PUBLICIDADE

Anemia falciforme: o que é, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Anemia falciforme?

Anemia falciforme é uma doença genética que provoca a deformação dos glóbulos vermelhos do sangue. Consequentemente, essas células não carregam oxigênio de forma correta ao corpo, levando à anemia.

É importante não confundir a anemia falciforme com a anemia ferropriva, causada por deficiência de ferro. A segunda é muito mais comum (estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de ferro).

O que é anemia falciforme?

Causas

Causa da anemia falciforme

Segundo o Manual de Manual da Anemia Falciforme para a População, elaborado pelo Ministério da Saúde, o corpo humano possui células vermelhas no sangue chamadas hemáceas. Dentro delas, há um pigmento vermelho chamado hemoglobina A, responsáveis por carregarem o oxigênio do pulmão para o corpo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A anemia falciforme é causada por uma alteração genética que leva pessoas a produzirem outro tipo de hemoglobina, a hemoglobina S no lugar da A. A diferença entre elas é que, em vez do formato côncavo típico de hemácias com da hemoglobina A, as células vermelhas com hemoglobina S apresentam um formato de foice que dificulta o transporte de oxigênio.

Sintomas

Sintomas de Anemia falciforme

Os sintomas da anemia falciforme diferem em cada indivíduo. Alguns apresentam sintomas leves, outros um sinal ou mais.

Geralmente, os sintomas aparecem na segunda metade do primeiro ano de vida da criança. São eles:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fatores de risco

A anemia falciforme é mais comum em indivíduos da população negra. No Brasil, representam cerca de 8% dos negros, mas devido à intensa miscigenação historicamente ocorrida no país, pode ser observada também em pessoas de raça branca ou parda.

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Anemia falciforme

O diagnóstico definitivo da anemia falciforme é feita a eletroforese de hemoglobina que detecta a hemoglobina F, o famoso teste do pezinho, realizado gratuitamente antes do bebê receber alta da maternidade, proporciona a detecção precoce de hemoglobinopatias, como a anemia falciforme, além de outras duas condições: fenilcetonúria e o hipotireoidismo congênito.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para pessoas que não fizeram o teste do pezinho, existem o teste de afoiçamento e o teste da mancha, como exames de triagem, e a eletroforese de hemoglobina, como exame confirmatório.

Convivendo (prognóstico)

Tratamento de Anemia falciforme

O tratamento para a anemia falciforme, após o diagnóstico, consiste em oferecer à criança e à família um atendimento multiprofissional, com diferentes especialistas (médicos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, dentistas, etc), para orientar os pais e também o paciente sobre o que fazer em épocas de crise de anemia falciforme, prevenir doenças geradas pelas crises e infecções graves.

Alimentação e anemia falciforme

A anemia falciforme não é corrigido com alimentação por ter origem de mutação genética e não pela deficiência de ferro. No entanto, a alimentação pode auxiliar com nutrientes para a qualidade de vida e da saúde dos vasos sanguíneos desses pacientes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Complicações possíveis

Uma complicação possível, além das infecções graves, é o chamado Sequestro do Sangue no Baço.

Neste quadro, crianças com anemia falciforme apresentam o baço, órgão que filtra o sangue, aumentado de tamanho rapidamente pelo sequestro de todo o sangue por ele.

O Sequestro do Sangue no Baço pode levar rapidamente à morte por falta de sangue para os outros órgãos, como o cérebro e o coração. É uma complicação da doença que envolve risco de vida e exige tratamento emergencial.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Anemia falciforme tem cura?

A anemia falciforme não tem cura, uma vez que se trata de uma doença genética.

Assim como a cor dos nosso olhos, cabelo, pele, nossa altura, a hemoglobina também é uma característica passada pelos genes de nosso pais.

Dessa forma, se uma pessoa receber, do pai, um gene com mutação para produzir a hemoglobina S e, da mãe, outro gene com a mesma característica, ela nascerá com um par de genes com a mutação e terá anemia falciforme.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

Não há como prevenir a anemia falciforme da mesma forma que se previne a gripe. O que existe é uma forma de saber se um bebê pode ou não nascer com a doença pelo chamado traço falciforme.

O traço falciforme é o caso em que uma pessoa recebe somente um gene com a mutação (do pai ou da mãe). Ou seja, essa pessoa carrega o gene da anemia falciforme, mas não tem a doença e não precisa de tratamento especializado para ela.

Contudo, se por uma eventualidade essa pessoa se casar com um indivíduo que também apresenta traço falciforme, existe a possibilidade de ambos terem um filho com anemia falciforme ou com traço ou sem nada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Referências

Ministério da Saúde

Manual da Anemia Falciforme para a População - Ministério da Saúde

Simone Catelli, nutricionista - CRN 5105/SP

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fernanda de Oliveira Santos, médica especialista em hematologista e hemoterapia - CRM 97397/SP