COVID-19 aumenta risco de morte em pacientes com câncer

Estudo aponta que pacientes oncológicos apresentam alta taxa de mortalidade pelo novo coronavírus

Uma pesquisa realizada pelo grupo Oncoclínicas, publicada no Journal of Clinical Oncology, revelou que o diagnóstico de câncer pode elevar o risco de morte em pacientes contaminados com o novo coronavírus.

A análise foi feita com 198 pacientes oncológicos que tiveram COVID-19 entre março e julho de 2020. A taxa de mortalidade entre os participantes foi de 16,7% - um número seis vezes acima do índice global de mortalidade causada pelo vírus.

Os pacientes que apresentaram a maior taxa de mortalidade possuíam o diagnóstico de câncer no trato respiratório, como o câncer de pulmão metastático, linfomas e leucemia. Entre os pesquisados, 84% tinham tumores sólidos e 16% câncer hematológico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diferentes tipos de tratamentos e terapias, como a quimioterapia, terapia hormonal, imunoterapia e radioterapia não foram associadas ao número de óbitos revelados pelo estudo.

Risco de contaminação

Os cientistas alegaram que os pacientes em tratamento contra o câncer possuem maior risco de serem infectados, já que há necessidade de visitas frequentes a clínicas e hospitais. Além disso, a baixa imunidade causada pela doença também se torna fator de risco, aumentando a possibilidade de morte caso haja a infecção pelo coronavírus.

Dessa forma, a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica enviou uma solicitação para o Ministério da Saúde pedindo que esse grupo seja incluído na lista de prioridade nos grupos de vacinação. Segundo a entidade, cerca de 1,5 milhões de brasileiros estão em tratamento oncológico no país.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outros estudos também já associaram o câncer com o risco de morte por COVID-19. Em uma pesquisa feita com pacientes com o diagnóstico de LLC (leucemia linfocítica crônica) foi revelado um risco aumentado de 89% de hospitalização e 31% de morte.

Entretanto, ainda não há dados suficientes sobre os efeitos das vacinas contra coronavírus em pacientes oncológicos. A recomendação é que haja a orientação de um médico antes de receber a imunização, já que cada tipo de tumor possui características e limitações diferentes.

Mais sobre o coronavírus

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)