PUBLICIDADE

Prática de esportes: saiba diferenciar as dores normais das mais graves

A chamada "dor boa" é comum no início da atividade física e tende a diminuir com a evolução da prática, quando o corpo se acostuma ao esforço realizado

Primeiro dia de academia. Você se sente disposto, animado e preparado para realizar todas as séries de exercícios sugeridas pelo professor. No dia seguinte, é difícil até sair da cama. Tudo dói. Antes de pensar em desistir, vale lembrar que esse desconforto nem sempre é um mau sinal, muito pelo contrário. E além disso, ele vai passar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É importante entender o que está acontecendo com os músculos após a prática da atividade física. Sempre que o corpo é forçado a realizar algum tipo de tarefa mais pesada, saindo de sua zona de conforto, pode ocorrer o que se chama de micro rompimentos de fibras musculares. Ou seja, durante o treino, o ardor que sentimos nos músculos indica que as fibras musculares estão se rompendo, literalmente. Mas calma, isso pode ser bom para você.

Por que dói?

O excesso de esforço durante a prática de esportes causa micro lesões e um processo inflamatório nos músculos, o que explica a sensação de dor no dia seguinte. Essa é a dor boa, aquela que acompanha o pós-treino e que indica que a atividade física realmente fez efeito.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Com alguns dias de descanso, as fibras musculares começam a se regenerar, por meio de um processo de cicatrização. Elas voltam ainda mais fortes e maiores do que antes, prontas para encarar mais uma sessão caprichada de exercícios físicos. Essa recuperação é conhecida como "hipertrofia muscular", quando o corpo, em repouso, começa a desenvolver mais músculos, com maior força, potência e resistência.

Fazendo exercícios regularmente e respeitando os períodos de descanso, que geralmente são de 24 a 48h, dá para sentir que a tal da dor boa se torna cada vez mais tranquila e suportável, à medida que o corpo se habitua ao esforço realizado. Mas como sempre se deseja evoluir nos treinos, prepare-se para sentir a dorzinha do exercício físico sempre que intensificar séries, pesos e tempo de malhação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar de ser um processo natural, você não precisa sofrer com as dores. Alongamento, antes e depois dos treinos, e um pouco de gelo são fundamentais para aliviar o desconforto. Além disso, alguns produtos também podem ajudar durante esse período mais dolorido. É o caso da linha CataflamPRO, que pode ser usada para dores nas costas e dores musculares em geral causadas por estiramentos, distensões e lesões esportivas. Conheça os produtos Cataflam aliados no tratamento dessas dores:

Com propriedades anti-inflamatórias, CataflamPRO, em aerossol ou emulgel, penetra fundo na pele e atua no foco da dor, tratando-a diretamente. A gerente médica da GlaxoSmithKline - Unidade Consumo - no Brasil Ana Santoro (CRM: 5247120-3) explica que CataflamPRO é tão eficaz quanto comprimidos*, mas com a vantagem de não irritar o estômago, já que penetra fundo na pele e libera o princípio ativo no foco da dor muscular e articular. Mas atenção: se a dor persistir, procure um médico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dor que não passa: quando procurar ajuda?

Apesar de desconfortável, a dor muscular boa não impossibilita movimentos ou qualquer outra atividade que você está acostumado a fazer. Quando, mesmo em repouso, a dor não passa e te impede de fazer coisas básicas, como descer escadas, agachar ou mesmo pentear os cabelos, é preciso ligar o alerta vermelho. Há boas chances dos músculos ou articulações terem sofrido uma lesão mais grave, como no caso de um estiramento muscular, quando as fibras são alongadas além do limite saudável.

O primeiro sinal do estiramento muscular é a dor repentina durante a execução de algum esporte, acompanhado de uma sensação de estalido, como o rompimento de alguma coisa. O desconforto pode causar, no mesmo instante, desequilíbrio e interrupção do movimento; após o susto, pode haver dificuldade para se movimentar e pouca flexibilidade.

Em boa parte das vezes, a lesão muscular indica que houve algum exagero durante a atividade física, seja na carga ou intensidade dos exercícios, falta de alongamento e aquecimento ou mesmo com uma postura inadequada durante a execução dos mesmos. Além do desconforto contínuo, a região do músculo lesionado pode apresentar inchaço, rigidez e vermelhidão. É necessário parar os exercícios imediatamente para não agravar os "machucados" dos músculos.

Se os sintomas citados vierem acompanhados de fraqueza, retenção de água, dificuldade para urinar, falta de ar, vômito e febre, é fundamental buscar um atendimento de emergência. Do contrário, uma consulta médica com um ortopedista, reumatologista ou traumatologista é suficiente para entender o que está por trás das fortes dores musculares.

Lembre-se que o bom exercício pode vir acompanhado de um pouco de desconforto muscular, mas nada torturante. Ainda assim, é algo que vale a pena quando analisamos os benefícios do esporte para a saúde. Em excesso, porém, é um claro sinal de que as coisas não vão bem. Não espere piorar para buscar a ajuda médica necessária.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

* Eficácia equivalente após 21 dias de uso de CataflamPRO Emulgel 4x ao dia vs ibuprofeno 400mg 3x ao dia. Zacher J. et al. Topical diclofenac Emulgel versus oral ibuprofen in the treatment of active osteoarthritis of the finger joints (Heberden' and/or Bouchard's nodes). Akt Rheumatology 2001; 26: 7-14; Devido a sua ação tópica, CataflamPRO não atua no estômago, o isentando de dores e/ou irritações. CHBR/CHVOLT/0049/17a- JUL/17.

CATAFLAMPRO É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. CATAFLAMPRO EMULGEL ® (diclofenaco dietilamônio). INDICAÇÕES: DORES NAS ARTICULAÇÕES, NAS COSTAS, DORES MUSCULARES E TENDINITE. REG. REG. M.S.: 1.0107.0328.

Fontes e referências:

1 - "Dor muscular: tratamentos e causas": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/saude/temas/dor-muscular

2 - "Dor muscular após os treinos pode ser grave": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/17587-dor-muscular-apos-os-treinos-pode-ser-grave

3 - "Alivie as dores causadas pelo excesso de esforço físico": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/galerias/1603-alivie-as-dores-causadas-pelo-excesso-de-esforco-fisico/5

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4 - "Aumente os músculos de maneira saudável": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/galerias/13731-aumente-os-musculos-de-maneira-saudavel/2

5 - "Dor muscular depois do treino: como se recuperar da melhor forma possível": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/30759-dor-muscular-depois-do-treino-como-se-recuperar-da-melhor-forma-possivel

6 - "Como reconhecer e tratar o estiramento muscular": conteúdo disponível em http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/11964-como-reconhecer-e-tratar-o-estiramento-muscular

7 - CataflamPRO: conteúdo disponível em https://www.cataflampro.com.br/