PUBLICIDADE

Como é ser uma pessoa borderline? Entenda as características

Transtorno de personalidade acomete cerca de 1% da população e é uma das maiores causas de procura a serviços de saúde mental; veja as características

Você já ouviu falar em Transtorno de Personalidade Borderline (TPB)? Se ainda não compreende muito bem do que isso se trata, veja o caso fictício a seguir para tentar entender o que é ser uma pessoa que sofre com esse distúrbio mental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Imagine o seguinte cenário...

Denise é uma jovem universitária, de 20 anos. Ela teve uma infância e adolescência muito conturbadas. Entre os 8 e 12 anos, sofreu abuso sexual pelo tio e só contou para seus pais quando fez 18 anos. Na época, eles não acreditaram.

A família já não acreditava muito na garota por tantas mentiras contadas ao longo do ano e também pelas diversas tentativas de suicídio. Denise se cortava desde que era adolescente, para tentar aliviar um pouco o vazio que sentia no peito. Tinha outros comportamentos de risco, como abuso de álcool e relações conflituosas com seus namorados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A dor da violência sofrida com tantos problemas que ela teve na vida ajudaram a moldar um pouco da sua personalidade. Dessa forma, uma das principais características de Denise é sua dificuldade em lidar com o "não", com limites e com as frustrações da vida. Eles se tornaram gatilhos para que ela tentasse a automutilação e tentasse o suicídio, e causavam graves crises de agressividade.

A garota passou a apresentar inúmeros momentos de hostilidade com as pessoas, afastando todos ao seu redor, gritando, brigando e ofendendo. Paralelamente, esse comportamento aumentou ainda mais a sua carência afetiva e sentimento de solidão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Agora, ela tem a sensação de que nada vai lhe trazer felicidade. Sente um vazio misturado com uma tristeza desde a infância. A família diz que qualquer frustração a leva a tentar suicídio, se machucar ou mesmo desmaiar.

Tem relacionamentos muito frouxos, justamente porque muita gente diz que ela é manipuladora, impulsiva, carente e depressiva.

Sintomas do borderline

Apesar de ser hipotético, o caso de Denise consegue ilustrar o cenário de uma pessoa diagnosticada com o Transtorno de Personalidade Borderline. Assim como mostrado, o distúrbio tem como principais características:

Para se ter uma ideia, a personalidade borderline acomete cerca de 1% da população e é uma das maiores causas de procura a serviços de saúde mental. Além disso, as pessoas com esses quadros têm vários prejuízos na escola, no trabalho e na faculdade, justamente devido às relações interpessoais muito conflituosas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por outro lado, cerca de 95% das pessoas borderline têm remissão clínica dos sintomas em até 8 anos. Entretanto, de qualquer forma, é um quadro que traz muito sofrimento, não só para a própria pessoa, mas também para aquelas ao seu redor.

Tratamento

Em geral, o tratamento para essa condição é feito com psicoeducação para o paciente e seus familiares; psicoterapia individual e familiar; e uso de medicamentos para alguns sintomas associados. Portanto, caso você conheça alguém com características semelhantes, não hesite em pedir ajuda psiquiátrica e/ou psicológica.

Mais sobre personalidade borderline

4 dicas para conviver com quem tem borderline

5 atitudes para evitar se você ama alguém com borderline

Dicas para ajudar na relação com uma pessoa borderline

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)