PUBLICIDADE

Eczema: o que é, tratamentos e sintomas na pele

O eczema é uma dermatose que possui diversos tipos e múltiplas causas prováveis.

O que é eczema?

Eczema é o nome que se dá a um grupo de patologias amplo. Basicamente, eczemas são dermatites que têm como característica a vermelhidão e inchaço da região afetada. Essa condição inflamatória da pele pode ter diversas causas.

O nome vem do grego "ekzein", que significa "em ebulição" ou "ferver", devido ao aspecto clínico das lesões: na maioria dos casos, parecem "estar em ebulição", com vesículas e/ou bolhas, muitas vezes acompanhadas de coceira, como explica a dermatologista Erica Monteiro.

Tipos de eczema

Eczema atópico ou dermatite atópica

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O eczema atópico aparece em áreas específicas do corpo, como face, dobras dos braços e das pernas. Esse tipo pode estar associado a problemas como asma e/ou rinite.

O eczema atópico, em geral, começa a partir do segundo mês de vida. Além disso, pode aparecer em surtos e se manifestar por toda a vida do paciente.

Eczema de contato ou dermatite de contato

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A dermatite de contato surge depois do contato da pele do indivíduo com algum material ou produto. Substâncias presentes nesses materiais causam o eczema por terem a capacidade de provocar dano nas células da pele ou gerarem uma reação alérgica do organismo contra elas.

Nos dois casos, as reações se manifestam como eczema. As localizações mais frequentes dessa condição são: mãos, face, pescoço e pés.

Farmacodermia eczematosa

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Eczema por medicamento ingerido ou farmacodermia eczematosa acontece quando o paciente ingere uma droga ou medicamento que provoca uma reação indesejada, que se manifesta como eczema na pele. Antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos e outras classes de drogas podem desencadear esse quadro.

Eczema numular

O eczema numular se caracteriza por placas simétricas de eczema, distribuídas em várias partes do corpo e cuja causa é desconhecida. Muitos especialistas consideram o eczema numular como uma parte do quadro de dermatite atópica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Eczema de estase

O eczema de estase se localiza na região das pernas e está associado a varizes nos membros inferiores. As causas estão relacionadas à má nutrição do tecido, que ocorre por conta do comprometimento da circulação local.

Disidrose

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No eczema disidrósico, pequenas bolhas surgem nas mãos e nos pés. Assim como a dermatite atópica, a dermatite de contato e a farmacodermia eczematosa, essa condição pode ter várias causas.

Além disso, a presença de micose nos pés pode levar à formação de bolhas nas mãos, como uma reação alérgica ao fungo presente na região plantar. Existe ainda um tipo de disidrose, chamada idiopática, que não tem causa determinada e está relacionada ao estresse emocional.

Sintomas

Os sintomas do eczema podem ser divididos em três fases: fase aguda, fase sub aguda e fase crônica. Segundo a dermatologista Adriana Leite, a maioria dos casos de eczema é acompanhada dos seguintes sintomas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, em cada uma das fases, prevalecem alguns tipos de lesão, lembrando sempre que um mesmo paciente pode apresentar o eczema em várias fases, em diferentes partes do seu corpo. Dessa forma, não é necessário que o mesmo paciente tenha todas as fases de um eczema para se fazer o diagnóstico dessa dermatite.

Fases do eczema

Eczema agudo

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Eczema subagudo

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Eczema crônico

Causas

As causas do eczema em uma pessoa dependerão das formas clínicas. Como existem seis doenças que podem se manifestar como eczema, os fatores a se considerar como causa variam, sendo eles:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico

O diagnóstico do eczema de um tipo específico pode ser desafiador. Ele se baseia no quadro clínico, exame físico dermatológico e exames complementares, como biópsia, teste de contato e outros, que podem ajudar a excluir outras doenças (diagnóstico diferencial). Nenhum é isoladamente conclusivo.

Tratamentos

Como explica a dermatologista Erica Monteiro, os tratamentos de eczema devem ser instituídos em função dos fatores desencadeantes, da faixa etária, da localização e da extensão das lesões. Sempre que possível, deve-se identificar e isolar o agente agravante.

Geralmente, todos os tipos se beneficiam a partir da hidratação da pele. Os corticosteroides e imunomoduladores tópicos podem ser usados para controle da fase aguda, mas a especialista Adriana Leite alerta para a necessidade de uma orientação médica prévia, para que essas substâncias não causem um "efeito rebote".

Pomada para eczema

O uso de pomadas no tratamento de eczema, geralmente, está associado à hidratação da pele. De acordo com a especialista Adriana Leite, não é em todo caso que a aplicação do produto é recomendada. Isso vai variar de acordo com o tipo e causa da dermatite, já que nem sempre o uso de pomadas com corticoides é a melhor medida a se tomar.

Tratamentos caseiros

A dermatologista Adriana Leite recomenda alguns cuidados básicos como opção de tratamento caseiro para eczema, como: banhos rápidos, que não durem mais de 5 minutos e com água em temperatura mediana; utilização de sabonete neutro; e evitar se esfregar demais com sabonetes antissépticos para não desequilibrar a flora da pele.

Eczema tem cura?

Como o eczema é um quadro inflamatório que pode ter diversas raízes, nem sempre haverá uma cura exata. Se as causas do eczema puderem ser encontradas e eliminadas, o fim do problema pode ser possível. Porém, isso nem sempre acontecerá em todas as divisões clínicas da doença.

Referências

Adriana Leite, Dermatologista - CRM SP-81863 Erica Monteiro, professora de Práticas Médicas na Unifesp e atende como dermatologista na Human Clinic - CRM: 87350