PUBLICIDADE

Cure a síndrome dos ovários policísticos com nutrição funcional

Faça da sua alimentação o seu remédio

O mal significa uma desordem complexa e multigênica, que afeta grande parte das mulheres, principalmente as em idade reprodutiva. Na maioria dos casos, pode causar infertilidade por anovulação, ou fazer com que a mulher tenha maior risco de ter diabetes, doenças vasculares, câncer do endométrio e ser obesa, além da comum resistência a insulina.

A melhor maneira para controlar os sintomas da doença é ter uma alimentação balanceada e feita de acordo com as necessidades do organismo da paciente. O tratamento nutricional funcional auxilia na prevenção de patologias associadas à síndrome e ajudam a restabelecer o equilíbrio bioquímico do organismo da mulher, sempre levando em consideração a individualidade de cada uma.

Uma dieta com baixa ingestão de gorduras saturadas, com baixo índice glicêmico e rica em fibras e em alimentos antioxidantes é uma ótima escolha para as pacientes. Esse tipo de alimentação, em curto prazo, reduz os sintomas, e em longo prazo diminui as chances da mulher ter as doenças ligadas à sensibilidade a insulina.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma alternativa para as que possuem essa sensibilidade é uma suplementação com micronutrientes e substâncias naturais ao organismo, pois fazem com que a resistência diminua.

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo.

Para saber mais, acesse: www.nutrijobst.com

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)