Temperaturas baixas podem aumentar transmissão de COVID-19

Estudo analisou relação entre baixas temperaturas e taxas de infecção em países do Hemisfério Norte

Pesquisadores de universidades e centros de pesquisa dos EUA em conjunto com o Departamento de Defesa dos país publicaram um estudo teorizando que a temperatura atmosférica também afetaria a transmissão da COVID-19.

A pesquisa comparou dados diários de temperaturas mais baixas e casos registrados do coronavírus em 50 países do Hemisfério Norte entre 22 de janeiro e 6 de abril de 2020. O resultado mostra que conforme as temperaturas aumentam, a taxa de novos casos de COVID-19 diminui.

A análise dos dados mostrou que entre -1 e 37 graus Celsius o aumento de um grau na temperatura foi associado a uma queda de 1% na taxa de casos de COVID-19 - e uma diminuição de um grau na temperatura foi associada com um aumento de 3,7% nessa mesma taxa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante lembrar que a COVID-19 é uma doença infecciosa e que haverá transmissão independentemente da temperatura. Mas segundo Aruni Bhatnagar, Ph.D., coautor e diretor do Instituto Brown Envirome, a pesquisa indica que também pode ter um componente sazonal que influencia no quadro.

"É claro que o efeito da temperatura na taxa de transmissão é alterado por intervenções sociais como o distanciamento, bem como o tempo gasto em ambientes fechados e outros fatores. Uma combinação desses fatores acaba determinando a disseminação do COVID-19."

Os pesquisadores concluíram que os meses de Verão estão associados à transmissão mais lenta do vírus, informação que pode ser útil em planejamentos locais de intervenções sociais e no momento do ressurgimento do vírus

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores também notaram que, mesmo com picos acentuados de COVID-19 observados durante o Verão estadunidense, a análise dos dados mostrou que as temperaturas mais amenas do Verão podem ter resultado em um número ainda maior de casos.

Também foi possível observar que a correlação entre temperatura e transmissão é mais significativa do que a associação entre temperatura e recuperação ou morte pela doença. "Esta compreensão da sensibilidade à temperatura do SARS-CoV-2 tem implicações importantes para antecipar o curso da pandemia", disse Adam Kaplin, M.D., Ph.D., de Johns Hopkins, primeiro autor do estudo, em entrevista.

"Não sabemos por quanto tempo as vacinas atualmente disponíveis manterão seus benefícios, nem quais são os riscos de novas variantes se desenvolverem ao longo do tempo se os hemisférios Norte e Sul continuarem a trocar COVID-19, para frente e para trás através do Equador, devido às suas estações opostas. Mas é razoável concluir que esta pesquisa sugere que, como outros vírus sazonais, o SARS-CoV-2 pode ser extremamente difícil de conter ao longo do tempo, a menos que haja um esforço global combinado e colaborativo para acabar com esta pandemia."

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como se prevenir da COVID-19?

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde no Brasil listaram diversas orientações que ajudam a população a se proteger contra a COVID-19. Confira abaixo os cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir a doença: