PUBLICIDADE

Parto: normal, humanizado, cesárea, duração e recuperação

Conheça as fases do trabalho de parto e veja as complicações possíveis

Parto é o momento em que o bebê nasce e deixa o corpo da mulher grávida. Ele começa com o trabalho de parto e acaba com a saída total da placenta (dequitação).

O trabalho de parto, por sua vez, é todo o processo pelo qual o corpo da gestante passa para dar à luz um bebê. Ele tem duas fases:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quanto dura o parto

O trabalho de parto não tem duração mínima ou máxima. Cada mulher tem seu tempo, mas aquelas que nunca tiveram filhos (chamadas de nulíparas) costumam passar por trabalhos de parto mais longos, que duram em média de 12 a 14 horas.

Já entre as mulheres que estão no segundo filho em diante (as multíparas), o processo todo tem uma média de 10 horas.

Para mulheres que não passam pelo trabalho de parto e optam por uma cesárea, a duração da cirurgia é de, no máximo, uma hora.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tipos de parto

Por via de nascimento:

Por local:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por assistência:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por desfecho:

Indução de parto

O parto induzido é aquele em que o trabalho de parto é estimulado através de técnicas não naturais. A indução costuma ser aconselhada quando a mulher atinge 41 semanas de gestação, possui algum problema de saúde ou se há alguma complicação fetal que pede que o bebê nasça logo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entre as técnicas de indução, estão:

Entenda com detalhes as formas de indução de parto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dor do parto

O trabalho de parto pode ser uma experiência dolorosa, pois o útero se contrai de forma intensa para que o colo se dilate, abrindo espaço para a passagem do bebê. No entanto, existem alternativas para aliviar essa dor, que podem incluir medicamentos ou não.

Alguns jeitos de aliviar a dor do parto são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda a fundo todas as formas de reduzir a dor do parto.

Plano de parto: para que serve?

O plano de parto é um meio para que as preferências da mãe para a hora de nascimento de seu filho fiquem registradas e sejam levadas em conta. O ideal é que ela elabore junto com o obstetra, para que os dois conversem sobre todas as possibilidades.

Isso porque, durante o parto, algumas intercorrências podem acontecer e nem todos os desejos serão atendidos da forma que a gestante imaginou. Veja como preparar um plano de parto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Recuperação do parto

A recuperação do parto normal costuma ser mais rápida e indolor do que a da cesárea.

Depois do parto vaginal, a recuperação mais difícil acontece se a mulher passou por episiotomia ou laceração. Por isso, nas primeiras horas, a mulher deve ir aplicando compressa fria.

Nos dias seguintes, a mãe deve seguir higienizando a região íntima com sabonete neutro e secando bem, com movimentos leves e delicados. A partir do segundo dia, é possível aplicar compressa quente para aliviar a dor.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já na cesárea, logo após a cirurgia, a mulher fica de 2 a 4 horas na sala de recuperação pós-anestésica. Cerca de 8 a 12 horas depois, a sonda da bexiga é retirada e é recomendado levantar pela primeira vez. A mulher fica internada de 2 a 4 dias após o parto, no geral.

Os pontos da incisão devem ser lavados com sabonete neutro e bem secados. O organismo precisa de 6 meses para se recuperar por completo, mas, em 30 dias, a maioria das atividades já podem ser retomadas. Veja como cuidar da cicatriz da cesárea.

Complicações mais comuns do parto

Entre as complicações mais comuns, a obstetra Mariana Rosário lista:

Referências:

Mariana Rosário (CRM- SP: 127087), ginecologista, obstetra e mastologista

Johnata Dacal (CRM-SP 157515), ginecologista da Clínica Duo+