PUBLICIDADE

Doença de Parkinson pode começar na barriga, sugere estudo

Pesquisa indica que o princípio da doença pode estar associado ao intestino e só depois chega ao cérebro

Apesar de o mal de Parkinson afetar o sistema neurológico, pesquisadores descobriram que a doença pode ter origem não no cérebro, mas sim na barriga da pessoa.

Cientistas do centro médico Johns Hopkins, nos Estados Unidos, realizaram um novo estudo que revelou que quanto mais alta a concentração de uma proteína chamada alfa-sinucleína no intestino, maior o indício de progressão do Parkinson no paciente.

Relação do Parkinson com o intestino

Os responsáveis pelo achado revisaram análises feitas em 2003 por um médico alemão, fizeram novos testes e chegaram à conclusão que a proteína alfa-sinucleína pode se mover do trato gastrointestinal para o cérebro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No transporte da proteína pelo organismo, ela pode se aglutinar no cérebro e, assim, danificar as células nervosas responsáveis pelos movimentos e pela fala em poucas semanas.

As dificuldades de coordenação motora para se movimentar e falar são as características principais da doença de Parkinson. Atualmente, a patologia atinge cerca de 200 mil brasileiros e 1% de toda a população mundial, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Possível cura para Parkinson?

Os novos testes foram realizados somente em ratos de laboratório. Em um primeiro momento, a alfa-sinucleína foi injetada no intestino dos animais saudáveis. Após um mês, observou-se que a proteína estava presente no cérebro e, em três meses, estava distribuída por todo o encéfalo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os camundongos apresentaram queda de dopamina (neurotransmissor conhecido por proporcionar a sensação de prazer e possibilitar movimentos) e problemas relacionados a habilidades motoras, memória, comportamento e ansiedade.

Portanto, os pesquisadores acreditam que, ao identificar e interromper a passagem da proteína antes que ela chegue ao cérebro, é possível prevenir ou até mesmo regredir a evolução do Parkinson.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas do Parkinson

A doença de Parkinson pode afetar um ou ambos os lados do corpo, com grau de perdas das funções variável e progressivo. Os sintomas iniciais da enfermidade são:

Posteriormente, o paciente passa a apresentar:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já entre os sinais de um Parkinson mais avançado estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como conviver com o Parkinson

Descubra hábitos que aliviam sintomas da doença

Conheça o equipamento que reduz sintomas do Parkinson

Veja a história emocionante de quem convive com Parkinson

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)