PUBLICIDADE

Caminhada todo dia e prazer em comer saudável: mulher conta como eliminou 40kg

Izabela Ciamarro garante, com ajuda profissional e muito foco, todo mundo consegue. Conheça a história dela

Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram
Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram

Após anos e anos de insatisfação com o peso e luta contra a balança, Izabela Ciamarro conseguiu eliminar 40 kg - ela foi dos 96 kg para os 56 kg atuais. Como ela conseguiu isso? A trajetória foi longa, nem um pouco fácil, mas hoje ela garante: mudou de vida por completo. Logo na infância, ao contrário da maioria das crianças, ela não podia se exercitar por ter nascido com a Doença de Blount, uma condição que causava deformidade óssea e fortes dores em seu joelho.

Ao completar 9 anos, Izabela fez a última cirurgia para corrigir esse problema que tanto a atrapalhava e passou a ser acompanhada por uma nutricionista, que conseguiu controlar o peso de acordo com a idade que tinha. "O tempo passou, em 2013 eu casei, e poucos meses depois comecei a ter crises de ansiedade, o que desencadeou a depressão. Quando percebi, lá estava eu de novo, com muitos quilos para eliminar. Desta vez eu tinha engordado mais de 30 kg", lembra ela.

Dietas da moda e sedentarismo

Assim como muitos de nós, ela tentou emagrecer testando as mais diversas dietas "milagrosas" e extremamente rápidas. "Eu tentei absolutamente de tudo", conta ela. "Fracassei em todas (as dietas), pois era tudo muito radical, não existia um aprendizado sobre alimentação saudável, era só restrição, o que, por fim, cansava e eu voltava à estaca zero, sem perder peso e sem ter me reeducado", diz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como você deve imaginar, os exercícios também não faziam parte da rotina de Izabela. "Eu era totalmente sedentária, nunca me exercitava e vivia escorregando na alimentação", conta. "Me cansava fácil, estava claramente com a saúde comprometida, visto que não aguentava andar muito sem ficar extremamente exausta. Minha preocupação era meu joelho, que tinha três cirurgias e, por isso, eu não poderia em hipótese alguma ter sobrepeso, mas já estava com 30 kg a mais do que eu poderia ter", diz Izabela.

A hora da mudança

Após tratar a depressão e a ansiedade com ajuda especializada, Izabela resolveu que era a hora de continuar transformando sua vida e de uma vez por todas. "Eu já tinha vencido tanta coisa na minha vida, inclusive a depressão, que simplesmente precisava quebrar mais esta barreira. Minha autoestima era zero e às vezes eu não queria sair por causa disso, eu não queria que ninguém me visse daquele jeito", relembra.

Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram
Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram

A princípio, ela queria colocar o balão gástrico, um aparelho que é inflado dentro do estômago e faz com que o paciente consiga ingerir uma quantidade menor de comida. Porém, graças ao pedido do marido, ela foi antes em uma nutricionista. "Foi a decisão mais inteligente da parte dele e eu sou imensamente grata por isso, ele me deu o caminho visto, porque eu estava desacreditada com meu peso e não via caminho algum", conta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com a orientação profissional, ela começou a ingerir alimentos naturais e a evitar tudo que era industrializado. "Evitar não quer dizer abolir de vez, evitar é consumir só de vez em quando, em raras exceções", lembra ela. Assim, ela começou a sentir diferença em seu corpo, sem nenhuma atitude radical ou grandes restrições.

"O difícil é encontrar o ponto de equilíbrio entre as 'jacadas' e a alimentação limpa, depois que você encontra tudo fica fácil. É um processo lento que requer disciplina e paciência. Eu passei a cozinhar todas as minhas refeições e, mesmo com a minha vida bem corrida, prefiro cozinhar do que ter que comprar algo pronto. Isso me ajudou muito", revela.

Como estava acima do peso, ela foi colocando o corpo para funcionar aos poucos. "Passei 11 meses fazendo caminhadas todos os dias, inclusive nos finais de semana e às vezes até a noite. Depois disso inclui musculação na minha rotina", diz. Assim, ela eliminou 32 kg em um ano e, nos últimos meses, de forma muito natural e até despretensiosa, foram embora mais 8 kgs.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

T-O-D-O-M-U-N-D-O-P-O-D-E

Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram
Izabela Ciamarro - Foto: Reprodução/Instagram

"Às vezes tenho vontade de gritar ao mundo que todo mundo pode, que todo mundo consegue, pois eu me tornei outra pessoa, queria poder ajudar todo mundo a conseguir essa mudança. Minha autoestima é outra sem dúvida alguma, eu resgatei meu amor próprio e isso não tem preço", relata. "Quando a gente se sente bem, transmitimos isso para as pessoas em volta. Ganhei autoconfiança e isso é maravilhoso, sem contar que isso me deu uma força incrível para lutar por outras coisas em minha vida", afirma Izabela.

Mas por que dessa vez deu certo?

Você já deve ter tentado emagrecer com inúmeras dietas e até com a própria reeducação alimentar, mas por que ainda não deu certo? Para Izabela, o segredo foi priorizar sua vida e encontrar prazer no novo estilo de vida. "Eu realmente quis mudar e fiz disso a minha vida, passei a priorizar meu bem-estar, me dediquei e não tinha como não dar certo né? No processo de emagrecimento você precisa estar disposto para ter êxito. Eu nunca me senti penalizada por estar comendo salada, grelhado ou legumes enquanto as pessoas perto de mim comiam pizza, nunca mesmo. Eu me divertia do mesmo jeito, afinal eu estava fazendo um bem para meu corpo e mente. E se eu decidisse curtir aquele momento sem comer saudável, também estava tudo bem, aprendi a levar com leveza e equilíbrio", explica.

"Aprendi a ir atrás das informações, lia rótulos e comecei a entender o que estava comendo. Eu tive interesse em buscar informações, dedicação ao fazer o correto, orientação profissional e paciência, pois eu sabia que não ia emagrecer 30 kgs em um mês, então eu não podia me cobrar tanto no início. E, claro, o fato de ter tido acompanhamento nutricional fez a diferença. Aliás, acho que foi primordial", afirma ela, que ainda recomenda coach, terapia e o que mais for necessário para que essa fase seja superada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foco, foco e mais foco

Para dar certo, é preciso querer muito. "Nada vale o nosso bem-estar, tanto físico quanto mental. Acho que tudo que faz mal precisa ser mudado e, para atingirmos metas, temos que ter foco. O excesso de peso estava me tornando outra pessoa, então eu precisei mudar. Você precisa se amar, seja acima do peso ou não. Eu não gostava do que via e fui atrás do meu amor próprio e posso dizer que hoje consigo ser mais feliz, transmito isso às pessoas em minha volta. Sem contar que minha saúde melhorou muito, meus exames estão ótimos e melhorei inclusive o sono", diz ela.

"Se você deseja algo você precisa ter foco para conseguir o que almeja e paciência para que isso se realize. Não seja tão radical e não se cobre tanto, comece devagar e se possível busque informações sobre o que você está fazendo. Você precisa tornar o processo leve e natural, se achar que é um peso comer saudável, isso não dará certo a longo prazo", finaliza.