Edema periférico

Visão Geral

O que é Edema periférico?

O inchaço indolor dos pés e tornozelos é um problema comum, especialmente entre os idosos.

O aumento anormal de líquidos nos tornozelos, pés e pernas é chamado de edema.

Causas

O inchaço nos pés, pernas e tornozelos é comum nas seguintes situações:

  • Excesso de peso
  • Coágulo sanguíneo na perna
  • Idade avançada
  • Infecção na perna
  • Veias nas pernas sem capacidade de bombear sangue apropriadamente de volta ao coração

Lesão ou cirurgia envolvendo a perna, tornozelo ou pé pode causar inchaço. O inchaço também pode ocorrer após cirurgia da pélvis, especialmente para câncer.

Vôos prolongados de avião ou viagens de carro, assim como ficar em pé por longos períodos de tempo, frequentemente levam a algum inchaço nos pés e tornozelos.

O inchaço pode ocorrer em mulheres tratadas com estrogênio ou durante partes do ciclo menstrual. A maioria das mulheres apresenta algum inchaço durante a gravidez. Inchaço mais intenso durante a gravidez pode ser sinal de pré-eclâmpsia (também chamada de toxemia), um quadro grave que inclui pressão arterial elevada e inchaço.

Pernas inchadas podem ser sinal de insuficiência cardíacainsuficiência renal ou insuficiência hepática. Nesses quadros, existe fluído em excesso no corpo.

Alguns medicamentos também podem causar inchaço nas pernas:

  • Antidepressivos, inibidores da monoamina oxidade (MAO) (como fenelzina e tranilciclopromina) e tricíclicos (como nortriptilina, desipramina e amitriptilina)
  • Medicamentos para pressão arterial chamados de bloqueadores dos canais de cálcio (como nifedipina, amlodipina, diltiazem, felodipina e verapamil)
  • Hormônios como estrogênio (nas pílulas para controle de natalidade ou terapia de reposição hormonal) e testosterona
  • Esteroides

Sinônimos

Inchaço dos tornozelos - pés - pernas: Inchaço do tornozelo; Inchaço do pé; Edema - periférico; Edema periférico

Considerações

O inchaço indolor pode afetar ambas as pernas e incluir os calcanhares e até as coxas. Por causa do efeito da gravidade, o inchaço é especialmente perceptível na porção inferior do corpo.

Prevenção

Prevenção

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Seu médico obterá o histórico clínico e realizará um exame físico, com atenção especial ao coração, pulmões, abdome, linfonodos, pernas e pés.

Seu médico fará perguntas como:

  • Quais partes do seu corpo ficam inchadas? Tornozelos, pés, pernas? Acima ou abaixo do joelho?
  • Você tem inchaço sempre ou ele piora pela manhã ou à noite?
  • O que faz o inchaço melhorar?
  • O que faz o inchaço piorar?
  • O inchaço melhora quando você eleva as pernas?
  • Quais são seus outros sintomas?

Os testes diagnósticos que podem ser aplicados incluem:

  • Exames de sangue como hemograma completo (CBC) ou química do sangue
  • Radiografia do tórax ou radiografia da extremidade
  • Eletrocardiograma - ECG
  • Urina tipo 1

O tratamento deverá focar a causa do inchaço. Os diuréticos podem ser prescritos para reduzir o inchaço, mas podem apresentar efeitos colaterais. O tratamento doméstico para causas benignas de inchaço nas pernas deverá ser tentado antes de se iniciar a terapia com medicamentos.

Buscando ajuda médica

Ligue para a Emergêrncia se:

  • Você sentir falta de ar.
  • você tiver dor no tórax, especialmente se a sensação dolorosa for de pressão ou aperto.

Consulte seu médico imediatamente se:

  • Você tiver doença cardíaca ou doença renal e o inchaço piorar.
  • Se tiver histórico de doença hepática e agora apresentar inchaço nas pernas ou no abdome.
  • Se o pé ou perna com inchaço se mostrarem vermelhos ou quentes ao toque.
  • Se você tiver febre.
  • Se estiver grávida e apresentar inchaço mais que moderado ou aumento súbito no inchaço existente.

Você também deverá consultar o médico se as medidas de autocuidados não ajudarem ou se o inchaço piorar.

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Dicas que podem ser úteis:

  • Eleve as pernas acima do nível do coração durante o repouso.
  • Exercite as pernas. Isso ajuda a bombear o líquido das pernas de volta ao coração.
  • Siga uma dieta pobre em sal, que pode reduzir o aumento de fluido e o inchaço.
  • Use meias elásticas (vendidas na maioria das drogarias e lojas de suprimento médico).
  • Quando viajar, faça intervalos para ficar em pé e se movimentar.
  • Evite o uso de roupas apertadas ou ligas ao redor das coxas.
  • Reduza o peso, se for necessário.

Jamais suspenda quaisquer medicamentos que você acredite estarem causando inchaço sem falar antes com seu médico.

Fontes e referências

  • Fang JC, O''Gara PT. The physical examination: an evidence-based approach. Em: Bonow RO, Mann DL, Zipes DP, Libby P, eds. Braunwald''s Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 9a. ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011:cap 12.
  • Goldman L. Approach to the patient with possible cardiovascular disease. Em: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23a. ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:cap 48.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não

Mais Sobre

carregando...

Mais sobre

  • já ajudou pessoas