PUBLICIDADE

Tênis neutro não aumenta risco de lesões em quem tem pisada pronada ou supinada, diz estudo

Pesquisadores sugerem que volume de treino e sobrepeso podem ser fatores de risco mais importantes

Você está saudável e planeja começar a correr? Para esses casos, muitos especialistas indicam a avaliação do tipo de pisada e a escolha de um tênis adequado. Elas podem ser:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pronada: o pé fica apoiado em sua banda de fora e faz uma rotação para dentro;

Supinadas: o pé é apoiado na face externa do calcanhar e segue seu trajeto para dentro até a elevação do dedão;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Neutras: é a pisada com a região central do pé.

No entanto, um novo estudo, conduzido por pesquisadores da Aarhus University e publicado pelo British Journal of Sports Medicine, no dia 13 de junho, mostra que não há riscos de lesões relacionados ao uso de tênis neutros durante a corrida para iniciantes que tenham pisada pronada ou supinada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma lesão relacionada à corrida foi definida como qualquer complicação músculo esquelética de membros inferiores ou costas causada pela corrida.

Os pesquisadores acompanharam 927 corredores saudáveis por 12 meses. Eles foram avaliados e seus tipos de pisada classificados em: muito supinada; supinada; neutra; pronada; muito pronada. Todos eles receberam o mesmo modelo de tênis neutro para corrida, independente de seu tipo de pisada. A frequência de corrida era de pelo menos uma vez por semana. Durante o período de estudo foram corridos 163,401 Km e 252 pessoas sofreram lesões.

Quando comparados corredores com pisada neutra e corredores com pisada pronada, os pesquisadores detectaram que os portadores de pisada pronada tiveram um número significativamente menor de lesões. Os achados indicam ainda que corredores com pisada supinada não tem risco maior para lesões que corredores com pisada neutra.

Segundo os pesquisadores, a descoberta vai contra um conceito assumido por muitos anos: que o risco de lesões é maior ao correr com tênis neutro, que não tem suporte adequado para a pisada pronada ou supinada. Eles chamam atenção para a necessidade de atentar a outros fatores de risco, como sobrepeso, volume de treino e lesões anteriores.

Musculação protege o corpo durante a corrida

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Que a corrida é um esporte mais do que indicado para manter o corpo saudável todo mundo sabe. Entretanto, existem complicações muito comuns do esporte, como lesões e dores lombares, que podem atrapalhar o desempenho e prejudicar o corredor. Para evitar esses males e garantir 100% de aproveitamento na corrida, os especialistas recomendam a prática da musculação. Descubra os benefícios a seguir.

Articulações fortalecidas

articulações - foto Getty Images
articulações - foto Getty Images

A musculação vai proporcionar ao corpo a resistência que precisa, evitando estiramentos e diminuindo rupturas musculares mais graves. "Os impactos nas articulações gerados pela corrida, principalmente dos quadris e joelhos, são minimizados com uma musculatura mais forte", aponta o personal trainer Thiago Moretti, da Bio Ritmo.

Evita lesões

lesões - foto Getty Images
lesões - foto Getty Images

Os exercícios com peso vão fortalecer musculatura, articulações, ligamentos e a massa óssea do corredor. "Focando a atividade de musculação nos membros inferiores - que são os mais atingidos na corrida - a chance do corredor sofrer uma lesão é mínima", diz o fisiologista Raul Santo, da Unifesp.

Ameniza as dores

corrida - Foto Getty Images
corrida - Foto Getty Images

"O fortalecimento que a musculação proporciona pode ajudar o corredor a evitar dores típicas do esporte, como as dores lombares e nas pernas", conta o fisiologista Raul Santo.

Resistência física

resistência - foto Getty Images
resistência - foto Getty Images

Os especialistas afirmam que a musculação pode ajudar na resistência física do corredor apenas se o treino for direcionado para esse tipo de atleta. "Indivíduos que fazem levantamentos pesados, com a intenção de ganhar massa e não resistência, acabam tendo o efeito contrário", afirma o personal Thiago Moretti. Segundo ele, um corredor precisa ser rápido, forte e ágil, e para que ele consiga atingir esse objetivo precisa de estímulos diferentes e bem periodizados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estabilidade e postura

postura - foto Getty Images
postura - foto Getty Images

A musculação trabalha a coordenação motora, a flexibilidade e a postura do atleta. Porém, como já foi dito, é preciso fazer os exercícios corretos. "Associar o treinamento de resistência com a corrida ajuda na estabilidade do atleta, pois trará melhora no movimento para superação de obstáculos da atividade", afirma o personal Thiago Moretti.

Potência e agilidade

corrida - Foto Getty Images
corrida - Foto Getty Images

O treino de musculação específico para corrida ajuda o corredor a ganhar mais potência e a agilidade, ajudando a ganhar velocidade e melhorando o desempenho em subidas ou sprints ? provas curtas de grande arranque.

"O corredor deve incluir na musculação treinos de força, explosão e resistência, com uma boa periodização. O ideal é sempre procurar um profissional para obter auxílio", afirma o personal trainer Thiago Moretti.

Energia

Energia - foto Getty Images
Energia - foto Getty Images

Aliar musculação a corrida, além de tudo, renderá mais energia ao corredor, que poderá evoluir com mais facilidade, conseguindo fazer provas de longa duração e maratonas. "Mas é importante que o atleta também treine intensamente a sua modalidade, pois fazer somente a musculação, mas não treinar a corrida não ajudará na evolução do exercício", conta o fisiologista Raul Santo.