PUBLICIDADE

Poluição do ar pode desencadear Infertilidade masculina

Qualidade do esperma de homens expostos a poluição é inferior, diz estudo

A má qualidade do ar é capaz de influenciar a infertilidade nos homens. Segundo um estudo da Unidade de Toxicologia Reprodutiva e de Andrologia do Hospital das Clinicas da FMUSP, ligada à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e coordenado pelo urologista Jorge Hallak, a poluição é uma das causas modernas mais graves da infertilidade masculina.

O estudo avaliou 748 trabalhadores que inalam o ar de grandes vias públicas, como motoristas de ônibus e táxi, e o resultado foi surpreendente. Aqueles que respiram muita poluição apresentaram maior concentração de radicais livres no sangue, o que provoca uma baixa na qualidade dos espermas. Os números mostraram que dos 748 pesquisados, 500 apresentavam algum tipo de alteração na fertilidade.

A explicação, segundo o especialista Jorge Hallak, está no combustível que os automóveis brasileiros usam. "Existe uma grande quantidade de metais pesados na gasolina nacional, o que afeta diretamente o organismo", ressalta o urologista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo Hallak, a solução em curto prazo é paliativa: "uso de máscaras com filtros já evitaria boa parte do problema", garante.

Hoje, 15% da população masculina mundial é infértil. Além da poluição, fatores como estresse, tabagismo, obesidade, sedentarismo e uso de anabolizantes podem causar a deficiência.

A boa noticia é que dois terços dos casos de infertilidade masculina podem ser revertidos se forem bem diagnosticados e tratados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)