PUBLICIDADE

Consumo de bebidas dietéticas aumenta o apetite, diz estudo

O consumo de refrigerantes diet já foi associado ao risco aumentado de doenças cardiovasculares e de depressão

Ainda que os refrigerantes dietéticos sejam constantemente consumidos como uma alternativa mais saudável em comparação aos refrigerantes açucarados, pesquisas ao longo dos anos sugeriram que seu consumo poderia trazer inúmeros problemas à saúde.

A mais recente, realizada por cientistas da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, apontou que ingerir refrigerantes diet pode aumentar o apetite.

Em um pequeno ensaio experimental, os pesquisadores observaram que os participantes sentiam mais fome e, consequentemente, consumiam mais calorias após beber refrigerante adoçado artificialmente em comparação a quando consumiram bebidas com açúcar natural.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa incluiu jovens adultos, homens e mulheres, com pesos corporais diversos. Ao todo, 72 pessoas participaram do ensaio, e foram sujeitos a inúmeros testes num período de três visitas dos cientistas. Após um jejum de 12 horas no dia anterior, os participantes beberam água adoçada com sacarose (açúcar natural), sucralose (adoçante artificial) ou não beberam nada às 8 horas da manhã.

Então, foram realizados exames de sangue, antes e depois de beberem água. Vinte minutos depois, eles fizeram um teste visual - enquanto as pessoas passavam por uma ressonância magnética funcional, também eram expostas a fotos de alimentos. Tanto os resultados da ressonância quanto os exames de sangue tinham o objetivo de analisar sinais de fome inconsciente e também os padrões de atividade cerebral ou níveis flutuantes de certos hormônios.

Cerca de duas horas após a ingestão das bebidas, os participantes foram levados até um buffet, onde puderam comer o que quisessem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com isso, os cientistas descobriram que pessoas com obesidade exibiam mais sinais de fome na atividade cerebral durante o teste visual, assim como as mulheres que beberam sucralose. No buffet, esse grupo também ingeriu mais calorias que os demais voluntários.

O estudo, que surgiu de um projeto dos pesquisadores conhecido como Brain Response to Sugar, buscou investigar como o cérebro responde à ingestão de açúcares e adoçantes artificiais.

Riscos dos dietéticos à saúde

Além dessa, outras pesquisas analisaram os malefícios do consumo frequente de bebidas dietéticas, como os altos índices de depressão, hipertensão, a presença de doenças cardiovasculares e os riscos de parto prematuro para mulheres grávidas. Embora não existam provas conclusivas que os refrigerantes diet são responsáveis por esses quadros, a composição desses refrigerantes, conhecidos como bebidas de calorias vazias, pode ser um fator de risco para seu desenvolvimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Além do açúcar em grande quantidade, os refrigerantes contêm sódio e diversas substâncias artificiais que não fazem bem à saúde", explica a endopediatra Denise Ludovico, da ADJ Diabetes Brasil, em entrevista prévia ao Minha Vida.

A composição de bebidas dietéticas conta com doses a mais de sódio a fim de compensar o sabor que se perdeu com a diminuição de açúcar. Nesse contexto, o excesso de sódio está diretamente relacionado à retenção de líquidos e, diante disso, ao aumento da pressão sanguínea, sobrecarregamento dos rins e do coração. À vista disso, em comparação aos refrigerantes comuns, os dietéticos e light possuem o dobro ou triplo da quantidade de sódio.

Ademais, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o consumo de refrigerantes diet durante a dieta não ajuda na perda de peso. Ao contrário, devido ao gás, esses líquidos são responsáveis por dilatar o estômago, prejudicando a absorção de nutrientes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A ingestão de bebidas com adoçante artificial promove a falsa sensação de saciedade e, como exposto na pesquisa da USC, faz com que a pessoa volte a ter fome. Como consequência, há o aumento de calorias consumidas na refeição seguinte.

Leia mais: 18 maneiras de seguir uma alimentação saudável