Eletroencefalograma: exame avalia funcionamento dos neurônios

Teste é usado para monitorar a atividade elétrica do cérebro

Eletroencefalograma é o teste que avalia a atividade elétrica do cérebro. É um procedimento rápido, simples e indolor, no qual os impulsos elétricos do cérebro são amplificados e registrados em um pedaço de papel.

PUBLICIDADE

Nossos neurônios funcionam e se comunicam a base se impulsos elétricos naturalmente gerados. O eletroencefalograma registra esses impulsos elétricos e mostra se o ritmo e intensidade destes estão dentro do normal. Certas condições, como , podem causar mudanças na atividade cerebral e serem diagnosticadas durante um eletroencefalograma.

Sinônimos

Eletroencefalografia, EEG


Indicações

Um eletroencefalograma pode ser feito para diagnosticar:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

O exame de encefalograma também pode ser usado para acompanhar o paciente durante cirurgia cerebral ou enquanto ele está sob o efeito de anestesia. Além disso, pode ajudar na investigação de problemas na medula espinhal ou sistema nervoso no geral.

Grávida Pode fazer?

Por ser um exame não invasivo, não há contraindicações durante a gravidez para fazer o eletroencefalograma.

Contraindicações

Não há contraindicações para a realização do eletroencefalograma. Porém, pessoas com seborreia grave ou infecções no couro cabeludo podem ser desaconselhadas a fazer o exame.

Preparo para o exame

Antes de fazer o eletroencefalograma, converse com seu médico ou médica sobre quaisquer medicamentos que você esteja tomando. Em alguns casos, você será orientado a interromper o uso de alguns medicamentos, principalmente tranquilizantes, sedativos e relaxantes musculares. Esses remédios podem afetar os resultados do exame.

É aconselhável não ingerir alimentos ou bebidas que contenham cafeína nas 12 horas anteriores ao teste. Caso você faça ingestão de cafeína nesse período, notifique o responsável por aplicar o exame.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como os eletrodos são grudados na cabeça do paciente, certifique-se de que seu cabelo está limpo e livre de óleos, cremes ou loções. No dia do exame, lave o cabelo normalmente com xampu e não aplique nenhum produto pós-banho.

Para avaliar certos tipos de atividades cerebrais, você pode ser orientado a passar a noite antes do exame acordado ou dormir menos do que normal (entre 4 e cinco horas de sono). Se é uma criança que está sendo avaliada neste caso, evite que ela tire cochilos antes do teste.

Pessoas que precisam estar privadas de sono para o eletroencefalograma devem considerar não dirigir. Pedir ajuda de um familiar ou buscar outros meios de transporte é aconselhável.

Como é feito

O teste é feito por um técnico em EEG no consultório do seu médico ou a um hospital ou laboratório.

O paciente se deita de costas em uma cama ou cadeira reclinável. Então, eletrodos são colocados em vários locais do couro cabeludo com o auxílio de uma pasta condutora. Além de manter os eletrodos fixos, essa pasta também ajuda a captar os impulsos elétricos do cérebro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Os eléctrodos são ligados por fios a um aparelho de gravação. A máquina muda os sinais elétricos em padrões que podem ser vistas em um monitor ou desenhadas no papel, como linhas onduladas.

Os eléctrodos são ligados por fios a um aparelho de gravação. A máquina muda os sinais elétricos em padrões que podem ser vistas em um monitor ou desenhadas no papel, como linhas onduladas.

  • Respire rápida e frequentemente durante alguns minutos
  • Observe uma luz brilhante piscar (estimulação estroboscópica)
  • Durma durante o exame. Caso ele não consiga pegar no sono, pode ser administrado um sedativo

Terminado o exame, os eletrodos e o gel utilizado para mantê-los na pele são retirados. Pode ser que fica algum traço do gel nos cabelos ou couro cabeludo. Se for solicitado ao paciente que respire fundo, ele pode se sentir tonto - essa reação é normal e demora alguns minutos para passar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Em crianças que apresentam comportamentos reativos à realização do exame podem necessitar de sedação para realizar o eletroencefalograma. Nesse caso, o registro é feito durante o sono induzido. No final do exame, a criança é despertada para realização do registro durante a vigília.

Duração do exame

O eletroencefalograma leva em média de 1 a 2 horas para ser feito. O tempo mínimo para a realização do exame é 20 minutos.

Cuidados após o exame

Após o teste, o paciente pode voltar às suas atividades normais. As exceções são aqueles que sofreram com privação de sono ou tomaram medicamentos para dormir, uma vez que devem estar acompanhados de um parente ou amigo.

Riscos

O eletroencefalograma é um exame muito seguro. A atividade elétrica do cérebro é gravada, mas nenhum tipo de corrente elétrica é aplicada no corpo do paciente. O eletroencefalograma não deve ser confundido com terapia por eletrochoque.

Se o paciente possui epilepsia ou outros distúrbios relacionados a convulsões, estas podem ocorrer durante a hiperventilação ou exposição às luzes. Se isso ocorrer, os técnicos estão treinados para prestar os devidos socorros.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Periodicidade do exame

Não há uma periodicidade exata para fazer um eletroencefalograma. Pessoas que tem distúrbios neurológicos podem fazer o exame com mais frequência, enquanto pessoas que não tem alterações ou sintomas podem fazer o exame apenas uma vez ou poucas vezes durante a vida.

Resultados

Os resultados do eletroencefalograma estão disponíveis assim que o teste é confirmado ou no dia seguinte. Diversos tipos de impulsos elétricos são avaliados, bem como a frequência das ondas cerebrais. Qualquer alteração nesse registro pode indicar um problema de ordem neurológica.

Resultados normais

A atividade elétrica do cérebro está normal nos diferentes níveis de atenção. Por exemplo, a ondas cerebrais são mais rápidas quando a pessoa está acordada e mais lentas durante o sono.

Contudo, resultados normais de eletroencefalograma não indicam que a pessoa não tem ou não terá qualquer doença neurológica no futuro, como convulsão. Quem possui histórico familiar ou fatores de risco para esses problemas deve fazer o exame com mais frequência, conforme orientação médica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
  • Sangramento anormal (hemorragia)
  • Estrutura anormal no cérebro (como um tumor)
  • Morte de algum tecido que bloqueia o fluxo cerebral (pode ser causado por AVC)
  • Abuso de drogas ou álcool
  • Enxaqueca e outros tipos de cefaleia
  • Epilepsia
  • Distúrbios do sono (como narcolepsia)
  • Edema cerebral

O que pode afetar o resultado do teste?

Algumas situações podem interferir nos resultados do exame ou impedir que a pessoa faça o eletroencefalograma na data programada:

  • Excesso de atividade física
  • Ingestão de alguns medicamentos
  • Jejum antes do teste
  • Ingerir alimentos ou bebidas risco em cafeína
  • Estar inconsciente por conta de abuso de drogas ou hipotermia
  • Presença de seborreia grave ou infecções no couro cabeludo

Referências

Clínica Mayo - organização sem fins lucrativos dos Estados Unidos que reúne conteúdos sobre doenças, sintomas, exames médicos, medicamentos, entre outros.

LabTestsOnline - site projetado para ajudar pacientes e cuidadores a entender os muitos testes de laboratório que podem ser pedidos pelos médicos. O site é produzido pela AACC, uma organização profissional científica e médica global dedicada a ciência de laboratório clínico e sua aplicação aos cuidados de saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)
Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.