PUBLICIDADE

Obesidade infantil já é epidemia e precisa ser combatida

Mudança nos hábitos alimentares é mais eficiente do que dieta radical

A obesidade é considerada a nova epidemia do momento e já virou um problema de saúde pública. Infelizmente ela já alcançou as nossas crianças e os casos de obesidade infantil vêm crescendo. Ela já atinge 10% das crianças brasileiras.

Os maus hábitos alimentares da família, a falta de tempo dos pais para a organização da alimentação da casa, as propagandas de alimentos nada saudáveis na TV, entre outros, contribui muito para o crescimento do número de crianças acima do peso saudável.

O sobrepeso ou a obesidade na idade escolar não necessariamente são resultado de uma superalimentação. Existem outros fatores importantes, como a ingestão de produtos ricos em calorias, como sucos industrializados, refrigerantes ou fast food. A falta de atividade física também é um fator que contribui para a obesidade infantil. Outros motivos podem ser: alguma disfunção hormonal ou hereditariedade (que está associada aos fatores citados acima).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Dietas restritivas podem ser perigosas para a saúde da criança"

A obesidade traz consigo outros problemas de saúde, como a hipertensão, diabetes, colesterol alto, e prováveis problemas emocionais. Crianças até 10 anos são consideradas obesas quando estão com excesso de 20% ou mais do peso ideal para a idade. Para crianças com mais de uma década de vida, pediatras e nutricionistas podem diagnosticar o sobrepeso com base no cálculo de seu Índice de Massa Corporal (IMC).

Qual o tratamento para o sobrepeso e a obesidade?

Não é exatamente um tratamento, nem uma dieta. Aliás, dietas restritivas podem ser perigosas para a saúde da criança. Basta aos poucos, sem pressa, seguirmos algumas diretrizes que estimulem uma alimentação completa e saudável. O mais importante! A criança em questão não precisa perder peso drasticamente, mas sim mantê-lo, pois conforme sua altura aumenta, seu peso vai ficando proporcional.

Aqui vão algumas dicas para ajudar a criança a sair do quadro de obesidade:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)