PUBLICIDADE

Jejum intermitente no método 16:8 pode ser mais eficaz, diz estudo

A prática auxilia na perda de peso e melhora a pressão arterial

Cada vez mais surgem novos benefícios da prática do jejum intermitente, principalmente para aqueles que buscam levar uma vida mais saudável. O método também é utilizado para emagrecimento, já que seu objetivo é fazer com que o corpo utilize estoques de gordura do corpo para gerar energia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um dos tipos do jejum, inclusive, está sendo estudado, que é o jejum 16:8, em que o praticante pode ser alimentar em um intervalo de 8 horas durante o dia e, nas 16 horas seguintes, ele faz o jejum. Ou seja, das 10h às 18h, por exemplo, seria o período que você teria liberado para comer.

Durante esse tempo de 8 horas, a alimentação é liberada sem nenhum tipo de restrições de calorias. O metabolismo e o controle de açúcar no sangue são mais elevados no período da manhã, por isso esse formato do jejum intermitente foi pensado para que as calorias sejam queimadas de forma mais eficiente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Durante o período de jejum de 16 horas, é recomendado que o praticante beba muita água. Além disso, está liberado o consumo de chá e café preto sem açúcar.

Jejum 16:8 é uma boa opção?

Um estudo publicado na revista Nutrition And Healthy Aging relata o experimento realizado com 23 adultos com obesidade durante 12 semanas. O grupo praticou o jejum intermitente e restringiu sua alimentação entre às 10h e às 18h, comendo o que quisessem dentro desse horário. No final do estudo, os pesquisadores puderam notar que os participantes ingeriram 350 calorias a menos por dia, em comparação com o grupo de controle, usado como base para o estudo, o que gerou perda de peso e melhora na pressão arterial.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Esses resultados sugerem que praticar o jejum intermitente dessa forma pode ser muito eficaz para a perda de peso, porém, não tão eficaz quanto o jejum em dias alternados que é responsável por criar um déficit calórico geral maior.

Os especialistas também observaram que o consumo de bebidas cafeinadas durante o jejum pode perturbar o ritmo circadiano, afetando o funcionamento do metabolismo.O jejum de 16 horas força o corpo a entrar em cetose, o que significa que o corpo começa a queimar gordura para gerar energia, o que também contribui para a perda de peso.