Paternidade ativa: como se envolver com a chegada do recém-nascido

O pai pode - e deve - estar presente na vida do bebê desde o primeiro instante; veja a importância de estreitar os laços

Muito se fala sobre a sensação maravilhosa de se tornar mãe e a ansiedade que o nascimento do bebê traz. Mas, hoje, nossa conversa é com a outra pessoa que também vai receber o pequeno: os papais de primeira viagem.

Com a chegada do recém-nascido e durante os primeiros meses, os pais podem se sentir um pouco deslocados, sem saber ao certo como interagir com o pequeno, dar suporte e dividir as tarefas diárias com a mãe. Esse tipo de sentimento é mais comum do que se imagina; mas a verdade é que, antes mesmo do bebê nascer, o pai pode estar mais perto da mãe e do filho.

Acompanhar as consultas de pré-natal, por exemplo, é o primeiro passo para estreitar esse laço. Além disso, durante a gravidez, o pai pode acariciar a barriga da mãe e conversar com o bebê, uma vez que, mesmo de dentro do útero, ele já sente e ouve o que acontece do lado de fora.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Procure também entender com a mãe quais são as necessidades dela durante a gestação e após o nascimento da criança.

Existe um momento ideal para se envolver?

A resposta, infelizmente, é não. Não é possível determinar o que é certo ou errado quando o assunto é a criação de um filho, tampouco sobre rotina e melhor jeito de estar presente na vida do recém-nascido.

Apesar de ser pouco, os cinco dias para licença paternidade são fundamentais para quando o bebê chega em casa, pois tanto a mãe quanto o pequeno vão precisar de atenção. Os pais podem entender ainda se sua empresa participa do Programa Empresa Cidadã, que garante uma licença maior, de até 20 dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já após a volta ao trabalho, é importante que o pai estabeleça momentos para ter um tempo sozinho com a criança. De modo geral, a conexão já é estabelecida ao pegá-lo no colo, durante a troca de fralda e de roupa, ou mesmo durante o banho.

Aliás, o momento do banho é precioso. Essa é a oportunidade ideal para estreitar os laços, acariciar a pele do bebê sem pressa, fazer massagens circulares suaves, estabelecer contato visual e ter ainda mais cuidado com o recém-nascido.

Nesse momento, os pais podem contar com a nova linha Hidratação Glicerinada, de Baby Dove.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O lançamento tem sabonete líquido, shampoo e condicionador com três vezes mais glicerina*, que oferece hidratação e proteção para a pele do bebê. Todos os produtos da linha Hidratação Glicerinada têm pH neutro e são suaves, o que evita a irritação dos olhos do pequeno. Também são hipoalergênicos, portanto, podem ser usados desde o primeiro banho.

Como ir além do banho?

Você sabia que não é apenas o contato pele com pele entre mãe e bebê que traz benefícios para eles? Uma pesquisa da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidas, mostrou que, quando pais seguram o filho no colo, seus níveis de cortisol são elevados e não por um pico de estresse, mas pelo cuidado de estar com o filho.

O contato direto com a pele dos pais transmite calma, carinho, segurança e conexão. Sendo assim, outros hábitos podem ajudar a melhorar o vínculo com o recém-nascido e trazer benefícios, como por exemplo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nos primeiros meses, talvez as coisas pareçam mais difíceis, mas com o tempo, você vai encontrar seu próprio jeito de se conectar com o bebê e com a mamãe.

*Comparado com os principais concorrentes do segmento