PUBLICIDADE

Obesidade infantil quadruplica chances de hipertensão no adulto

Mesmo o excesso de peso quando o jovem pode dobrar o risco da doença

As crianças com obesidade têm mais um motivo para reverter esse quadro, além dos riscos que o excesso de peso traz em um primeiro momento, como o diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. Segundo um estudo feito por pesquisadores do Riley Hospital for Children da Universidade de Indiana (EUA), a obesidade infantil pode aumentar as chances de hipertensão quando as crianças atingem a idade adulta. Os dados foram apresentados dia 12 de setembro na reunião da American Heart Association, em New Orleans, e devem ser vistos como preliminares até serem revisados e publicados em um jornal científico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em 1986, os estudiosos começaram a acompanhar o desenvolvimento de mais de 1.100 crianças e adolescentes saudáveis. Os médicos verificaram peso, altura e pressão arterial da amostragem duas vezes por ano. No início da pesquisa, cerca de dois terços das crianças estavam com peso normal, enquanto 16% tinham obesidade e outros 16% estavam acima do peso. Passados 27 anos desde o início do estudo, os investigadores descobriram que 26% das crianças com obesidade acabaram com a pressão arterial elevada quando adultos, em comparação com 14% das crianças com sobrepeso e apenas 6% dos jovens com peso normal.

Os resultados mostram a obesidade infantil aumenta em quatro vezes as chances de hipertensão na vida adulta, se comparadas com aquelas que tinham IMC normal. Já aquelas que estavam com sobrepeso tinham o dobro do risco, também comparadas com as crianças dentro do peso ideal. Segundo os pesquisadores, um estudo de longo acompanhamento como esse é importante para mostrar os efeitos em longo prazo da obesidade e sobrepeso infantil. Dessa forma, é importante ficar atento para o peso das crianças tanto quanto dos adultos, fazendo o possível para que esses quadros sejam revertidos o mais rápido possível.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

16 hábitos diários que previnem a obesidade infantil

Manter as crianças dentro de uma dieta saudável dá trabalho, principalmente quando elas adoram ir ao supermercado e ficam com olhos gulosos para cima da sprateleiras de salgadinhos, doces e congelados. Segundo dados do Ministério da Saúde, uma em cada três crianças no Brasil está acima do peso, podendo chegar à obesidade (situação em que os quilos sobrando já são encarados como doença). A nutricionista chefe da equipe Dieta e Saúde, Roberta Stella, pontua desde cedo as crianças devem aprender que comer pode ser saudável e divertido. Conheça a seguir hábitos que ajudam seus filhos a ter uma alimentação mais saudável, diminuindo as chances de desenvolver a obesidade infantil:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Hora certa de comer - Getty Images
Hora certa de comer - Getty Images

A criança deve comer cinco ou seis refeições (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia) em locais apropriados e horários pré-estabelecidos.

Guloseimas - Getty Images
Guloseimas - Getty Images

As guloseimas não devem ser proibidas, mas sim oferecidas em porções controladas, por exemplo, um pacotinho com três bolachas recheadas. Não se esqueça de não deixar as guloseimas ao alcance da criança.

Doces - Getty Images
Doces - Getty Images

Evitar consumo excessivo de salgadinhos, frituras, refrigerantes, doces e guloseimas em geral, limitando o uso destes a 1x/semana no máximo.

Legumes e crianças - Getty Images
Legumes e crianças - Getty Images

Sempre tenha em casa legumes, verduras, salada, frutas, iogurtes, cereais matinais e sucos naturais.

Refeições fracionadas - Getty Images
Refeições fracionadas - Getty Images

Ajude as refeições fracionadas a virar rotina do seu filho, diminuindo assim o volume dos alimentos ingeridos nas refeições principais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Saladas - Getty Images
Saladas - Getty Images

Estimule o uso de saladas cruas. Para torná-la mais atrativa acrescente complementos como kani kama, atum ou queijos magros. Uma boa dica é montar pratos de saladas bem coloridos e variados, ou seja, que sejam atrativos para as crianças.

Produtos integrais - Getty Images
Produtos integrais - Getty Images

Passe a usar mais produtos integrais, diminuindo a quantidade dos refinados.

Comer bebendo suco - Getty Images
Comer bebendo suco - Getty Images

Substitua os refrigerantes por sucos naturais e não deixe que a ingestão de líquidos junto às refeições, seja maior que 250 ml.

Açúcar em bebidas - Getty Images
Açúcar em bebidas - Getty Images

Procure não adoçar sucos, deixe que a criança crie o hábito em não precisar deste complemento nada saudável ao suco.

Doces como recompensa - Getty Images
Doces como recompensa - Getty Images

Nunca use doces e guloseimas como recompensas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Comer vendo TV - Getty Images
Comer vendo TV - Getty Images

Evite que as refeições sejam feitas em frente à TV ou computador.

Repetir o prato - Getty Images
Repetir o prato - Getty Images

Não insista que a criança raspe o prato, caso já esteja satisfeita e evite o hábito de repetir mais um pouquinho.

Elogie seu filho - Getty Images
Elogie seu filho - Getty Images

Elogie seu filho ao perceber que ele está levando a sério sua nova maneira de se alimentar. Também ofereça prêmios a cada nova conquista! (Mas o prêmio não pode estar ligado a alimentos).

Quantidade de alimentos - Getty Images
Quantidade de alimentos - Getty Images

Diminua gradativamente a quantidade de alimentos, se esse for o motivo do ganho de peso.

Fast food saudável - Getty Images
Fast food saudável - Getty Images

Se for comer em fast-foods (no máximo uma vez por semana), ajude seu filho a escolher opções saudáveis. Por exemplo, um suco de fruta no lugar do refrigerante. Ou comida japonesa em vez da pizza e do hambúrguer.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Criança no supermercado - Getty Images
Criança no supermercado - Getty Images

Leve a criança ao supermercado ou hortifruti para que desperte a vontade e escolha opções saudáveis de alimentos.