Sonolência: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Sonolência?

Sonolência, ou hipersonia, é uma condição em que o paciente sente muito sono durante o dia – e às vezes acaba dormindo – ou tem um sono prolongado durante a noite.

Cada pessoa precisa de uma quantidade específica de horas de sono para se sentir bem. Alguns precisam dormir por nove horas, enquanto outros funcionam perfeitamente dormindo apenas sete horas por noite. Contudo, pode ser um distúrbio do sono quando alguém dorme dez horas ou mais por noite, tem períodos de “soneca” durante o dia e ainda se sente cansado ou sonolento.

distúrbios do sono

Pessoas com hipersonia têm muita dificuldade em realizar atividades básicas durante o dia, pois estão frequentemente, ou sempre, cansadas. Elas também podem estar mais propensas a sofrerem e/ou causarem acidentes por causa da debilitação que a sonolência causa, principalmente se trabalharem operando máquinas.

É importante ressaltar que sonolência não é narcolepsia, doença que faz com que a pessoa durma de forma inesperada e incontrolável. Pacientes com sonolência podem permanecer acordados, mas se sentem extremamente fatigados.

Tipos

Existem dois tipos de sonolência, a primária e a secundária. A primária acontece sem nenhuma outra condição médica envolvida, apenas o excesso de fadiga. Já a segunda é ocasionada por alguma doença, como apneia do sono, doença de Parkinson, insuficiência renal, síndrome da fadiga crônica, entre outros.

Causas

A sonolência, ou hipersonia, primária é causada por problemas nas regiões do cérebro que controlam as funções de sono e períodos acordados.

Já a sonolência secundária é um sintoma de alguma condição que causa a fadiga, dentre elas:

Condições médicas

Outras condições

  • Quimioterapia
  • Uso de alguns tipos de medicamentos
  • Uso de drogas ou álcool

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se a pessoa estiver acordando frequentemente cansada, não se sente disposta durante o dia, tem períodos de sonolência durante o dia ou precisa dormir cada vez mais horas para se sentir descansada, e estes sintomas estão interferindo nas atividades diárias, é importante procurar ajuda médica.

Na consulta médica

No caso de estar apresentando o sintoma e eles interferirem nas atividades diárias, converse com o seu médico sobre isso. Ele ainda pode indicar que você marque uma consulta com um especialista em medicina do sono.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar tempo. Dessa forma, você já pode chegar ao consultório com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que tenha e medicamentos, vitaminas ou suplementos que tome com regularidade
  • Se possível, leve um acompanhante

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quantas horas você dorme por noite?
  • Acorda se sentindo descansado?
  • A sonolência vai piorando durante o dia?
  • Há algum horário em que ela é pior?
  • Você costuma tirar sonecas durante o dia?

Também é importante levar suas dúvidas para a consulta por escrito, começando pela mais importante. Isso garante que conseguirá respostas para todas as perguntas relevantes antes de sair do consultório.

Para ter certeza sobre o diagnóstico de sonolência o médico pode pedir uma série de exames, inclusive um diário com anotações de quantas horas o paciente dormiu. O tratamento dependerá da causa do sintoma, mas pode ser recomendado mudanças na dieta e estilo de vida, assim como a prescrição de algum tipo de estimulante.

Tratamento e Cuidados

Medicamentos para Sonolência

A sonolência pode ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Os medicamentos mais comuns no tratamento de sonolência são:

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Prevenção

Prevenção

Para prevenir distúrbios do sono, como a sonolência, recomenda-se que o paciente tenha uma vida saudável, que inclui:

  • Ter uma dieta equilibrada
  • Evitar alimentos hipercalóricos, pois já há estudos que os ligam ao aumento da sonolência durante o dia
  • Jantar moderadamente
  • Dormir horas suficientes durante a noite, em um ambiente escuro, sem barulhos e confortável
  • Praticar exercícios físicos
  • Se for fumante, parar de fumar
  • Controlar a quantidade de álcool, refrigerantes, e outras bebidas que tome regularmente
  • Não fazer uso de drogas recreativas
  • Não usar medicamentos para dormir ou estimulantes sem recomendação médica

Fontes e referências

  • Instituto do Sono
  • Fundação Nacional Americana do Sono
  • Medicine Health
  • Healthline
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não