PUBLICIDADE

Tártaro nos dentes: 4 complicações que o quadro pode causar

Seu dentista não exagera quando pede para você cuidar muito bem da saúde bucal e voltar ao consultório em seis meses

Sabe quando o dentista diz que você deve retornar dentro de seis meses para uma consulta de rotina e fazer uma limpeza nos dentes? Uma das principais causas para essa recomendação é por causa do tártaro que se acumula na boca.

O tártaro nada mais é do que aquelas bactérias que vão se acumulando dia após dia nos dentes e, quando a escovação não é suficiente ou eficaz, esses microrganismos acabam criando um biofilme dental - ou placa bacteriana - que, quando endurece, não é mais possível remover em casa. Essa placa endurecida, portanto, recebe o nome de tártaro. E você sabia que ele é um problema que atinge 64% da população adulta?

Diferentemente da placa bacteriana - que ainda não está endurecida - o tártaro adquire uma coloração amarelada ou escurecida que é facilmente observada no sorriso por olhos mais cuidadosos. Mas você sabia que ele não é uma questão meramente estética, mas que pode causar várias complicações? Abaixo, listamos algumas delas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mau hálito: ninguém gosta de ter um bafo-de-onça, não é? Pois bem: saiba que uma das razões do mau hálito é justamente o tártaro acumulado nos dentes. Isso porque as bactérias presentes nessa crosta podem provocar mau cheiro. Por isso, visite seu dentista regularmente e cuide da sua saúde bucal escovando os dentes após as refeições e usando fio ou fita dental, além do enxaguante bucal para potencializar a higiene.

Gengivite: quando o tártaro permanece nos dentes por mais tempo do que deveria - como em quem não mantém uma boa higiene bucal e esquece de visitar o dentista duas vezes por ano, pode acontecer o surgimento da gengivite, uma inflamação nas gengivas.

E de inofensiva ela não tem nada: a gengivite é considerada o estágio inicial de uma doença periodontal, ou seja, o primeiro sinal de alerta para cuidar mais da saúde bucal e, sem dúvida, de fazer um check-up odontológico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Isso porque a gengivite pode ser uma consequência do tártaro que, quando em contato com a gengiva, libera toxinas produzidas pelas bactérias presentes ali, o que deixa as gengivas sensíveis, inchadas e propensas a facilmente apresentar sangramento.

Além do incômodo e da dor provocada por essa inflamação, a gengivite pode evoluir para a periodontite.

Periodontite: consequência mais grave da gengivite, a periodontite acontece quando a inflamação e infecção das gengivas não recebeu tratamento adequado, ou a visita ao dentista foi adiada por mais tempo do que poderia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas o que ela pode causar? Não tratada, pode provocar perda dos dentes. O motivo é que essa doença periodontal afeta os ligamentos e ossos que justamente dão suporte aos dentes. E, sem uma base sólida, esses dentes ficam moles e podem cair.

E saiba desde já que essa é uma das principais causas de perda dental na população adulta. Por isso, não deixe para amanhã: cuide da sua saúde bucal e evite o tártaro ainda hoje.

Problemas cardíacos: nunca é demais lembrar que uma boa saúde bucal é importante para todo o organismo. É por isso que quando o dentista bate na mesma tecla sobre a importância de uma boa escovação e higiene, ele não está exagerando.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A higiene bucal, bem como a remoção do biofilme dental e do tártaro é importante pois, quando essa placa endurecida se acumula, as bactérias presentes ali podem adentrar pela corrente sanguínea e trazer danos ao coração, em uma condição conhecida por endocardite bacteriana - uma infecção em uma camada interna do coração.

E essa condição, caso ocorra e não for tratada a tempo, pode trazer sérias consequências às válvulas cardíacas, levando a complicações sérias por toda a vida.

Por isso, cuide da sua saúde bucal. Escove os dentes sempre depois de cada refeição e marque consulta com seu dentista duas vezes ao ano. O seu sorriso agradece!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas como evitar o tártaro?

Evitar ou diminuir o surgimento do tártaro é uma tarefa diária, porém simples. Para isso, basta escovar os dentes após as refeições e usar fio ou fita dental, bem como enxaguante bucal, pois ele inibe a atividade das bactérias presentes ali.

Colgate Total 12 é uma opção para o cuidado bucal, pois tem em seu portfólio a nova linha Colgate Total 12® Anti-Tártaro, que conta com uma fórmula de tecnologia avançada antibacteriana. Com isso, o creme dental reduz em até 40% a formação do indesejado tártaro*.

Além disso, também protege toda a boca: com o uso contínuo (4 semanas) dentes, língua, gengiva e bochechas recebem até 12 horas de defesa ativa contra bactérias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar disso, não deixe de usar fio ou fita dental depois das refeições, pois ele é capaz de remover fisicamente resíduos de alimentos que, se permanecerem ali, podem provocar inflamações e tártaro entre os dentes.

Por fim, sempre complete sua higiene bucal com um enxaguante, como Colgate Total 12® Anti-Tártaro pois, além dos benefícios de proteção por 12 horas, ele elimina até 99% das bactérias que podem causar males à saúde da boca.

*vs creme dental com flúor sem ingrediente antibacteriano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)