1 pessoa perguntou:

Sou portado de fibrilaçao atrial e gostaria de saber quais os males que a mesma podera fazer ao coraçao a curto medio e longo prazo/?

  • Respondido em 08/04/2019
    Olá,

    A fibrilação atrial é uma doença do coração em que os átrios não apresentam contratilidade efetiva devido aos ciclos muito rápidos de despolarização atrial (~ 400bpm). Isso provoca, em termos de sintoma, palpitação (devido ao ritmo irregular do coração e à frequência cardíaca nesta situação mais elevada que o normal), cansaço (ocasionado pela perda do desempenho do coração, prejudicado tanto pela perda da contração efetiva dos átrios como por uma disfunção dos ventrículos devido à frequência cardíaca elevada), dor torácica e síncope. Quanto maior o tempo em fibrilação atrial, maior a chance de evoluir com disfunção ventricular (coração cansado) e menor a chance de reversão do quadro. Em termos de consequência assintomática, essa perda da contratilidade efetiva dos átrios favorece a formação de coágulos sanguíneos, os quais permanecem dentro do coração de forma silenciosa e sem provocar qualquer sintoma até ocorrer o desprendimento deste coágulo, de forma súbita, ocasionando um fenômeno de tromboembolismo. Este, quando ocorre em alguma artéria que irriga o encéfalo, leva ao acidente vascular encefálico, popularmente chamado de "derrame". Quando ocorre em alguma artéria que irriga as pernas ou os braços, leva à trombose periférica (sendo a amputação de membros infelizmente necessária muitas vezes) e, quando ocorre em alguma artéria do território gastrointestinal, leva à trombose mesentérica, uma complicação grave.

    PUBLICIDADE