App gratuito avalia se você pode estar com novo coronavírus

Funcionalidade foi desenvolvida pelo Ministério da Saúde e ajuda a classificar ou descartar casos suspeitos

O novo coronavírus chegou ao Brasil e tem assustado pela facilidade com que é transmitido. Os sintomas da doença (COVID-19) podem se assemelhar a uma gripe comum, o que faz muita gente imaginar que está infectada. Por isso, o Ministério da Saúde lançou um aplicativo para avaliar se seu caso pode ser suspeito de contaminação pelo vírus.

Totalmente gratuito, o app "Coronavírus - SUS" está disponível para celulares e outros dispositivos com sistema Android e iOS. Com ele, é possível localizar postos de saúde próximos, checar se seu caso pode estar ligado ao novo coronavírus e obter informações oficiais sobre a doença.

Confirmando se está com o novo coronavírus

Após clicar em um botão na tela inicial, o usuário pode selecionar os sintomas que está apresentando. Depois, indica se teve contato com algum caso suspeito ou confirmado de COVID-19 e se viajou nos últimos 14 dias para algum dos países que estão na lista de alerta para o novo coronavírus.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dependendo de qual for a avaliação, o Ministério lista as ações a serem tomadas. Se seu caso for considerado suspeito, a instrução é utilizar máscara, lavar bem as mãos, evitar aglomerações e buscar atendimento médico urgente.

Sintomas de infecção pelo novo coronavírus

A doença causada pelo novo coronavírus é de descoberta recente. Por enquanto, o que se sabe é que os pacientes diagnosticados com ela apresentaram sintomas similares a uma pneumonia comum, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com essa nova funcionalidade, o Ministério da Saúde espera conscientizar a população e agilizar o atendimento a pessoas que possam estar infectadas. Segundo um boletim divulgado nesta terça-feira (03), o órgão monitora 488 casos suspeitos e mantém em 2 o número de ocorrências confirmadas.

Desvende 12 mitos sobre o coronavírus.