PUBLICIDADE

Dieta equilibrada pode complementar tratamento de crianças hiperativas

Alimentos como peixes e frutas podem funcionar como terapia alternativa

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Um estudo publicado na revista Pediatrics revelou que uma alimentação balanceada pode melhorar o comportamento de crianças com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH). A análise foi liderada por médicos da Northwestern University Medical School, nos Estados Unidos.

A pesquisa revisou os últimos estudos sobre o assunto e concluiu que excluir alimentos estimulantes, como refrigerantes e doces, e incluir na dieta opções de peixes, verduras, frutas, legumes e grãos inteiros pode exercer um papel complementar no tratamento do transtorno.

Os pesquisadores, porém, alertam que cultivar uma alimentação balanceada serve apenas como terapia alternativa e não deve ser a única maneira de lidar com o problema. Segundo eles, embora médicos e pais reconheçam alimentos como estimulantes ou calmantes, ainda não há comprovação científica de que a dieta, de fato, tenha influência no comportamento das crianças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O TDAH é um transtorno que costuma aparecer na infância e é caracterizado por desatenção, inquietude e impulsividade. Em alguns casos, o tratamento requer uso de medicamentos.

Saiba como melhorar a vida de um filho com TDAH

Cuidar de uma criança com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade não é tarefa fácil, mas, de acordo com a neuropsiquiatra e psicoterapeuta Evelyn Vinocur, especialista do Minha Vida, há formas de melhorar sua vida e, consequentemente, sua convivência com as demais pessoas. Confira as dicas da especialista:

- Quando estabelecer regras, faça-as de modo simples e específico e escreva-as em post-its em locais de fácil visão para o seu filho;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Recompensas objetivas e que façam sentido, geralmente funcionarão melhor para o seu filho e elas não podem ser em excesso;

- Dê feedback com freqüência, para que eles saibam como estão indo;

- Ajude seu filho a mudar de modo suave e gradativo, planejando com antecedência as atividades que virão posteriormente;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Mantenha o senso de humor e seja paciente: com humor, você terá condições de evitar conflitos;

- Fique atento a todas as oportunidades para elogiar e fazer reforços positivos sempre que seu filho fizer algo corretamente. Mas tenha cuidado para não exagerar por conta de pequenos acertos, pois ele vai perceber, não se iluda;

- Tenha sempre em mente que você está lidando com uma condição médica que seu filho tem e não uma falha de caráter;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Nas horas de impor disciplina, não fale muito nem seja mole responda com clareza e ação apropriada;

- Espere que seu filho tenha dias bons e dias ruins;

- Lembre-se que culpar o seu filho, ou você mesma, ou seu marido não vai ajudar em nada. Todos vocês estão juntos, no mesmo barco , e fazendo o melhor que podem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)