Estradiol: exame avalia alterações no útero, trompas e mamas

Menopausa e puberdade precoces podem ser diagnosticados com dosagem do hormônio

O que é?

O exame de estradiol mede os níveis deste hormônio no sangue. O estradiol é um tipo de estrógeno cujas concentrações no corpo variam conforme o período menstrual em mulheres. Após a menopausa, os níveis de estradiol caem e ficam constantes.

PUBLICIDADE

Em mulheres que não chegaram à menopausa, o ciclo menstrual causa alterações na produção de diversos hormônios. O ciclo menstrual é dividido em fase folicular e lútea, com cada fase durando cerca de 14 dias. Perto do final da fase folicular, há um aumento dos hormônios FSH e LH. Esse aumento induz a ovulação, causando a ruptura do folículo no ovário para a liberação do óvulo.

Durante a fase lútea, o local onde o folículo se rompeu transforma-se no corpo lúteo. Os níveis de FSH e LH diminuem, enquanto que as concentrações de progesterona e estradiol aumentam. Estes níveis hormonais, por sua vez, diminuem depois de vários dias se o óvulo não for fertilizado. A menstruação então começa e o ciclo é renovado.


Conforme a idade avança, diminui a função ovariana até a chegada da menopausa. Quando isso ocorre, os níveis de estradiol e progesterona diminuem.

Os homens também produzem estradiol, mas quantidades menores. O estradiol masculino é produzido nas glândulas suprarrenais e testículos. É um hormônio que contribui com a fertilidade e libido em homens.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Indicações

Nas mulheres, a maioria do estradiol é liberada pelos ovários e glândulas suprarrenais. Ele também é liberado pela placenta durante a gravidez. O estradiol desempenha papel em fatores como:

  • Desenvolvimento do útero, trompas, vagina e mamas
  • Alterações dos órgãos genitais externos
  • Distribuição de gordura corporal

Nos homens, uma pequena quantidade de estradiol é liberada principalmente pelos testículos. O hormônio ajuda a evitar que o esperma morra muito cedo.

O exame de estradiol pode ser pedido para verificar:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O teste também pode ser encomendado para monitorar a terapia hormonal para menopausa, terapia antiestrógeno para doenças como câncer de mama ou o funcionamento de tratamentos para fertilidade. Por fim, o exame de estradiol pode ser utilizado para monitorizar pessoas com distúrbios da glândula pituitária.

Contraindicações

Não existem contraindicações expressas para um exame de estradiol. No entanto, o médico ou médica pode dizer se você está apto a fazer o teste ou não.

Grávida pode fazer?

Não há contraindicações para a realização do exame de estradiol durante a gravidez. Inclusive, o teste pode ser realizado para acompanhar diversas condições no período.

Preparo para o exame

Diversos medicamentos podem alterar os resultados do teste. Anote todos os medicamentos que você ingere com regularidade e leve para a consulta, incluindo suplementos alimentares. O médico ou médica irá dizer se você deve interromper o uso de alguma medicação e por quanto tempo.

Geralmente, o exame de estradiol é realizado preferencialmente até o quinto dia do ciclo menstrual. Converse com seu médico ou médica o melhor momento para marcar o teste.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como é feito

Em um hospital ou laboratório, o exame de estradiol é realizado por um profissional de saúde da seguinte forma:

  • Com o paciente sentado, é amarrado um elástico em volta do seu braço para interromper o fluxo de sangue. Isso faz com que as veias fiquem mais largas, ajudando o profissional a acertar uma delas
  • O profissional faz a limpeza com álcool da área do braço a ser penetrada pela agulha
  • A agulha é inserida na veia. Esse procedimento pode ser feito mais de uma vez, até que o profissional de saúde acerte a veia e consiga retirar o sangue
  • O sangue coletado na seringa e colocado em um tubo
  • O elástico é removido e uma gaze é colocada no local em que o profissional de saúde inseriu a agulha, para impedir qualquer sangramento. Ele ou ela pode fazer pressão sobre a bandagem para estancar o sangue
  • Uma bandagem é colocada no local
Exame de sangue: conheça o trajeto que seu sangue faz após a coleta

Tempo de duração do exame

O exame de estradiol leva poucos minutos para ser realizado, podendo demorar mais nos casos em que o profissional de saúde tem dificuldade para acertar a veia e coletar o sangue.

Recomendações pós-exame

Não há nenhuma recomendação especial após o exame. O paciente pode fazer suas atividades normalmente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Periodicidade do exame

Não há uma periodicidade para se realizar a dosagem de estradiol. Tudo dependerá das orientações do médico e da presença ou ausência de problemas que podem ser acompanhados pelo exame, como infertilidade.

Riscos

Os riscos envolvidos na realização do exame de estradiol são extremamente raros. No máximo, pode haver um hematoma no local em que o sangue foi retirado. Em alguns casos, a veia pode ficar inchada após a amostra de sangue ser recolhida (flebite), mas isso pode ser revertido fazendo uma compressa várias vezes ao dia.

Pessoas que utilizam medicamentos anticoagulantes ou tem problemas de coagulação podem sofrer com um sangramento contínuo após a coleta. Nesses casos, é importante informar o profissional de saúde do problema com antecedência.

Resultados

A interpretação do exame de estradiol depende da razão pelo qual foi requerido. Por isso é importante levar em conta fatores como presença ou não de gravidez, fase do ciclo menstrual, idade e se é feito tratamento com reposição hormonal.

Resultados normais

Os valores de referência mostrados aqui são apenas um guia, uma vez que podem mudar de laboratório para laboratório. Além disso, o médico ou médica irá avaliar os resultados de acordo com o paciente e suas características, como idade e doenças relacionadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os níveis de estradiol são medidos em nanogramas (ng) por litro de sangue (L).

Resultados normais de progesterona podem variar conforme o período menstrual. No sexo feminino, os valores são:

  • Fase folicular: 1,3 a 16,6 ng/dL (46 a 607 pmol/L)
  • Pico ovulatório: 8,6 a 49,8 ng/dL (315 a 1828 pmol/L)
  • Fase lútea: 4,4 a 21,1 ng/dL (161 a 774 pmol/L)
  • Menopausa: até 5,5 ng/dL (até 201 pmol/L)

Crianças de 1 a 10 que ainda não chegaram a fase da puberdade devem apresentar os seguintes valores de estradiol:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Sexo masculino: até 2,0 ng/dL (até 73,4 pmol/L)
  • Sexo feminino: 0,6 a 2,7 ng/dL (22 a 99,1 pmol/L)

Resultados anormais

Níveis de estradiol acima do normal no sexo feminino podem indicar:

Níveis de estradiol acima do normal no sexo masculino podem indicar:

  • Ginecomastia
  • Câncer no testículo ou nas glândulas suprarrenais
  • Puberdade atrasada
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

De forma geral, o aumento dos níveis de estradiol podem acusar:

Baixos níveis de estradiol em mulheres podem indicar:

O que pode afetar o resultado do teste

Fatores que podem afetar o resultado do exame de estradiol incluem:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Terapia hormonal após a menopausa
  • Uso de anticoncepcionais
  • Uso de alguns medicamentos, que podem ser listados pelo médico ou médica
  • Dia do ciclo menstrual

Referências

MedlinePlus - enciclopédia médica do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, com base na Biblioteca Nacional de Medicina. Traz informações sobre doenças, condições e questões de bem-estar.

LabTestsOnline - site projetado para ajudar pacientes e cuidadores a entender os muitos testes de laboratório que podem ser pedidos pelos médicos. O site é produzido pela AACC, uma organização profissional científica e médica global dedicada a ciência de laboratório clínico e sua aplicação aos cuidados de saúde.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.