Sangue no esperma

Visão Geral

O que é Sangue no esperma?

Sangue no sêmen, chamado de hematospermia, é sangue que ou é muito pequeno para ser visto (microscópico) ou visível no fluído ejaculatório.

Causas

O sangue no sêmen é geralmente causado por inflamação das vesículas seminais. Também pode ser causado por:

  • Bloqueio
  • Infecção
  • Lesão

Pode ser um sinal de doença ou um problema na uretra, testículos, epidídimio ou próstata.

Com frequência, a causa não pode ser encontrada.

Sinônimos

Sêmen - sanguinolento; Sangue na ejaculação

Considerações

Sintomas que podem ocorrer com esta condição incluem:

  • Sangue na urina
  • Febre ou calafrios
  • Dor na região lombar das costas
  • Dor com movimentos intestinais
  • Dor na ejaculação
  • Dor com a urina
  • Inchaço no escroto
  • Inchaço ou sensibilidade na área da virilha
  • Sensibilidade no escroto

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

O médico vai realizar um exame físico, em busca de sinais de:

  • Secreção da uretra.
  • Próstata aumentada ou sensível
  • Febre
  • Gânglios linfáticos inchados
  • Escroto inchado ou sensível

Para diagnosticar a causa do problema, seu médico vai fazer perguntas sobre o histórico médico, tais como:

  • Quanto sangue havia no sêmen?
  • Você já apresentou sangue microscópico no passado quando seu sêmen foi examinado por outra razão?
  • Quando você observou inicialmente este problema? Está presente todo o tempo?
  • Há qualquer coisa que pareça ter causado este sintoma?
  • Quais sintomas você tem?

Os exames que podem ser realizados incluem:

  • Exame de próstata
  • Exame de sangue PSA
  • Análise do sêmen
  • Cultura do sêmen
  • Ultrassom da pélvis e escroto
  • Urina tipo I
  • Urocultura

Se o sangue não desaparecer, mais exames devem ser realizados. Esses exames podem incluir:

  • Análise e cultura do sêmen
  • Urina tipo I e cultura
  • Ultrassom das vesículas seminais, escroto e testículos

Buscando ajuda médica

Sempre consulte oseu médico se você observar qualquer sangue no sêmen.

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Você pode tratar lesões menores com repouso, aplicação de gelo e monitoramento dos sintomas. Para lesões maiores, você pode precisar de cirurgia.

Infecções frequentemente podem ser tratadas com antibióticos tomados por via oral (ou antibióticos intravenosos, se os sintomas forem graves).

Bloqueios do trato urinário são geralmente tratados com cirurgia. Se tumores cancerígenos estiverem causando o bloqueio, você pode precisar de radiação ou quimioterapia.

Fontes e referências

  • Barry MJ, Collins MM. Benign prostate disease and prostatitis. Em: Goldman L, Schafer AI, eds. Cecil Medicine. 24a. ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011: cap 131.
  • Gerber GS, Brendler CB. Evaluation of the urologic patient: History, physical examination, and the urinalysis. Em: Wein AJ, ed. Campbell-Walsh Urology. 9a. ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007: cap 3.
  • Small EJ. Prostate cancer. Em: Goldman L, Schafer AI, eds. Cecil Medicine. 24a. ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011: cap 207.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não