PUBLICIDADE

Por que nós comemos?

Os motivos vão além da necessidade de comer

Em primeiro lugar, é claro, para nos manter vivos. Mas por outros motivos também. Por prazer, para tornar mais agradável o convício social, para aliviar tensões e recompensar angústias, porque alguma comida faz bem para a saúde... São muitos os motivos que nos fazem comer.

A nossa relação com a comida, porém, mudou muito nos últimos 20 ou 30 anos. Comida é o que nossos bisavôs comiam: alimentos que precisavam ser lavados, descascados, livres de conservantes e fortificantes, sem caixas e embalagens plásticas e sem anúncios apregoando as suas qualidades para a saúde. Naquele tempo, apesar da ignorância em relação ao conteúdo de sódio, gordura saturada, carboidratos simples e gorduras trans (e podemos dizer com certeza que destas últimas os alimentos eram literalmente "free"), a nossa alimentação era certamente mais saudável. Comia-se menos carne do que hoje e comia-se menos do que hoje.

A nossa relação com a comida, porém, mudou muito nos últimos 20 ou 30 anos. Comida é o que nossos bisavôs comiam: alimentos que precisavam ser lavados, descascados, livres de conservantes e fortificantes, sem caixas e embalagens plásticas e sem anúncios apregoando as suas qualidades para a saúde. Naquele tempo, apesar da ignorância em relação ao conteúdo de sódio, gordura saturada, carboidratos simples e gorduras trans (e podemos dizer com certeza que destas últimas os alimentos eram literalmente "free"), a nossa alimentação era certamente mais saudável. Comia-se menos carne do que hoje e comia-se menos do que hoje.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Algumas pessoas acreditam que a manipulação industrial dos alimentos os piora sempre. Será verdade? O fato é que, no futuro será possível através da genômica nutricional, saber que alimentos são seguros para cada um de nós comer e quais não deveríamos comer nunca.

Dr. Marcio Mancini é médico-endocrinologista e Presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica - ABESO