PUBLICIDADE

Melasma e hiperpigmentação: o que são e como prevenir?

Durante o Minha Vida Ao Vivo, o dermatologista Elimar Gomes tirou dúvidas sobre o assunto

Sabe aquela mancha escurecida que apareceu em seu rosto e você não sabe o porquê? A recomendação é procurar um dermatologista, isso porque ela pode indicar um melasma ou outro tipo de hiperpigmentação.

Se os nomes parecem confusos, fique tranquila! Durante o Minha Vida Ao Vivo patrocinado pela Eucerin, Elimar Gomes, dermatologista e cirurgião dermatológico, esclareceu diferentes dúvidas sobre o assunto. Quer entender um pouco mais sobre melasma e hiperpigmentação? Confira as principais perguntas ou assista na íntegra clicando aqui.

Minha Vida: O que é hiperpigmentação e quais os principais tipos?

Elimar Gomes: Nós, dermatologistas, chamamos de hiperpigmentação todas as alterações da pele que levam ao seu escurecimento e, entre os tipos, podemos mencionar três principais. O primeiro, muito conhecido, é o que chamamos de melanose solar, que é quando aparecem aquelas manchinhas no dorso das mãos, principalmente em pessoas mais velhas e que tomaram muito sol durante a vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outro tipo é o que chamamos de hiperpigmentação pós-inflamatória. Por exemplo: algumas pessoas com cicatrizes de acne tem o local da cicatriz um pouco escurecido pela inflamação. Ou, aparecem ainda, na região das axilas e outras áreas de dobras com atrito que também podem ficar escurecidas.

Um outro tipo importante é o melasma. Ele também é uma hiperpigmentação importante e acontece principalmente na face.

Minha Vida: Quais são as causas do melasma?

Elimar Gomes: É importante pensar que o melasma é um distúrbio de pigmentação, um erro crônico na pigmentação da pele e sua principal causa é a exposição à radiação ultravioleta do sol. É lógico que existem outros fatores causais envolvidos, como os hormonais. Por esse motivo, o melasma é muito mais comum em mulheres do que nos homens, já que elas se expõem mais aos anticoncepcionais, aos hormônios da gravidez e isso facilita o aparecimento do melasma.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O melasma se apresenta como manchas acastanhadas que, geralmente, são simétricas. Então quando elas acontecem no rosto, aparecem nos dois lados. Às vezes também acontece na região do lábio superior e no dorso nasal.

Ele provoca um escurecimento na pele que vai ficar muito diferente da pele do rosto e isso provoca um impacto muito grande, porque as pessoas não gostam dessas manchas. E, como ele é mais comum em mulheres, e geralmente a ela está muito mais preocupada com a beleza e a pele do rosto, a uniformidade da cor é importante, por isso o melasma costuma ser tão impactante.

Minha Vida: Há como prevenir o melasma?

Elimar Gomes: Sem dúvidas! Como eu disse, a principal causa do melasma é a exposição à radiação ultravioleta do sol, o uso regular de protetor solar é extremamente importante nessa prevenção.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Existem estudos, por exemplo, que mostram que as mulheres grávidas, momento no qual o melasma começa, na grande maioria dos casos, usando o protetor solar regularmente reduz o risco em até 80% as chances do aparecimento das manchas. Então é possível prevenir sim com bastante cuidado a exposição a luz solar.

Minha Vida: Como tratar o melasma? Tem cura?

Elimar Gomes: Uma vez que o melasma desencadeou, ou seja, que as células da pele tiveram esse erro que produz muita melanina, muita cor, ele consegue ser tratado. Conseguimos clarear a pele novamente, mas ainda não temos nenhum tratamento que cure o melasma ou que faça com que as manchas desapareçam por completo e não voltem. Mas se fizermos um cuidado regular, com uso do protetor solar e alguns clareadores ou procedimentos, podemos sim deixar o melasma praticamente imperceptível. Não seria uma cura, mas ele estaria muito bem controlado.

Minha Vida: O que é Thiamidol?

Elimar Gomes: No tratamento do melasma, a gente usa diversos dermocosméticos e o Thiamidol é uma substância clareadora que pode estar presente nesses cremes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para fazer o tratamento do melasma, normalmente digo que a gente precisa de três passos. Primeiro, eliminar as causas, que seria diminuir a exposição aos agentes causais, como por exemplo, redução da exposição à luz solar. Outro fator seria melhorar a qualidade da pele, porque a pele com melasma está fotoenvelhecida pelo sol ou sofreu alterações hormonais.

Outro fator importante é usar produtos clareadores e aí o Thiamidol que é uma substância ativa clareadora presente em alguns cremes que promovem essa melhora do melasma.

Minha Vida: Por que ele é tão diferente dos outros ativos presentes nos dermocosméticos atuais?

Elimar Gomes: Nós aprendemos a cascata de produção da melanina e nela existe uma enzima chamada tirosinase, que determina a velocidade de produção da melanina na pele. Se essa enzima é a determinante na produção, se conseguimos fazer uma inibição da enzima, a produção da melanina será reduzida, então a gente tem um clareamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recentemente cientistas conseguiram uma forma de separar a tirosinase humana. Com ela separada, todos os ativos clareadores foram novamente testados. O interessante é que os ativos clareadores que eram considerados muito efetivos nos testes de tirosinase de cogumelo (padrão de teste anterior), não se mostraram efetivos quando testado na tirosinase humana.

Por outro lado, o Thiamidol que era uma substância que quando testada na tirosinase de cogumelo não apresentava efetividade, na (tirosinase) humana ele se revelou o clareador mais potente até o momento. Isto é: com doses extremamente baixas desse ativo, você consegue um clareamento muito efetivo. Ou seja, a gente conseguiu um primeiro ativo para incorporar em dermocosméticos que faz uma inibição da tirosinase humana; por isso, ele é tão diferente.

Clique aqui e assista a live na íntegra e tire suas dúvidas sobre melasma e hiperpigmentação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)