Histoplasmose

Visão Geral

O que é Histoplasmose?

Histoplasmose é uma infecção causada pela inalação de esporos de um fungo que é encontrado frequentemente em fezes de pássaros e de morcegos. A histoplasmose é mais comumente transmitida quando esses esporos se espalham pelo ar, muitas vezes durante a limpeza ou demolição de projetos.

Solo contaminado por fezes de pássaros ou morcegos também podem transmitir a histoplasmose, por isso, agricultores, paisagistas e outros profissionais que trabalham com a terra correm maior risco de contaminação.

A maioria das pessoas com histoplasmose nunca desenvolvem sintomas e não sabem que estão infectadas. Contudo, para algumas pessoas, especialmente crianças e quem tem o sistema imunológico comprometido, histoplasmose pode ser grave.

Os pulmões, sistema gastrointestinal e nervoso central podem ser afetados pela histoplasmose. Felizmente, existem tratamentos até para as formas mais graves da doença.

Tipos

Histoplasmose aguda ou a curto prazo: Esse tipo geralmente é leve e raramente causa complicações. A maioria das pessoas infectadas por esta doença não desenvolve sintomas.

Histoplasmose crônica ou a longo prazo: Este tipo de doença é menos frequente do que a aguda. Em pessoas com o sistema imunológico comprometido, este tipo pode ser um risco à vida.

Causas

O causador da hitoplasmose é o fungo Hitoplasma capsulatum. Este fungo é frequentemente encontrado nas fezes de pássaros ou morcegos. Quando os esporos destes fungos microscópicos são inalados, algumas pessoas desenvolvem a hitoplasmose que é semelhante à pneumonia. Não são todos que inspiram os esporos que desenvolvem a doença. Os esporos podem se espalhar pelo ar em projetos de demolição em áreas que contêm morcego ou excrementos de pássaros. Os esporos podem viajar centenas de metros.

Fatores de risco

As chances de desenvolver sintomas de hitoplasmose é maior de acordo com o aumento do número de esporos que são inaladas. Portanto, algumas profissões aumentam o risco de contágio, são elas:

  • Agricultores
  • Trabalhadores de controle de pragas
  • Avicultores
  • Trabalhadores da construção
  • Paisagistas e jardineiros
  • Trabalhadores de demolição.

Pessoas com maior risco de infecção severa

A maioria das pessoas expostas a histoplasmose não irão desenvolver sintomas. Contudo, o risco de infecção grave é maior se você tem o sistema imunológico comprometido. As condições associadas com baixa imunidade são:

  • Ser uma pessoa muito jovem ou muito velha
  • Ter HIV ou AIDS
  • Tomar medicamentos anti-inflamatórios fortes como os corticosteroides
  • Realizar quimioterapia para o câncer
  • Tomar inibidores de TNF para condições como a artrite reumatóide
  • Tomar medicamentos imunossupressores para evitar a rejeição de transplantes.

Sintomas

Sintomas de Histoplasmose

A maioria das pessoas não desenvolve sintomas. Contudo, quando os sintomas aparecem, os mais possíveis são:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Dor no peito
  • Dor nas juntas
  • Inchaço vermelho nas pernas.

Em casos mais severos, os sintomas são:

  • Suar muito
  • Falta de ar
  • Tosse com sangue.

Quando já está disseminada a histoplasmose causa inflamação e irritação. Os sintomas podem incluir:

  • Dor no peito, causada por inchaço ao redor do coração
  • Febre alta
  • Torcicolo e dores de cabeça, inchaço ao redor do cérebro e da medula espinhal.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Entre em contato com o seu médico se desenvolver sintomas semelhantes aos da gripe após ser exposto a excrementos de pássaros ou morcegos, especialmente se você tem um sistema imunológico enfraquecido.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma histoplasmose são:

  • Clínico geral
  • Infectologista
  • Pneumologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando você começou a sentir os sintomas?
  • Seus sintomas tem sido contínuos ou ocasionais?
  • Quão grave são os seus sintomas?
  • Você trabalha ao ar livre?
  • Você já passou um tempo prolongado em áreas com grandes populações de aves?
  • Você já passou algum tempo em cavernas? Ou outras áreas onde os morcegos possam se reunir?.

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que você conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes da consulta acabar. Para histoplasmose, algumas perguntas básicas incluem:

  • Qual é a causa mais provável dos meus sintomas?
  • Como eu poderia ter contraído esta infecção?
  • Que tipos de exames eu preciso fazer? Será que esses exames requerem qualquer preparação especial?
  • Será que esta infecção ficar melhor por conta própria, ou que eu preciso de tratamento?
  • Quais são os tratamentos disponíveis, e que você recomendaria?
  • Quais são os tipos de efeitos colaterais posso esperar do tratamento?
  • Existem alternativas para a abordagem primária que você está sugerindo?
  • Eu tenho outros problemas de saúde. Como posso melhor gerenciá-los juntos?
  • Existe uma alternativa genérica para o medicamento que você me prescreveu?
  • Eu posso ficar infectado novamente?
  • Há algum material impresso que eu possa levar para casa comigo? Quais sites você recomenda visitar?.

Não hesite em fazer outras perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Histoplasmose

Os exames para diagnosticar a hitoplasmose geralmente são reservados para pessoas que estão com uma infecção grave. Para confirmar o diagnóstico, o médico pode realizar testes de sangue ou urina. Estes exames verificaram se há anticorpos ou outras proteínas que indicam contato prévio com histoplasmose. Seu médico também pode levar amostras de urina, escarro ou de sangue para fazer um diagnóstico preciso. No entanto, pode levar até seis semanas para obter resultados.

Você pode precisar de outros exames, dependendo das partes do seu corpo que foram afetadas. O seu médico pode fazer uma biópsia, amostra de tecido, do seu pulmão, fígado, pele ou de medula óssea. Você também pode precisar de um raio-X ou tomografia computadorizada (TC) do seu peito. O objetivo destes testes é determinar se são necessários tratamentos adicionais para corrigir eventuais complicações.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Histoplasmose

Se você tiver uma infecção leve, você provavelmente não vai precisar de tratamento. O seu médico pode apenas pedir que você descanse e tome um medicamento sem necessidade de prescrição médica para controlar os sintomas.

Se você tiver dificuldade para respirar ou estiver infectado por mais de um mês, o tratamento pode ser necessário. Normalmente é dado um medicamento antifúngico oral, mas pode ser necessária a terapia intravenosa. Os medicamentos mais usados são:

  • cetoconazol
  • anfotericina B
  • itraconazol.

Algumas pessoas podem ter de tomar medicação antifúngica por até dois anos.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

A histoplasmose pode causar uma série de complicações graves, mesmo em pessoas saudáveis. Para crianças, idosos e pessoas com sistemas imunológicos comprometidos, os problemas potenciais são muitas vezes com risco de vida. Complicações podem incluir:

  • Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA). A doença pode danificar os pulmões ao ponto de que ele encha de fluído. Isso impede a troca de ar eficiente e pode reduzir os níveis de oxigênio no sangue
  • Problemas de coração. A capacidade do coração de bombear sangue o suficiente pode ser comprometida
  • Insuficiência adrenal. A histoplasmose pode prejudicar suas glândulas supra-renais, que produzem hormônios que dão instruções para praticamente todos os órgãos e tecidos em seu corpo
  • Meningite. A histoplasmose pode causar uma condição grave chamada meningite. A meningite ocorre quando as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal ficam infectadas.

Expectativas

Pessoas com sintomas leves de histoplasmose geralmente se curam por conta própria, sem tratamento. Em casos mais graves, o prognóstico é bom para aqueles que recebem o tratamento adequado. Certas pessoas vão experimentar infecções recidivantes e podem necessitar de tratamento a longo prazo com medicamentos antifúngicos. A histoplasmose pulmonar crônica tem uma taxa de mortalidade de até 50% se o tratamento não é feito e 28% caso seja realizado. A histoplasmose disseminada tem um prognóstico ruim quando não tratada.

Prevenção

Prevenção

É difícil evitar a exposição ao fungo que causa a histoplasmose. Mesmo assim, algumas atitudes diminuem o risco de infecção:

Evite a exposição. Se o seu sistema imunológico está comprometido, evite obras ou qualquer outro local que permita contato com o solo que possa estar contaminado. Da mesma forma, exploração de cavernas e criação de aves, como pombos e galinhas, não são aconselhados. -Pulverize o solo contaminado. Antes de trabalhar em ou cavar o solo que pode abrigar o fungo que causa a histoplasmose, pulverize-o com água. Isso pode ajudar a prevenir os esporos de ser liberado para o ar. A pulverização de galinheiros e estábulos antes de limpá-los também pode reduzir o risco e contágio;Use uma máscara facial eficaz. Uma das melhores maneiras de se proteger desta doença se você tem que trabalhar em áreas contaminadas ou em cavernas conhecidas por abrigar morcegos é usar uma máscara de proteção.

Fontes e referências

  • -Ministério da Saúde;Mayo Clinic;Organização Mundial de Saúde.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não