PUBLICIDADE

6 curiosidades para entender seu filho adolescente

A adolescência é marcada por intensas descobertas que influenciam a vida não só dos jovens, mas de seus pais também

A adolescência é uma fase repleta de novas experiências na vida de qualquer um. Para os pais, pode ser um desafio acompanhar todas as mudanças em seus filhos durante essa época. Entretanto, é importante ser compreensivo e acolhedor durante os anos que definem esta etapa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para que você possa entender um pouco mais sobre o universo adolescente, listamos seis curiosidades que a ciência diz sobre a etapa:

1. Adolescentes precisam de 9 horas ou mais de sono

Se o seu filho for adolescente, talvez as tradicionais oito horas de sono não sejam o suficiente. Um estudo realizado pela St. George's School, em Rhode Island, nos Estados Unidos, aponta que dormir mais faz com que a qualidade de vida do jovem aumente, afetando positivamente seu rendimento escolar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caso seu filho não durma o suficiente, ele pode estar mais propenso à fadiga, depressão, problemas de concentração e outros problemas. Ainda segundo a autora da pesquisa, os adolescentes têm dificuldades em dormir antes das 23h, portanto o horário ideal para despertar seria em torno das 8h.

2. Bebidas alcoólicas: Influência dos amigos é determinante nesta fase

Um estudo realizado pela Universidade de Iowa (EUA) mostrou que os amigos próximos são a principal influência dos adolescentes para começar a ingerir bebida alcoólica. Além disso, jovens que convivem em famílias com históricos de alcoolismo também apresentam maior tendência a experimentar o álcool em idades prematuras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os estudiosos também afirmam que adolescentes que ingerem álcool antes dos 15 anos de idade podem se tornar dependentes na fase adulta. É importante que ocorra o diálogo aberto com os filhos, sem moralismo. Caso você tenha uma postura agressiva com seus filhos em relação ao assunto, eles terão medo de se abrir, escondendo o problema que pode se agravar e ter sérias consequências no futuro.

3. O apetite aumenta durante a adolescência

Segundo a pediatra Andrea Hercowitz, os períodos com grande velocidade de crescimento e de transformações requerem muita energia. Os dois primeiros anos de vida e a fase adolescente apresentam a maior quantidade de mudanças corporais.

E na adolescência, existe um ciclo chamado "crescimento acelerado". Este ciclo tem duração de dois anos, e nele, as meninas chegam a crescer 9 cm ao ano, e os meninos crescem até 11cm anualmente. Por conta do gasto energético excessivo, a ingestão de alimentos aumenta.

Portanto, é importante atentar-se a qualidade do que o seu filho come. "Adolescentes tendem a fazer escolhas alimentares calóricas, dando preferência aos carboidratos e às gorduras, que lhes dá satisfação rápida", explica a especialista.

4. A falta de vitamina D pode causar obesidade na adolescência

Uma boa alimentação durante a adolescência é essencial para um desenvolvimento físico sadio. Segundo estudo realizado pelo hospital Hasbro Children's, nos Estados Unidos, a maioria dos adolescentes obesos apresentam baixos níveis de vitamina D no sangue.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma das principais fontes de vitamina D é a luz solar. Ela também pode ser encontrada no leite, salmão, sardinha, óleo de fígado de peixe, cogumelos, ovos e alguns cereais.

5. Adolescentes positivos se tornam adultos mais saudáveis

Criar um ambiente positivo para seus filhos viverem, especialmente durante a infância e a adolescência, é de extrema importância. Segundo um estudo realizado pela Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, enxergar a vida de maneira positiva na adolescência diminui as chances do desenvolvimento de tabagismo e alcoolismo na fase adulta.

Para que isso aconteça, atentar-se à saúde psicológica dos jovens é essencial. Os pais precisam criar o hábito de dialogar frequentemente com os filhos. Aconselhar os adolescentes com mensagens positivas e motivadoras fará com que eles criem uma ótica otimista diante da vida.

6. Há um jeito certo de incentivar os estudos

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Illinois nos Estados Unidos, o rendimento dos adolescentes na escola tende a cair após a entrada no ensino médio. Por isso, é importante que os pais acompanhem os filhos nos estudos, participando ativamente de suas tarefas para que eles não se sintam desmotivados.

Ter diálogos com os filhos sobre a importância do conhecimento parece trazer bons resultados escolares para os jovens. Entretanto, esta conversa deve ser positiva, e não repleta de palavras de ordem e castigos: Isto apenas faz com que os filhos se rebelem, prejudicando ainda mais suas notas no colégio.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estipular horários de estudo com duração de no máximo três horas e elogiar os bons resultados garantem que o adolescente se sinta recompensado pelo bom rendimento.