PUBLICIDADE

Zika: OMS recomenda que mulheres adiem ter filhos

Alerta é para pessoas que vivem em áreas de transmissão local do vírus

Em comunicado publicado esta semana (dia 30) a Organização Mundial da Saúde indicou que homens e mulheres em idade reprodutiva e que vivem em áreas de circulação do Zika vírus adiem possíveis gravidezes.

Além disso, indicou para que pessoas que visitaram esses locais tenham relações sexuais seguras ou se abstenham por oito semanas, para garantir que não haverá transmissão sexual. E caso elas tenham apresentado sintomas de Zika vírus, devem aumentar esse período para seis meses.

Isso porque apesar de o grande vetor da doença ser o Aedes aegypti, estudos detectaram a presença do vírus em fluídos corporais, inclusive no sêmen. Além disso, se uma pessoa infectada engravidar, corre grande risco de que o bebê desenvolva microcefalia, entre outras malformações fetais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso, a Organização reforçou que mesmo antes já defendia o sexo com proteção, como forma mais eficaz de prevenir o HIV e outras DSTs (doenças sexualmente transmissíveis), além de uma gravidez não planejada.