PUBLICIDADE

Dormir mal dificulta o controle de diabetes

Má qualidade de sono aumenta resistência insulínica

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Grande estudo publicado no periódico Diabetes Care descobriu que pessoas com diabetes que dormem mal têm maior resistência insulínica, o que torna o controle da doença mais difícil.

Para o estudo, os pesquisadores da Northwestern University e University of Chicago Department of Health Studies, dos Estados Unidos, monitoraram o sono de 40 pessoas com diabetes por seis noites. Elas relataram se sofriam de sintomas de distúrbios do sono, como insônia, ronco ou apneia do sono. Exames clínicos também colheram amostras de sangue para medir os níveis de insulina e glicose.

Os participantes usaram em seus pulsos monitores de atividade, que mediram seus movimentos durante a noite. A má qualidade de sono, ou insônia, foi determinada tanto pelos dados colhidos pelo monitor quanto por relatos dos indivíduos, que disseram que muitas vezes tinham dificuldades em adormecer ou acordavam durante a noite.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entre os diabéticos, os que tiveram o sono de má qualidade tiveram aumento de 23% nos níveis de glicose no sangue e 48% nos níveis de insulina. Usando esses números para estimar a resistência insulínica do indivíduo, os pesquisadores concluíram que portadores de diabetes que dormem mal tinham 82% a mais de resistência insulínica que os demais portadores, com sono de qualidade.

Segundo os estudiosos, o sono de diabéticos geralmente tem qualidade inferior ao da população em geral, e isso é fator de risco para o desenvolvimento da doença. Distúrbios do sono, como apneia obstrutiva, são mais prevalentes em pessoas com diabetes tipo 2.

O próximo passo da pesquisa é verificar se a melhora da qualidade do sono pode ajudar no controle da doença, melhorando a vida dos portadores do diabetes em longo prazo. Os pesquisadores acreditam que o sono de boa qualidade talvez possa ter benefícios similares aos remédios mais comumente usados no tratamento do diabetes. Essa descoberta faz parte de um estudo chamado CARDIA, que visa estudar a longo prazo a saúde do coração e já colheu dados de milhares de pessoas nos últimos vinte anos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dicas para dormir bem

Dada a importância do sono de qualidade, o Instituto do Sono dá 10 dicas para que você durma bem:

1. Tenha horário regular para dormir e despertar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Vá para a cama somente na hora dormir.

3. Durma em um ambiente saudável.

4. Não faça uso de álcool próximo ao horário de dormir.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Não faça uso de medicamentos para dormir sem orientação médica.

6. Não exagere em café, chá e refrigerante.

7. Pratique atividade física em horários adequados e nunca próximo ao horário de dormir.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

8. Jante moderadamente em horário regular e adequado.

9. Não leve problemas para a cama.

10. Pratique atividades repousantes e relaxantes após o jantar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)