vesículas seminais.

Número de espermatozoides Muitas vezes o problema pode estar na quantidade de gametas do homem: se a contagem for abaixo de 15 milhões por mililitro, condição chamada de oligozoospermia, isso significa que há poucos espermatozoides no sêmen, o que pode ocasionar uma maior dificuldade na fecundação. Pode haver também a ausência de gametas, a azoospermia.

Alguns homens podem apresentar também a polizosspermia, ou seja, um número maior do que 200 milhões de espermatozoides por ejaculado. Essa condição é rara, mas não é significa um problema de fertilidade.

Motilidade dos espermatozoides Eles podem ser classificados em quatro categorias:

  • Tipo A: gametas que se movem rapidamente para frente
  • Tipo B: gametas que se movem lentamente para frente
  • Tipo C: gametas que se movem, mas sem uma direção certa
  • Tipo D: gametas que não se movem.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Um resultado considerado positivo precisa ter 32% ou mais na categoria A e B. Se o resultado der 25% apenas na categoria A, já significa um quadro de astenozoospermia, ou seja, os espermatozoides, por mais que tenham uma boa contagem, não conseguem se mover de forma eficiente para as trompas, onde encontram com o óvulo.

Vitalidade Indica quantos dos espermatozoides são ejaculados vivos. Quando 75% deles estão mortos, o quadro se chama necrozoospermia.

Fontes consultadas
Patologista clínica Adília Segura (CRM-DF 3279), do laboratório Exame, no Distrito Federal
Geneticista Ciro Martinhago (CRM-SP 102030), diretor do departamento de genética médica do SalomãoZoppi Diagnósticos
Farmacêutica Erika Oliveira Semaco, andrologista da Huntington Medicina Reprodutiva
Urologista especialista em reprodução humana Mauro Bibancos Rosa, médico da Huntington Medicina Reprodutiva