PUBLICIDADE

Mulheres não sabem diferenciar sintomas de gravidez e de menstruação

Estudo mostra que as brasileiras que estão tentando engravidar são as que mais têm dificuldade de diferenciar os sintomas

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Você deve conhecer pelo menos uma mulher que já ficou em dúvida se estava com sintomas de gravidez ou de menstruação, não é mesmo? Isso acontece porque os sinais que o corpo dá para avisar sobre a pré-menstruação, menstruação ou gravidez são muito parecidos e, por conta disso, diversas mulheres têm dificuldade para distingui-los, principalmente as que nunca engravidaram.

De acordo com um estudo recente feito pelo Trocando Fraldas com 6.100 mulheres, 65% das brasileiras não conseguem diferenciar os sintomas da menstruação dos da gravidez. Entre as mulheres que estão tentando engravidar esse porcentual é ainda maior: 78% não conseguem fazer essa diferenciação.

Quando comparados os dados por estado, o Espírito Santo fica no topo da lista com 47% de mulheres participantes do estudo que sabem diferenciar os sintomas. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, 37% e 35%, respectivamente, conseguem identificar a diferenciação entre os sintomas. Rondônia teve somente 25% das mulheres cientes sobre os sintomas e ficou classificado como o estado em que menos mulheres sabem diferenciar os sinais da gestação e menstruação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No começo da gestação, algumas mulheres podem não apresentar sintomas, pois têm mais tolerância aos hormônios e, por isso, acabam não sentindo os sintomas que indicam a gravidez.

O estudo também notou que 32% das brasileiras não sabem que a gravidez sem sintomas existe. Já entre as mulheres que estão tentando engravidar, pelo menos 38% não sabem sobre a gravidez sem sintomas.

Dados sobre nidação

Uma das primeiras fases da gestação é a nidação, que ocorre cerca de uma semana após a ovulação, podendo causar um leve sangramento vaginal, pois é um momento em que há a implantação do embrião na parede do útero. Esse sangramento pode confundir muitas mulheres com o início da menstruação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, o estudo também constatou que 71% das brasileiras não sabem que existem sinais específicos para a implantação do feto, ou seja, a nidação. Entre as mulheres que estão tentando engravidar esse percentual sobe para 74%.

Na comparação entre os estados, Santa Catarina tem mais mulheres que sabem dos sinais específicos da implantação do feto, com 37% das entrevistadas. No Rio de Janeiro e em São Paulo, pelo menos 30% sabem sobre esses sintomas da nidação. Já o Mato Grosso do Sul é o estado com o menor percentual de entrevistadas que sabem dos sinais da implantação do feto, com 17% das participantes.

Sintomas de gravidez ou TPM: como diferenciar?

Náusea como sintoma de gravidez: neste caso a náusea pode vir acompanhada de vômitos. Também é comum que se manifeste no período matinal, podendo causar aversão a alguns alimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Náusea como sintoma de TPM: pode se manifestar em qualquer hora do dia. Geralmente não causa vômitos ou aversão a alimentos. Além disso, assim que a menstruação desce, a náusea tende a parar.

Cólica como sintoma de gravidez: no início da gravidez, a gestante pode sentir um desconforto doloroso na parte inferior do abdómen em decorrência da implantação do zigoto na parede do útero ou devido às mudanças hormonais. Mas esse desconforto não costuma ser muito intenso como uma cólica de TPM.

Cólica como sintoma de TPM: a cólica de TPM pode variar de intensidade de acordo com o organismo e pode ser bem incômoda, diferente da cólica da gravidez, que se manifesta de forma mais branda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar dos sintomas serem bem parecidos, é possível diferenciá-los. Confira outros sintomas e como diferenciar uma gravidez de TPM.