PUBLICIDADE

Ministério da Saúde confirma segundo caso de Febre do Nilo Ocidental no país

A vítima que mora no interior de Piauí sofreu um quadro de paralisia muscular em 2017, os laudos só foram liberados neste ano

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (14) o segundo caso de febre do Nilo Ocidental no Brasil. O caso foi notificado em 2017, mas os laudos conclusivos foram obtidos em janeiro deste ano.

A ocorrência aconteceu com uma jovem que mora na zona rural de Picos, interior do Piauí, e que sofreu um quadro de paralisia muscular flácida aguda. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, os exames foram coletados na época, mas liberados apenas agora.

A vítima já se recuperou completamente. Contudo, o Ministério da Saúde afirmou que esse caso ?ressalta a importância das ações de vigilância e investigação? sobre circulação do vírus da Febre do Nilo Ocidental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Febre do Nilo no Brasil

No Brasil, evidências laboratoriais da doença foram detectadas no ano de 2010, em Rio Branco (Acre), Poconé (Mato Grosso) e Maracaju (Mato Grosso Sul) por meio de exames de sangue realizados em cavalos. No entanto, em 2014 foi registrado o primeiro caso humano de encefalite pelo vírus do Nilo do Oeste (VNO) no estado do Piauí.

Em 2017, foram 25 notificações de Febre do Nilo em todo o estado do Espírito Santo, mas nenhuma com diagnóstico dessa doença. Contudo, em junho de 2018 foi registrado um caso da doença em um cavalo no estado. A confirmação colocou em alerta as autoridades sanitárias do país, devido a possível contaminação em humanos.

O que é Febre do Nilo Ocidental?

A Febre do Nilo Ocidental (FNO) é uma doença causada por um vírus do gênero Flavivirus, família Flaviviridae, assim como os vírus da dengue e da febre amarela, sendo uma arbovirose (grupo de doenças transmitidas por insetos).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A doença é uma infecção viral que pode ser assintomática ou com sintomas de distintos graus de gravidade - que variam desde febre e dor muscular até encefalite grave. As formas graves ocorrem com maior frequência em idosos.

Veja os fatores de risco, como diagnosticar e tratar a Febre do Nilo Ocidental!