publicidade

O que é Dificuldade para dormir?

Sinônimos: Incapacidade de dormir; Dissonia; Falta de sono; Insônia

A dificuldade de dormir pode envolver dificuldade em pegar no sono ao ir para a cama à noite, acordar muito cedo pela manhã, ou acordar durante a noite. Pode também envolver combinações destes padrões.

Veja também: Insônia

Considerações

Todos passam por noites de insônia, e isso não é um problema para a maioria das pessoas. Entretanto, cerca de 25% dos norteamericanos relatam ter problemas de sono ocasionais. Os problemas de sono crônicos afetam cerca de 10% das pessoas.

A falta de de sono tranquilo pode afetar a capacidade de condução de responsabilidades diárias por estar muito cansado ou ter problemas de concentração. Todos os tipos de insônia podem levar a sonolência durante o dia, má concentração e incapacidade de sentir-se revigorado e descansado pela manhã.

A maioria dos adultos funciona melhor com 8 horas de sono por noite até os 60 anos de idade, após isso cerca de 6 horas poderá ser suficiente. Embora os idosos precisem de menos sono, quase metade das pessoas com mais de 60 anos sofrem de algum grau de insônia.

A melhor forma de se medir a quantidade de sono necessário é saber como se sente. Se ao acordar se sente revigorado, a noite de sono foi suficiente. Para algumas pessoas, isso ocorre com apenas 4 horas. Outros podem precisar de até 10 horas para sentirem descansados.

A utilização de medicamentos para tratar a insônia pode ser útil em determinadas situações, mas há alguns riscos possíveis. Os anti-histamínicos (principal ingrediente em pílulas de dormir sem receita médica) pode levar a dependência, tolerância e ao longo do tempo poderá afetar a memória. O medicamento sedativo deve ser utilizado sob acompanhamento próximo de um médico, porque há a possibilidade de resultar em dependência e tolerância. A interrupção da utilização desses medicamentos pode provocar o retorno da insônia e abstinência.

É raro que uma doença de alto risco possa ser a causa de problemas com sono. Para muitas pessoas, hábitos de sono ruins são a causa. Entretanto, em função da insônia ser um sintoma-chave de depressão, é necessário realizar testes de depressão caso apresente problemas de sono.

A insônia pode causar:

  • Círculos negros ao redor dos olhos
  • Desorientação
  • Fadiga
  • Irritabilidade
  • Alterações na postura
  • Nível de energia reduzido

Pode ser útil consultar um psiquiatra ou outro tipo de médico mental para avaliar os distúrbios psiquiátricos que podem levar à insônia. Se estiver com depressão, antidepressivos podem ajudar tanto no problema de sono como de depressão. Estes medicamentos não trazem as mesmas preocupações em relação à tolerância e dependência como os sedativos.

Aconselhamento pode ser útil com pesadelos e sonhos que interferem com o sono.

Causas

A insônia em adultos pode ser resultado de:

  • Envelhecimento
  • Alcoolismo ou interrupção repentina do uso de álcool após muito tempo de uso
  • Ansiedade
  • A cama ou o quarto não convidam ao sono
  • Depressão
  • Doenças, como próstata aumentada, cistiteDPOCartriteAzia, e problemas no coração e nos pulmões
  • Euforia ou agitação
  • Micção frequente
  • Tristeza
  • Drogas ilícitas de rua, como anfetaminas e cocaína
  • Diferença no fuso horário
  • Falta de exposição à luz clara ou luz solar
  • Medicamentos, como utilização excessiva de medicamentos para a tireoide, efedrina, fenilpropanolamina, derivados da teofilina, etc.
  • Tireoide superativa
  • Síndrome das pernas inquietas
  • Turno de serviço
  • Dormir muito durante o dia
  • Estimulantes consumidos à noite, incluindo nicotina, álcool, cafeína ou alimentos
  • Estresse e preocupação
  • Interrupção repentina de uma medicação (como pílulas de sono ou sedativos)
  • Muito estímulo na hora de dormir
  • Distúrbios de padrão acordar-dormir

Em bebês

A maioria dos recém-nascidos acordam várias vezes durante a noite, mas até os 6 meses dormem, em geral, a noite toda. Com 1 ano de idade, os bebês dormem uma média de 16 horas por dia. Duas a três horas desse sono ocorrerão durante o dia.

A insônia em bebês pode ocorrer em função de:

  • Desejo de chamar a atenção dos pais
  • Febre ou outra doença
  • Fome
  • Indigestão
  • Cólica infantil ou outro problema digestivo
  • Nascimento de dentes

Cuidados

Tente mudar os hábitos e outros comportamentos de sono noturno antes de consumir medicamentos para insônia. Por exemplo:

  • Evite malestar emocional ou situações estressantes antes de ir para a cama.
  • Evite consumir álcool à noite. Evite cafeína por pelo menos 8 horas antes de ir dormir. Pare de fumar, porque a nicotina é um estimulante.
  • Tenha uma pequena refeição antes de ir para a cama.
  • Estabeleça uma hora regular para dormir, mas não vá para a cama se estiver completamente despertado.
  • Faça atividades físicas regulares, mas não 2 horas antes de ir para a cama. Os exercícios, principalmente aeróbicos, mostraram fazer com que as pessoas caiam no sono mais rápido, tenham o sono mais profundo e descansem mais. O sexo pode induzir o sono naturalmente para algumas pessoas.
  • Relaxe ao ler, tomar um banho ou escutar músicas suaves antes de ir para a cama.
  • Tire a TV ou o computador de seu quarto. Caso contrário, o cérebro ficará acostumado ao estímulo e começará a esperá-lo quando estiver no quarto. Isso fará com que seja mais difícil cair no sono.
  • Utilize o quarto somente para atividades próprias do quarto. Uma vez na cama, utilize a imaginação criativamente e técnicas de relaxamento para manter sua mente longe de pensamentos agitados. Evite ficar na cama por muito tempo ao estar acordado, ou ir para o quarto por estar entediado.

Em bebês e crianças

  • Evite ir ao quarto da criança durante a noite.
  • Evite mandar a criança para o quarto como castigo, o que pode provocar um sono ruim.
  • Para crianças que possuem problemas em pegar no sono, tente manter o quarto o mais calmo possível. Um dispositivo sonoro pode mascarar ruídos externos.
  • Nunca dê medicamentos para dormir a uma criança sem perguntar ao médico antes. Geralmente, não é uma boa ideia tratar o problema com medicamentos.

PUBLICIDADE

Buscando ajuda médica

Procure um médico se:

  • Seu problema de sono se tornar persistente e afetar sua qualidade de vida, apesar das mudanças de comportamento
  • Seu problema de sono ocorrer mais de 3 noites por semana por mais de um mês
  • Possuir sintomas que incomodam, como dor torácica ou falta de ar

Na consulta médica

Seu médico realizará um exame físico. Para ajudar a entender melhor seus problemas de sono, o médico poderá fazer as seguintes perguntas:

  • Você tem dificuldade em cair no sono, em ficar dormindo ou acorda muito cedo?
  • Acorda com a sensação de que não descansou?
  • Qual a frequência com que acorda durante a noite?
  • Por quanto tempo sofre desse problema?
  • Consome algum medicamento para dormir sem receita médica?
  • Que medicamentos consome?
  • Toma algum suplemento fitoterápico ou remédios alternativos?
  • Bebe muito café ou álcool? Parou de tomar café ou álcool a pouco tempo?
  • Possui estresse ou ansiedade em excesso?
  • Quanto tempo geralmente consegue dormir? De que horas a que horas?
  • O que faz durante as horas que antecedem a sua ida à cama?
  • Sua programação de sono muda frequentemente? (turno de trabalho)
  • Cai no sono em horas e lugares inoportunos?
  • Sua programação de sono muda muito durante a semana?
  • Fica muito preocupado para dormir?
  • Sofre de pausas respiratórias, ou ronca?
  • Sente dores e desconfortos que não te deixam dormir?

Em alguns casos, o médico pode realizar as seguintes recomendações:

  • Registrar o sono
  • Testes de tireoide (TSH, T3, T4)

Em alguns casos raros, seu médico poderá querer que se consulte com um especialista em sono que realizará um estudo de seu sono (polissonorama)

Medicamentos

Algumas pessoas poderão precisar de medicamentos por um tempo para auxiliar no sono. O médico pode sugerir o uso de medicamentos prescritos se achar que será útil

Alguns antidepressivos, como o Trazadone, podem ser utilizados na hora de dormir por ter o efeito de deixar as pessoas sonolentas. Se a insônia for provocada por depressão, o tratamento da depressão com a utilização dos medicamentos ou tratamentos corretos devem resolver o problema.

Sedativos à base de benzodiazepina, como o clonazepam (Klonopin) ou lorazepam (Ativan) são medicamentos contra ansiedade que também podem ajudar no sono. Devem ser utilizados com cuidado porque podem provocar dependência.

Os medicamentos de sono mais novos, chamados de hipnóticos, ajudam a reduzir o tempo para cair no sono. Possuem menos probabilidade de dependência do que as benzodiazepinas. Dois exemplos são os medicamentos prescritos zolpidem (Ambien) e zaleplon (Sonata).

AVISO: O FDA pediu aos fabricantes de medicamentos de sono hipnóticos-sedativos a colocar mensagens de aviso mais fortes em seus produtos para que os consumidores saibam mais dos riscos potenciais. Entre os riscos possíveis ao tomar tais medicamentos estão reações alérgicas graves e comportamentos perigosos relacionados ao sono, incluindo dormir ao volante.

PUBLICIDADE

Fontes e referências:

  • Mahowald MW. Disorders of sleep. Em: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23ª ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007: cap. 429.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X