solange perguntou:

Teste do laço e hemograma negativo, plaquetas normais e leucócitos baixos são suficientes para investigar suspeita de dengue?

  • Respondido em 18/11/2014
    Dra. Marcella Araújo Clínica Médica - CRM 157554/SP
    Olá,

    Primeiramente, para a investigação da dengue iniciamos com o quadro clínico compatível. Que entra a febre, mialgia (dor no corpo), dores articulares, cefaléia, manchas pelo corpo, náuseas, diarréia, sangramentos gengivas e/ou nas fezes. Claro que esses sintomas podem aparecer ou não, dependendo de cada caso. Mas por exemplo, se temos um paciente com febre há 3 dias com fortes dores no corpo, dores nas articulações, dor de cabeça. Já inicia a suspeita. Também incluimos o exame físico, que no caso da dengue não encontramos foco infeccioso.
    Então partimos para os exames complementares.
    Pelo ministério da saúde, a prova do laço deve ser realizada em todos os pacientes com suspeita clínica, não é excludente e também não confirma a doença, mas nos da forte indício de que seja a mesma e nos confere informação de gravidade.
    O hemograma é realizado para complementar a suspeita. Um hemograma típico de dengue segue com um aumento do hematócrito, com queda dos leucócitos e queda das plaquetas.
    Mesmos com esses sinais o diagnóstico só é feito com a sorologia para degue.
    Então, se você tiver uma prova do laço negativa, um hemograma apenas com queda de leucócitos, sem plaquetopenia, desconsiderando o quadro clínico do paciente, não é critério para investigação de dengue.
    Espero ter respondido a sua pergunta.

    PUBLICIDADE