publicidade

O que é Hipercalcemia?

Hipercalcemia é o excesso de cálcio no sangue.

Causas

O cálcio é importante para muitas funções corporais, incluindo:

  • Formação dos ossos
  • Liberação de hormônios
  • Contração muscular
  • Função nervosa e cerebral

Hormônio da paratireoide (PTH) e vitamina D ajudam a controlar o equilíbrio do cálcio no corpo. O PTH é produzido pelas glândulas paratireoides - quatro pequenas glândulas localizadas no pescoço atrás da glândula tireoide. A Vitamina D é obtida pela exposição da pele à luz solar e de fontes de alimentos, tais como:

  • Gema de ovo
  • Peixes
  • Cereais fortificados
  • Produtos lácteos fortificados

O hiperparatireoidismo primário é a causa mais comum de hipercalcemia. Isso se deve à liberação de PTH em excesso pelas glândulas paratireoides. Esse excesso ocorre devido à dilatação de uma ou mais glândulas paratireoides ou por um crescimento (geralmente não cancerígeno) em uma das glândulas.

Outras condições médicas também podem causar hipercalcemia:

  • Insuficiência da glândula adrenal
  • Uma condição hereditária que afeta a capacidade do corpo de regular o cálcio (hipercalcemia hipocalciúrica familiar)
  • Estar acamado (ou não ser capaz de se mover) por um longo período de tempo
  • O excesso de cálcio na dieta (chamada de síndrome de leite e alcalino, geralmente devido à ingestão de pelo menos 2.000 miligramas de cálcio por dia)
  • Hipertireoidismo
  • Insuficiência renal
  • Medicamentos, como lítio e diuréticos à base de tiazida (fluidos aquosos)
  • Alguns tumores cancerosos (por exemplo, câncer de pulmão, câncer de mama)
  • excesso de vitamina Dhipervitaminose D) pela dieta ou doenças inflamatórias

A hipercalcemia afeta menos de um porcento da população. A capacidade de medir o cálcio no sangue desde os anos 1960 tem melhorado a detecção. Hoje, a condição é diagnosticada em um estágio precoce, então, a maioria dos pacientes com hipercalcemia não tem sintomas.

Mulheres com mais de 50 anos têm mais probabilidade de ter hipercalcemia, geralmente devido ao hiperparatireoidismo primário.

Exames

  • Cálcio sérico
  • PTH sérico
  • PTHrP sérico (proteína relacionada ao PTH)
  • Nível de vitamina D no soro
  • Cálcio na urina

Mais sobre Hipercalcemia

Consulte o seu médico se tiver:

  • Histórico familiar de hipercalcemia
  • Histórico familiar de hiperparatireoidismo
  • Sintomas de hipercalcemia

Sintomas de Hipercalcemia

Sintomas abdominais:

sintomas renais:

Sintomas musculares:

Sintomas psicológicos:

Sintomas esqueléticos:

PUBLICIDADE

Tratamento de Hipercalcemia

O tratamento visa a causa da hipercalcemia sempre que possível. Nas pessoas com hiperparatireoidismo primário (PHPT), pode ser necessário realizar uma cirurgia para retirar a glândula paratireoide anormal e curar a hipercalcemia.

Contudo, se a hipercalcemia for moderada, seu médico lhe oferecerá a opção de monitorar a doença mais de perto ao longo do tempo.

A hipercalcemia severa que causa sintomas e exige internação é tratada com:

  • Calcitonina
  • Diálise
  • Medicamento diurético, como furosemida
  • Medicamentos que impedem a quebra de ossos e a absorção pelo corpo, como o pamidronato ou etidronato (bisfosfonatos)
  • Líquidos por via venosa (líquidos intravenosos)
  • Glicocorticoides (esteroides)

PUBLICIDADE

Expectativas

O sucesso do tratamento depende da causa da hipercalcemia. Pacientes com hiperparatireoidismo moderado ou hipercalcemia com uma causa tratável obtêm êxito no tratamento e geralmente não têm complicações.

Pacientes com hipercalcemia causada por doenças tais como câncer ou doença granulomatosa podem não ter sucesso, mas isso geralmente se deve à própria doença e não à hipercalcemia.

Complicações possíveis

Doença gastrointestinal

Rim

Psicológicas

  • Depressão
  • Dificuldade de concentração ou raciocínio

Esqueléticas

Essas complicações da hipercalcemia de longo prazo são incomuns nos dias de hoje.

Prevenção

A maioria das causas da hipercalcemia não pode ser evitada. Mulheres acima dos 50 anos devem consultar o médico regularmente e fazer exame de sangue para verificar os níveis de cálcio caso tenham sintomas de hipercalcemia.

Você pode evitar a hipercalcemia causada por suplementos de cálcio e vitamina D entrando em contato com seu médico para orientação sobre a dose caso esteja tomando suplementos sem receita.

Fontes e referências:

  • Bringhurst R, Demay MB, Kronenberg HM. Hormones and disorders of mineral metabolism. In: Williams Textbook of Endocrinology. 11th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2008:chap 27.

  • Wysolmerski JJ, Insogna KL. The parathyroid glands, hypercalcemia, and hypocalcemia. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:chap 266.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
hipercalcemia

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar
OFERECIMENTO
+ perguntas

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X