PUBLICIDADE

Mandioca: 11 benefícios, como consumir e receitas

Alimento pode amenizar os danos de raios ultravioletas na pele

Mandioca previne anemia e melhora o funcionamento do intestino - Foto: Luis Echeverri Urrea
Mandioca previne anemia e melhora o funcionamento do intestino - Foto: Luis Echeverri Urrea

Mandioca, macaxeira, aipim. Como esse alimento é chamado na sua região? Independente do nome, esse tubérculo é amado pelos quatro cantos do Brasil. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o país é o segundo maior produtor de mandioca do mundo. Conheça mais sobre a mandioca.

O que é mandioca?

A mandioca é uma raiz tuberosa originária da América do Sul, conhecida de maneiras diferentes em várias regiões do Brasil. É um alimento rico em potássio e fibras, além de ser uma ótima fonte de vitamina C, folato, saponinos e resveratrol. Veja a composição nutricional da mandioca conforme a tabela abaixo:

Componentes Quantidade (100 gr)
Gorduras Totais 0,3 g
Gorduras Saturadas 0,1 g
Gorduras Poliinsaturadas 0 g
Gorduras Monoinsaturadas 0,1 g
Colesterol 0 mg
Sódio 14 mg
Potássio 271 mg
Carboidratos 38 g
Fibra Alimentar 1,8 g
Proteínas 1,4 g
Vitamina A 13 IU
Vitamina C 20,6 mg
Cálcio 16 mg
Ferro 0,3 mg
Vitamina B6 0,1 mg
Magnésio 21 mg
Calorias 159

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Receitas

Bolinho light de carne e mandioca: ótima receita para seguir na dieta

Consumo na gestação

O consumo feito com moderação é indicado para gestantes, segundo Thayana. "É benéfico ao intestino já que na gravidez o órgão fica mais lento. A mandioca também possui folatos que auxiliam na formação do tubo neural no feto. E, por fim, fornece uma boa quantidade de energia para a mãe e para o bebê sem causar picos de glicemia, prevenindo o diabetes gestacional", explica.

Mandioca na alimentação infantil

Leticia recomenda que a mandioca seja introduzida na alimentação infantil junto com primeiras papinhas, que geralmente são oferecidas à criança a partir do 6º mês. "Recomendo variar com batata, mandioquinha e inhame. Por ser rica em fibras, carboidratos, vitaminas e minerais, a mandioca só faz bem à saúde das crianças", complementa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Contraindicações e cuidados

Não existe nenhum tipo de contraindicação para o consumo desse alimento, mas um cuidado importante precisa ser tomado. "A mandioca não pode ser consumida crua", alerta a nutricionista. Algumas espécies de mandioca possuem uma substância chamado ácido cianídrico, que pode causar intoxicação por ingestão. "Nas espécies de mandioca mais populares do Brasil, chamadas de mandioca de mesa, a concentração de ácido cianídrico é insignificante. Na espécie conhecida como mandioca brava há uma quantidade maior desta toxina e, se ela não for bem cozida ou consumida crua, pode provocar uma intoxicação", complementa.

Referências