PUBLICIDADE

Sete métodos infalíveis para deixar o bumbum durinho

Trabalhe os músculos dos glúteos praticando vôlei, patinação e até balé

Terror das academias, principalmente para as mulheres, os exercícios de glúteos costumam ser bastante desconfortáveis e repetitivos, mudando apenas a intensidade do treino ao longo do tempo. Deixá-los de lado, entretanto, significa desistir de combater a flacidez e a celulite, explica o personal trainer Adriano Braga Coronato. Mas e se você exercitasse o bumbum sem nem se dar conta disso? "O segredo é investir em esportes e métodos alternativos que exijam esforço físico dos membros inferiores e que incluam séries de agachamento e salto", explica o personal. Confira sete opções diferentes e fuja da rotina.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pilates

Mulher praticando Pilates - Foto Getty Images
Mulher praticando Pilates - Foto Getty Images

"Como toda atividade física resistida, o Pilates ajuda a tonificar a musculatura por meio de exercícios de contração e, alguns deles, trabalham coxas e glúteos", aponta o fisioterapeuta Michel Salgado, sócio-diretor da Metacorpus Studio Pilates. Segundo ele, as séries de Pilates incluem bolas e aparelhos, o que deixa o treino mais leve e dinâmico. Além disso, ele pode ser feito por pessoas de todas as idades, uma boa alternativa para quem tem mais idade e, portanto, limitações físicas, mas quer ficar em forma.

Balé<br>

Mulher fazendo balé - Foto Getty Images
Mulher fazendo balé - Foto Getty Images

De acordo com a professora de balé Rita de Cássia Monte Correia, do Petit Ballet, até mesmo os exercícios mais básicos da dança trabalham os glúteos. "Para que a bailarina mantenha a postura ereta, ela precisa deixar o bumbum contraído, o que também proporciona equilíbrio à dançarina", esclarece. O melhor de tudo é que esses movimentos fazem parte de uma coreografia e o esforço investido passa despercebido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Escalada

Mulher fazendo escadala - Foto Getty Images
Mulher fazendo escadala - Foto Getty Images

A escalada é uma atividade que trabalha diversos grupos musculares, inclusive os glúteos. "Realizamos movimentos de agachamento, de subida e de descida, como em uma aula de step, a partir do princípio básico de suportar o próprio peso", afirma a professor de educação física Aline Lessa, instrutora do ginásio de escalada esportiva 90 Graus. De acordo com a profissional, a escalada é uma atividade que estimula o raciocínio, a autoconfiança e a vontade de superar limites, trabalho mental que suaviza e muito o trabalho físico.

Caminhada com inclinação

Mulher subindo escada correndo - Foto Getty Images
Mulher subindo escada correndo - Foto Getty Images

Até mesmo uma simples caminhada ou corrida trabalha o bumbum. "Quando damos um passo e estendemos a perna de trás, naturalmente contraímos os glúteos" conta a personal trainer Clóe Celentano, proprietária da 4US Assessoria e Consultoria Esportiva. Para acelerar os resultados, realize a caminhada ou a corrida com inclinação, subindo uma ladeira, por exemplo. O exercício também pode ser realizado em um subir e descer de escadas, por isso, pense duas vezes antes de pegar o elevador.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Danças folclóricas<br>

Casal dançando - Foto Getty Images
Casal dançando - Foto Getty Images

"As danças folclóricas e populares trabalham muito a região dos glúteos por ter como base saltos e agachamento, como é o Frevo", explica o professor de dança contemporânea Demetrius Raimundo Gonçalves. Esse tipo de dança alterna momentos de pouco movimento com outros de explosão muscular, o que demanda bastante esforço dos membros inferiores e dos músculos dos glúteos. Segundo o professor, o prazer da dança suprime a sensação de desgaste físico, comum na musculação.

Vôlei, basquete e handball

Mulheres jogando vôlei de quadra - Foto Getty Images
Mulheres jogando vôlei de quadra - Foto Getty Images

Como o princípio dos exercícios para o bumbum é baseado no agachamento e em saltos, esportes com tais características podem ser uma boa alternativa para quem não quer fazer musculação. No vôlei o praticante fica em posição de agachamento para receber a bola e pula para cortar ou fazer o bloqueio. No basquete, pula para alcançar a bola e para acertar a cesta. Já no handball, o time passa grande parte do tempo correndo e salta para acertar a bola no gol, afirma o personal Adriano.

Patinação

Mulher andando de patins - Foto Getty Images
Mulher andando de patins - Foto Getty Images

Segundo a professora Luciana Grassi, da escola Equilíbrio Patinação, patinar exige coordenação motora, equilíbrio e força muscular dos membros inferiores. "Cada impulso trabalha as pernas, o abdômen e os glúteos", esclarece. Segundo ela, para que o treino seja eficaz, ele deve ser realizado duas vezes por semana durante 45 minutos, cada passeio. No começo, o patinador sentirá muitas dores, até por não saber como distribuir o peso sobre as rodinhas, mas ao adquirir mais experiência, verá ótimos resultados.