PUBLICIDADE

Branqueamento de alimentos: o que é e como fazer em casa?

Aprenda técnica simples de conservação que faz alimentos durarem mais na pandemia

Encher o carrinho de legumes e verduras no mercado e na feira é sempre uma alegria. Porém, quando acabamos perdendo esses alimentos muito rapidamente por conta da má conservação, a festa vira imediatamente uma tragédia.

No entanto, mais do que conservar a aparência, o sabor e a vida útil do alimento, é importante, acima de tudo, conservar suas propriedades nutricionais.

Até porque manter alimentos frescos, além de evitar desperdícios desnecessários, também é um alívio para o bolso. A Associação Brasileira de Nutrição fez um guia para alimentação em tempos de pandemia e ensinou uma técnica chamada de branqueamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O que é o branqueamento de alimentos?

A técnica de branqueamento visa conservar, principalmente, legumes e folhas, com o intuito de preservar a qualidade desses alimentos e também o seu valor nutricional.

Além de tudo, o branqueamento de alimentos também dificulta o crescimento e a proliferação de bactérias.

Isso porque a técnica faz com que a água presente nesses vegetais se transformem em gelo, o que reduz a carga microbiana, além de inativar as enzimas naturais responsáveis pelo amadurecimento e escurecimento precoce dos alimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dessa forma, os legumes e folhas podem ser muito melhor aproveitados, adquirindo mais tempo para serem consumidos e sem perder seus benefícios nutricionais.

Como fazer em casa?

O procedimento de branqueamento é bem simples e consiste em dar um choque térmico no alimento, colocando-o em água fervente para logo em seguida mergulhá-lo na água gelada.

É preciso se atentar, pois cada legume e folha tem o seu respectivo tempo de imersão na água quente e fria. Segue o passo-a-passo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para melhor consumo e controle, procure etiquetar os saquinhos e potes com a data da manipulação antes de congelá-los.

Qual o tempo de fervura para cada alimento?

O tempo de imersão na água quente depende do tamanho que o alimento for cortado. Quanto menor for o tamanho do alimento, menor será o tempo de imersão na água fervente. Quanto maior o tamanho, maior o tempo de imersão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1 minuto: tempo indicado para alimentos pequenos, ralados ou cortados em pedaços bem pequenos, por exemplo, ervilha em grãos, milho em espiga, abobrinha ralada, tiras de pimentão.

2 minutos: abobrinha picada, acelga picada, almeirão picado, brócolis, cenoura picada, cheiro-verde, chicória picada, couve e couve chinesa picada, espinafre picado, talo de alho poró, talo de aipo.

3 a 5 minutos: abóbora, batata, aspargo, berinjela, cenoura inteira, couve-de-bruxelas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como conservar alimentos por mais tempo

Aprenda a guardar e conserve os alimentos por mais tempo

Preserve os nutrientes do alimento na hora do preparo

Congele os alimentos do jeito certo e não perca os nutrientes

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)