PUBLICIDADE

Intimidade no namoro leva tempo: Descubra quanto, segundo estudo

Homens demoram cinco meses para usar o banheiro com a porta aberta; mulheres levam quase nove meses para fazer o mesmo

Quando iniciamos um relacionamento, podemos ficar tímidos ou não nos sentir confortáveis. Isso acontece porque ainda estamos ganhando intimidade com o nosso par. E segundo uma pesquisa realizada pelo Mattress Advisor, existe uma média de tempo para começarmos a nos sentir confortáveis ao lado de quem amamos.

Como o estudo foi feito

Para os pesquisadores, algumas atitudes como andar pela casa pelado ou tomar banho juntos indicam que a relação está ganhando força. Entrevistando 1000 pessoas, foi possível identificar quanto tempo leva para cada uma dessas atitudes se tornarem uma realidade dentro de um vínculo amoroso.

As mulheres sentem-se confortáveis mais rápido que os homens na relação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Resultados

Os homens levam uma média de 2.8 meses para se sentirem confortáveis em dormir pelados ao lado de uma nova parceira. Enquanto isso, as mulheres levam um pouco mais de um mês para se sentirem livres a fazer o mesmo.

Por outro lado, as mulheres sentem-se à vontade para deixar a cama desarrumada apenas depois de uma média de quatro meses. Já os homens demoram uma média de 2.8 meses para deixar o quarto bagunçado na frente de seu par.

Uma similaridade entre os dois sexos é o tempo em que eles levam para reclamar que o parceiro ronca alto demais: Uma média de 4.7 meses.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

E de acordo com dados da pesquisa, o hábito que mais leva tempo para se tornar natural na vida de um casal é fazer coco na frente do outro. Os homens demoram 7.1 meses para fazer isso e as mulheres 10.7 meses.

Peidar na cama, pedir por uma cópia da chave de casa e usar aparelho nos dentes na hora de dormir também estão entre os hábitos que mais demoram para se tornarem corriqueiros na rotina do casal.