Vacinas: tire oito dúvidas que surgem ao atualizar a carteirinha

Descubra se é possível tomar as vacinas atrasadas e quando repetir a dose

POR CAROLINA SERPEJANTE - ATUALIZADO EM 26/04/2016

A Semana Mundial da Vacinação (24/04 - 30/04) lembra os diversos cuidados que ajudam a manter nosso corpo longe de doenças. Além dos hábitos que devemos adotar no dia a dia, como beber bastante água, dormir bem, ter uma alimentação equilibrada e ficar atento às mudanças de temperatura, existe uma ação em especial que quase sempre esquecemos - manter as vacinas em dia. Segundo a pediatra Isabella Ballalai, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, as vacinas são essenciais para deixar nosso organismo 100% blindado contra vírus e bactérias que ameaçam a nossa saúde. Está com as vacinas atrasadas? Perdeu a carteirinha e não sabe o que fazer? Tire essas e outras dúvidas com os especialistas e imunize-se!

Existem exames que podem identificar se estamos imunizados?

Vacinas de patógenos vivos, que podem causar a doença, conseguem sim ser identificadas por meio de exames de sangue - mas isso não tem relevância no ponto de vista médico. Isso porque a única forma de comprovar que uma pessoa está vacinada ou não é pela apresentação do registro na carteirinha. "Inclusive, o Ministério da Saúde só considera vacina válida aquela em que o registro foi credenciado corretamente por uma corporação autorizada", diz a pediatra Isabella Ballalai, presidente da regional do Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira de Imunizações. Outro ponto negativo de depender do exame é que ele aponta apenas a imunização, e não a causa desta. "Você pode estar imunizado porque já teve a doença alguma vez, e não necessariamente por ter tomado a vacina", completa a especialista. Dessa forma, é importante estar sempre atento à carteirinha de vacinação.