PUBLICIDADE

7 alimentos que as pessoas ainda têm receio, mas não deveriam

Você vai se surpreender com os benefícios desses alimentos que muitas vezes podem ficar de fora do seu cardápio

Muitas pessoas acreditam que alimentação balanceada significa deixar de consumir diversos alimentos. Mas não é bem assim que funciona, afinal dietas restritivas causam compulsão alimentar - o que pode ser ainda pior do que simplesmente consumir um alimento em quantidade adequada.

Além disso, é muito comum que as pessoas sintam receio em consumir certos alimentos por acharem que eles vão fazer mal à saúde. Pensando nisso, listamos alguns que geralmente são mal vistos, quando na verdade você não deve ter medo de consumi-los. É hora de acabar com certos mitos!

Ovos

Ao contrário do que as pessoas acham, o ovo não é responsável pelo aumento do colesterol e ele pode, sim, ser consumido no dia a dia, visto que é um alimento bastante nutritivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O ovo é rico em vitaminas A, D e E, além de possuir minerais essenciais para o organismo como zinco, selênio e magnésio. Seu consumo ajuda no processo de emagrecimento, auxilia no desempenho do cérebro e contribui com a saúde dos olhos.

Outra vantagem do ovo é ser um alimento muito versátil, podendo ser preparado de muitas maneiras e inserido na culinária por meio de muitas receitas deliciosas.

Margarina

Há muitos mitos a respeito da margarina. Mas afinal, você sabe como ela é feita? Trata-se de uma mistura de leite, água e óleos vegetais extraídos de frutos e sementes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A margarina é fonte de gorduras boas como as monoinsaturadas e as poli-insaturadas dos tipos ômega-3 e ômega-6, que auxiliam no combate do colesterol ruim, o LDL. Como uma fonte de gorduras provenientes de óleos vegetais, a margarina pode fazer parte da alimentação, se consumida com moderação e dentro de uma dieta equilibrada. Além disso, é um produto muitas vezes indispensável na culinária por trazer mais sabor e versatilidade para as receitas graças a sua consistência cremosa, sendo mais fácil de espalhar e misturar com outros ingredientes.

E mais uma dica: na hora de escolher qual produto consumir, dê uma conferida na tabela nutricional. Hoje já existe margarina com até 80% de lipídios, ou seja, mais da metade de gorduras boas dos vegetais na composição, além de margarinas livres de gordura trans.

É importante esclarecer que faz muitos anos que a maioria das margarinas do mercado não contém gordura trans, essa sim comprovadamente prejudicial à saúde. E isso aconteceu graças às novas tecnologias, que permitiram a retirada do processo de hidrogenação parcial causador da gordura trans. Por isso, é importante buscar sempre uma marca de qualidade e referência no mercado, a fim de garantir que tenha alta qualidade e não contenha gordura trans.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Hambúrguer

É só pensar em hambúrguer que muitos associam a comida de fast food, alimentando o imaginário popular de que é um alimento ruim para a saúde. No entanto, o hambúrguer feito com ingredientes caseiros pode entrar no cardápio regularmente.

Quando for preparar o seu hambúrguer caseiro opte por carnes magras como o patinho, por exemplo. E ao invés de fritá-lo, que tal assá-lo? Assim você pode garantir todos os benefícios deste alimento.

Pasta de amendoim

Já ouviu dizer que os doces não fazem bem para a saúde? Só que nem todos os doces desempenham esse papel de vilão. Esse é o caso da pasta de amendoim, que o que tem de saboroso tem de benéfico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As pessoas costumam dizer que o amendoim faz parte do grupo das oleaginosas, por conta do seu alto teor de gordura. Porém, ele é uma leguminosa e quase 50% de sua gordura é ômega-9, que ajuda a regular o colesterol.

Metade da pasta de amendoim é composta por essa gordura boa e a outra metade é uma soma de proteína, carboidrato e fibra. Portanto, este alimento é um grande aliado de quem pratica exercício físico e também para quem está em processo de emagrecimento.

Pães

Sabe quando bate aquela vontade de comer um pãozinho e você se priva? Não precisa mais passar por isso, afinal, o pão é um alimento que está sempre presente na mesa dos brasileiros.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O pão pode ser um alimento saudável sim, desde que você mesmo o faça. Pães integrais, de centeio ou de aveia são ótimas opções para a dieta, pois são ricos em fibras que contribuem para a regulação da função digestiva.

Abacate

O abacate é visto como um alimento calórico e um inimigo por ser uma fruta rica em gorduras. Está aí um grande engano. Ele contém gorduras, sim, mas são de alta qualidade e atuam na redução dos níveis de colesterol e triglicerídeos no organismo.

Além disso, trata-se de uma fruta rica em nutrientes como cálcio, potássio, vitamina C, fósforo e outros. Dessa forma, o abacate pode ser inserido na dieta sem medo, auxiliando quem está em processo de emagrecimento, melhorando o rendimento no treino e até atuando no combate da constipação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Queijos

Os queijos podem ser aliados da alimentação quando escolhidos de maneira correta. Há opções saudáveis que trazem benefícios para a dieta e são fontes de cálcio e proteínas.

É fácil de escolher a melhor opção na prateleira do mercado, basta atentar-se à cor do alimento: quanto mais amarelado maior a quantidade de calorias. Quando for comprar um queijo, prefira opções como queijo minas, ricota ou cottage, por exemplo. Isso porque eles são ricos em proteínas e pobres em gorduras.