Insatisfação nos primeiros empregos afeta saúde a longo prazo

Pessoas infelizes nos primeiros anos de trabalho são mais deprimidas e tem problemas para dormir, diz estudo

Ter boas experiências durante os primeiros anos de trabalho pode ter ligação com a saúde, de acordo com um novo estudo realizado pela Universidade do Estado de Ohio. De acordo com os pesquisadores, pessoas insatisfeitas no início de suas carreiras tendem a serem mais deprimidas, preocupadas e sofrem com problemas para dormir.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O estudo revela ainda que pessoas cuja satisfação com o trabalho começou baixa, mas melhorou ao longo da carreira, não tiveram problemas de saúde associados ao trabalho. "Nós descobrimos que há um efeito cumulativo de satisfação no trabalho relacionado a problemas de saúde que aparece logo aos 40 anos", disse Jonathan Dirlam, principal autor do estudo.

Os resultados da pesquisa mostram a importância que os primeiros anos de trabalho têm na vida das pessoas. "Você não precisa estar perto do fim de sua carreira para ver o impacto que o trabalho tem a sua saúde, em particular sobre a sua saúde mental", disse Zheng, coautor do estudo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Eles analisaram dados de 6.432 norte-americanos, entre 14 e 22 anos, que fazem parte da Pesquisa Nacional Longitudinal da Juventude que acontece desde 1979. Contudo, para este estudo os pesquisadores examinaram a trajetória no trabalho de pessoas entre 25 a 39 anos. Os participantes deveriam classificar o quanto eles gostavam do trabalho a partir de 1 (desgostei muito) a 4 (gostei muito).

Os voluntários foram divididos em quatro grupos: pessoas que são insatisfeitas no trabalho, pessoas que são muito satisfeitas com seus trabalhos, pessoas cuja satisfação começou alta, mas foi caindo com o passar dos anos e aquelas que começaram descontentes, mas ficaram satisfeitas depois de um tempo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cerca de 45% dos participantes tinham baixa satisfação no trabalho, uma significativa diferença das pessoas que era totalmente felizes no ambiente de trabalho, que representam apenas 15%. Pessoas que ficaram descontentes com o trabalho com o passar dos anos são cerca de 23% e, 17% delas, passaram a gostar do trabalho com o tempo.

Os participantes que eram felizes no trabalho foram usados como referência para que os pesquisadores pudessem comparar a saúde deles com a dos outros três grupos. As pessoas que estavam no grupo de baixa satisfação no trabalho ao longo da carreira tiveram a pior média de saúde mental estudada, com altos níveis de depressão, problemas de sono e preocupação excessiva.

Além de problemas psicológicos, pessoas infelizes com o ambiente de trabalho também tendem a sofrerem com dores nas costas, resfriados frequentes e outros problemas de saúde física.

Outra preocupação para os pesquisadores foi que o resultado dos participantes cuja satisfação com o trabalho começou mais elevado, mas diminuiu através de seu início de carreira. Esses participantes também tinham probabilidade de terem mais problemas para dormir e preocupação excessiva do que aqueles com alta satisfação no trabalho.

O pesquisador Zheng diz que é importante lembrar que os participantes foram estudados quando eles já tinham 40 anos. "Os níveis mais elevados de problemas de saúde mental para aqueles com baixa satisfação no trabalho pode ser um precursor para futuros problemas físicos. O aumento da ansiedade e da depressão poderia levar a problemas de saúde cardiovascular ou outros que não aparecem até que eles são mais velhos", concluiu o pesquisador.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)